.

Esporte “Treinar o Flamengo é treinar a seleção brasileira”, diz Renato Gaúcho em chegada ao clube”

JBelmont

12Jul2021

Por Belmont às 18h15

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo apresentou, no início da tarde desta segunda-feira (12), o técnico Renato Gaúcho. O novo comandante chegou afirmando que está realizando um sonho e colocando o clube no patamar da seleção brasileira”.

“Acima de tudo é um prazer estar aqui com essa oportunidade, este grande clube. Eu falei que eu tinha o sonho e hoje eu estou realizando este sonho. Todo treinador tem que pensar alto e treinar o Flamengo, na minha opinião, é a mesma coisa que treinar a seleção brasileira.

Confira os principais trechos da coletiva de Renato Gaúcho:

EMOÇÃO DE COMANDAR O FLAMENGO

É emocionante. Título é sempre título. Hoje à frente do Flamengo é um título que eu ainda não tenho como treinador. Lembro até hoje de ter dado volta olímpica em 87 no Maracanã. Espero que com esse grupo, agora como treinador, eu possa realizar esse sonho. Estou bastante emocionado, falei isso com o Braz e com o Bruno. Poder voltar ao Flamengo, ao Maracanã, e estar ao lado desse grupo vencedor, acima de tudo. Tenho certeza que o torcedor entende que sou um profissional. Espero que a torcida possa voltar ao Maracanã, eu sei da força dela de todas as vezes que nos enfrentamos”.

UTILIZAR A BASE

Por onde eu passo, gosto de trabalhar com os garotos. Ontem mesmo no Maracanã, após a partida, falei com as pessoas aqui no Flamengo e pedi para marcar coletivo de hoje contra os garotos para poder começar a observar. Não tenho de lançar garoto, mas tem que ser na hora certa, no momento certo, para não queimá-lo. No Grêmio, descobrimos vários garotos lá que tiveram sucesso no profissional. Sempre que eu achar que está na hora de ser aproveitado, vai acontecer

SEM ATRITOS COM O CLUBE

Não lembro de atritos com o clube ou com a torcida. Maior prova é que, no jogo beneficente que o Zico faz todo o ano, o Zico brincava: “Está vendo, você é ídolo a torcida gosta de você.”. Nos últimos dias, eu estava na praia e tive que ir embora pelo excesso de carinho, de fotos. A torcida pode ficar tranquila que trabalho não vai faltar. Vamos trabalhar para que a gente possa continuar dando alegria ao torcedor.

COBRANÇAS PELO PODERIO FINANCEIRO

Se você gastar R$ 100 por mês num clube, isso vai ser cobrado. Se gastar R$ 100 milhões, vai ser cobrado. Acho que todo torcedor quer ver o time campeão. Claro que quando você gasta muito e qualifica seu grupo, você tem mais chances. O PSG, quanto que ele gastou? E não foram campeões. No Flamengo, as chances de conquistar são maiores, sem dúvidas. O Palmeiras, Atlético, Flamengo gastaram muito e, por isso, chegam toda hora.

AVALIAÇÃO DO ELENCO

O elenco é maravilhoso, muito forte. Se vai ganhar tudo, vamos trabalhar para isso. Palmeiras, Atlético-MG também querem. Todo mundo quer. Qual clube que entra na competição e não quer ganhar? Mas o elenco do Flamengo é forte, sim. Perdeu algumas peças? Perdeu. Mas ainda é muito forte.

COMPARAÇÕES COM JORGE JESUS

Na época do Jorge, ele fez um excelente trabalho, conquistou. Domenec e Ceni tentaram, e eu vou continuar tentando também. Mas cada um tem seu trabalho, suas ideias. Todos eles, antes do Jesus, o próprio Jesus, depois o Dome, Ceni, todo mundo tentou. Eu vou continuar tentando e trabalhando. Se todo clube que contratasse um treinador tivesse 100% de certeza que seria campeão, ele assinava um contrato de 10 anos.

VOLTA DO PÚBLICO

Com segurança e seguindo os protocolos, eu sou a favor. Joguei com a camisa do Flamengo como jogador, eu sei a força da torcida. Enfrentei o Flamengo no Maracanã, com essa torcida maravilhosa. É o nosso 12º jogador. Muita gente já foi vacinada, já teve (Covid). Então, com segurança, eu sou a favor da volta do público aos estádios.

ESTILO DE JOGO

O Flamengo sempre joga para vencer. Eu sempre tive essa opinião. Coloquei os clubes que trabalhei sempre para frente, em busca da vitória. O clube que busca a vitória está mais perto da vitória do que da derrota. O Flamengo, sem dúvida, vai jogar pra frente. Cada treinador tem uma maneira de trabalhar, vou trocar umas ideias com os jogadores. Vou procurar botar em prática aquilo que acho que é melhor para o clube.

SITUAÇÃO DOS ZAGUEIROS

Quando cheguei no Grêmio, por exemplo, o Arthur que foi vendido ao Barcelona estava para ser emprestado ao Ceará. Eu segurei e deu no que deu. No momento que você tem um grupo da forma que o Flamengo tem, e acima de tudo trocar ideia com o jogador… Eu gosto de passar muito confiança aos jogadores. Fundamental é o chefe passar confiança para você e vou passa confiança aos zagueiros. Tenho visto os jogos do Flamengo e vi coisas de bom e vi coisas que podemos ajustar.

REFORÇOS

Reforços, todo treinador gosta de ter. Às vezes nem sempre é possível. Até porque hoje temos que entender o motivo financeiro que todos os clubes passam pela pandemia. Lógico que o clube vai sentir. Não só o Flamengo, mas no mundo todo. Eu vou trocar muitas ideias com esse grupo aqui. Lá na frente a gente vê tem essa necessidade, dentro da possibilidade que a diretoria vai em dar.

RECUSAS A SANTOS E CORINTHIANS

Recusei o convite do Santos, o convite do Corinthians, agradeço, mas eu precisava de férias. No momento que eu descansei, apareceu o convite do Flamengo. E essa oportunidade sem dúvida eu peguei porque já descansei e estou realizando o meu grande sonho.

Goal

bg

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +