.

VEXAME: Ibope e Datafolha erram em projeções dos resultados das eleições no segundo turno

JBelmont

29Nov2020

Por Belmont às 23h43

As projeções dos institutos de pesquisa não foram tão certeiras no segundo turno das eleições. Em alguns casos erraram além da margem de erro, como em Fortaleza, por exemplo.

E houve erro até em apontar que seria o vitorioso, como no caso de Porto Alegre. Veja abaixo:

No Rio de Janeiro, tanto o Ibope quanto o Datafolha apontaram 68% dos votos para Eduardo Paes e 32% para Marcelo Crivella.

Após 97% dos votos apurados, as urnas mostraram Paes com 64% e Crivella 35%

Em São Paulo, Ibope apontou Covas com 57%, Boulos com 43%, enquanto o Datafolha projetou 55% para Covas contra 45% para Boulos.

Com 96% dos votos apurados, Covas tem 59% e Boulos 40%.

Em Recife, resultados das pesquisas Ibope e Datafolha deram 50% dos votos para João Campos e Marilia Arraes.

Ao final da apuração, João Campos foi eleito com 56,27% dos votos contra 43,73% para Marilia Arraes.

Em Vitória, no Espírito Santo, a última pesquisa Ibope projetou 50% dos votos para os candidatos Delegado Pazolini e João Coser, empatados. O resultado final das urnas na capital do capixaba elegeu Pazolini com 58,5% dos votos, contra 41,5% de Coser.

Na cidade de Porto Alegre, o maior erro, o Ibope apontou vitória de Manuela D’ávila com 51% dos votos contra 49% de Sebastião Melo, mas os resultados das urnas mostraram o contrário.

Sebastião Melo foi eleito prefeito da capital gaúcha com mais de 54% dos votos contra 45% dos votos para Manuela.

Na capital cearense, o Ibope apontou na véspera das eleições 61% dos votos para José Sarto e 39% para o Capitão Wagner.

Sarto até venceu as eleições em Fortaleza, mas não com a margem do resultado da pesquisa do Ibope. O candidato eleito recebeu pouco mais de 51% dos votos contra 48% do seu adversário.

 

G1

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +