Prioridade Vereadores ignoram terceirizados e apressam verba milionária

JBelmont

05Dez2018

Por Belmont às 08h00


A questão do possível retorno da verba de gabinete da Câmara Municipal é um embate Sandra Rosado (PSDB) x Izabel Montenegro (MDB).

A agilidade com que a Câmara Municipal de Mossoró marcha para aprovar o projeto que dispõe sobre a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar Municipal (CEAPM), é diametralmente oposta ao drama de centenas de pessoas que ela deveria escudar e não o faz.

Até o momento, os vereadores não conseguiram marcar uma data e horário para realização de Audiência Pública sobre o atraso no pagamento de servidores terceirizados da Prefeitura Municipal de Mossoró. Tem incontáveis trabalhadores que estão há mais de oito ou dez meses sem pagamento.

Mas a votação do projeto da CEAPM (veja AQUI e AQUI) deverá acontecer nessa quarta-feira (5). Poderá gerar um gasto suplementar de mais de R$ 2,2 milhões em 2019 nesse poder, com verba mensal de R$ 9 mil por gabinete de vereador.

 

Ví no Blog de Carlos Santos e Bruno Barreto

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.