.

Natal chega a 1 mil mortes por Covid-19, diz Sesap

JBelmont

16Out2020

Por Belmont às 08h58

Nicolas Matheus, de 20 anos, é uma das 1 mil vítimas de Covid-19 na capital — Foto: Redes Sociais

 

Dados constam no boletim epidemiológico da Sesap divulgado nesta quinta-feira (15). Primeira morte foi registrada em 31 de março.

O seminarista Nicolas Matheus, de 20 anos de idade e sem comorbidades, morreu no dia 31 de julho em Natal por Covid-19 após ficar quase 20 dias internado em estado grave. Natural de São Paulo do Potengi, o jovem vivia na capital potiguar desde 2019, quando ingressou no Seminário de São Pedro.

Ele é uma das 1 mil vítimas de coronavírus em Natal desde o início da pandemia, marca que foi atingida nesta quinta-feira (15), segundo dados do boletim epidemiológico da Secretaria do Estado da Saúde Pública (Sesap).

A capital potiguar é a cidade com o maior número de mortes pela doença em todo o estado. Sozinha, Natal acumula 41% das mais de 2,4 mil mortes por coronavírus no RN. A cidade, de cerca de 890 mil habitantes, registra 25.050 casos confirmados de Covid-19 e tem outros 156 óbitos em investigação.

A segunda cidade com mais mortes confirmadas é Mossoró, na Região Oeste, com 222 casos.

A primeira morte em Natal foi a do gastrólogo Matheus Aciole, de 23 anos, no dia 31 de março. Essa representou também a segunda morte no estado - a primeira foi a do professor da UERN, Luiz Di Souza, em Mossoró, três dias antes.

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +