Janot diz que foi armado ao STF para matar Gilmar Mendes e depois se suicidar

JBelmont

27Set2019

Por Belmont às 08h06

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot disse que, no momento mais tenso de sua passagem pelo cargo (2013-2017), chegou a ir armado a uma sessão do STF (Supremo Tribunal Federal) com a intenção de matar a tiros o ministro Gilmar Mendes.

“Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar”, afirmou Janot em entrevista publicada nesta 5ª feira (26.set.2019) pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o ex-procurador-geral, logo depois de ele apresentar uma exceção de suspeição contra Gilmar Mendes, em 8 de maio de 2017, o ministro espalhou “uma história mentirosa” sobre sua filha. “E isso me tirou do sério”, disse.

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +