.

Barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 57,79% da sua capacidade; veja outros reservatórios pelo RN

07 Jul2021

Por Jbelmont às 18h54

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quarta-feira (07), indica que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves acumula 1.371.453.640 m³, correspondentes a 57,79% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período de 2020, o maior reservatório do RN acumulava 1.555.658.541 m³, equivalentes a 65,55% da sua capacidade.

As reservas hídricas superficiais totais do RN atualmente somam 2.146.516.021 m³, percentualmente, 49,04% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No início de julho de 2020, as reservas estaduais eram de 2.485.327.772 m³, correspondentes a 56,78% do seu volume total.

A segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi, acumula 250.181.720 m³, equivalentes a 41,72% da capacidade total do reservatório que é de 599.712.000 m³. No mesmo período do ano passado, o manancial estava com 210.391.620 m³, percentualmente, 35,08% do seu volume total.

A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 207.091.010 m³, correspondentes a 70,72% da capacidade total do manancial, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 268.076.100 m³, equivalentes a 91,55% do seu volume total.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 29.036.702 m³, equivalentes a 52,94% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No mesmo período do ano passado, o reservatório estava com 20.278.226 m³, correspondentes a 36,97% do seu volume total.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 7.376.562 m³, equivalentes a 16,61% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo período de julho do ano passado o manancial estava com 14.985.488 m³, correspondentes a 33,73% do seu volume total.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 2.475.525 m³, percentualmente, 22,78% da sua capacidade total, que é de 10.865.000 m³. No mesmo período do ano passado o reservatório estava com 2.974.719 m³, correspondentes a 27,38% do seu volume total.

O reservatório Campo Grande, localizado em São Paulo do Potengi, acumula 9.550.013 m³, equivalentes a 41,27% da capacidade total do manancial, que é de 23.139.587 m³. No mesmo período do ano passado, a barragem estava com 15.248.981 m³, percentualmente, 65,90% do seu volume total.

O açude Boqueirão de Parelhas acumula 13.431.595 m³, correspondentes a 15,84% da sua capacidade total, que é de 84.792.119 m³. No mesmo período de 2020, o reservatório estava com 24.540.004 m³, equivalentes a 28,94% do seu volume total.

Os reservatórios que permanecem com volumes superiores a 90% da sua capacidade são: o açude público de Encanto, com 99,12%; Flechas, localizado em José da Penha, com 97,89%; Rodeador, localizado em Umarizal, com 96,82%; Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 96%; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, com 94,96% e o açude público de Marcelino Vieira, com 94,55% do seu volume total.

Os mananciais monitorados pelo Igarn que estão com volumes inferiores a 10% da sua capacidade são: Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 3,95%; Itans, localizado em Caicó, com 3,32% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,59%.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que estão secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 10.582.686 m³, correspondentes a 96,04% da sua capacidade total, que é de 11.019.525 m³.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 41.914.670 m³, percentualmente, 49,74% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.050.651 m³, correspondentes a 90,75% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

BG

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 1.648 óbitos e 54.022 mil novos casos nas últimas 24h

07 Jul2021

Por Jbelmont às 18h40

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (07):

– O país registrou 1.648 óbitos nas últimas 24h, totalizando 528.540 mortes;

– Foram 54.022 novos casos de coronavírus registrados, no total 18.909.037.

– Com mais 90.024 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 17.352.670. Outros 1.027.827 pacientes estão em acompanhamento.

Deixe seu comentário

RN contabiliza 17 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 11 dentro do dia; novos casos são 260

07 Jul2021

Por Jbelmont às 13h19

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (07). Foram 726 novos casos confirmados, totalizando 347.974. Até terça-feira (06) eram 347. 248 infectados. (Sem levar em conta os dados de um informe para o dia seguinte, o órgão destaca nesta data que nas últimas 24 horas, casos notificados e confirmados somam 260).

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.870 no total, sendo 11 mortes registradas nas últimas 24h: Natal(06), Alexandria(01), Jucurutu(01), Major Sales(01), Pendências(01) e Currais Novos(01).

Segundo a Sesap, foram registrados 06 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Na terça-feira (06) o número total de mortes era 6.853. Óbitos em investigação são 1.441.

Casos suspeitos somam 164.539, descartados são 656.191. Recuperados são 150.649.

Deixe seu comentário

AstraZeneca agora é a vacina mais aplicada no País

07 Jul2021

Por Jbelmont às 08h43

Esta semana o imunizante da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com o laboratório AstraZeneca e a universidade de Oxford, passou a ser a vacina contra a Covid-19 mais aplicada no País. Das mais de 106 milhões de doses administradas pelos profissionais de Saúde até esta segunda (5), 46,6% são AZ. Antes, a vacina Butantan/Coronavac era a “número 1” do Brasil, mas agora responde por 44,1% das doses.

A vacina do laboratório americano Pfizer e do alemão BioNTech representa 8,3% do total de doses aplicadas no Brasil. O imunizante do laboratório Janssen (Johnson&Johnson), que requer apenas uma dose para a imunização, representa 1% do total.

Deixe seu comentário

A governadora Fátima Bezerra confirmou, nesta terça-feira (6), um novo decreto para o Rio Grande do Norte, confira:

06 Jul2021

Por Jbelmont às 21h42

Novo Decreto suspende toque de recolher e autoriza funcionamento de lojas, bares e restaurantes das 5h até meia-noite

Atividades religiosas terão retomada gradual, com 60% da lotação a partir de 23 de julho e promessa de retomada total a partir de 20 de agosto

Deixe seu comentário

Amazonas não registra mortes pela 1ª vez desde abril de 2020

06 Jul2021

Por Jbelmont às 20h50

O Brasil registrou 1.787 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta terça-feira (6) 527.016 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.557. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -19% e aponta tendência de queda. É o 10º dia seguido de queda nesse comparativo.

Em ritmo de diminuição ainda mais animador do que o dos óbitos no país, a média móvel de casos da doença atingiu seu maior indicativo de queda (-37%) em relação a 14 dias, considerando os dados desde o início da pandemia (leia mais abaixo).

Outro destaque do balanço do dia é que o estado do AM não registrou novas mortes em 24 horas pela primeira vez desde 1º de abril de 2020, no começo da pandemia. Isso meses após a crise em que mergulhou o estado no começo do ano, quando a média móvel chegou a indicar quase 150 vítimas diárias da doença no início de fevereiro.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta terça. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.
Deixe seu comentário

Isolda Dantas é escolhida relatora da CPI da Arena das Dunas

06 Jul2021

Por Jbelmont às 19h30

Foto: Eduardo Maia

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga contrato firmado entre o Governo do Rio Grande do Norte e a empresa Arena das Dunas Concessões e Eventos S/A, que gerencia a Arena das Dunas, retomou os trabalhos na tarde desta terça-feira (6). Os parlamentares membros indicaram a relatoria do grupo, que ficará a cargo da deputada Isolda Dantas (PT). Os parlamentares garantiram que a investigação será técnica e afastaram a possibilidade de utilização da CPI da Arena das Dunas de maneira política.

Presidente da CPI, o deputado Coronel Azevedo (PSC) enalteceu a importância da comissão e a necessidade de que uma resposta seja dada à sociedade. Ressaltando que os apontamentos realizados pela Controladoria Geral do Estado estimaram a possibilidade de prejuízos de até R$ 421 milhões no contrato, o presidente da CPI disse que os deputados vão trabalhar para buscar o esclarecimento sobre as dúvidas.

“Hoje é um dia de grande dimensão. A abertura dos trabalhos para apurar possíveis irregularidades a construção e aplicação de recursos na Arena das Dunas é um marco para a sociedade potiguar. Uma série de porquês de interesse da sociedade não foram respondidos. A iniciativa do Poder Legislativo já gerou importantes desdobramentos, como a abertura por parte do Ministério Público, após a abertura da CPI, de inquérito civil público para apurar o contrato da Arena com o Governo. Faremos nosso trabalho com rigor, não estaremos fazendo política, mas sim a atividade parlamentar em sua plenitude”, disse Coronel Azevedo.

O vice-presidente da CPI, deputado Tomba Farias (PSDB), e os membros Kléber Rodrigues (PL) e Subtenente Eliabe (Solidariedade), também enalteceram a importância da investigação, mas garantiram o foco na investigação de maneira objetiva e técnica.

“É um momento importantíssimo para se apurar e investigar os gastos com a obra que foi alvo de polêmicas. A população precisa de esclarecimentos, de uma resposta. Não pode passar despercebida uma situação como essa e queremos que os responsáveis, se confirmadas as irregularidades, sejam punidos”, disse Eliabe. “Quero desejar um bom trabalho, empenho, dedicação, e principalmente seriedade e cuidado com o trabalho que será realizado. O trabalho é de prestar sempre um esclarecimento e dar um retorno à população, e não tratar de questões políticas. Estou aqui para tratar as coisas com responsabilidade. Estamos aqui para trabalhar em busca da verdade, que é um resultado claro e objetivo com relação ao que for averiguado”, disse Kléber Rodrigues, enquanto o vice-presidente Tomba Farias solicitou acesso aos demais documentos já colhidos pela CPI.

Relatora da comissão, Isolda Dantas também garantiu que não haverá foco em disputa política, seja com políticos que têm ou tiveram mandatos. Segundo ela, ainda pairam muitas dúvidas de todo o Rio Grande do Norte sobre o contrato e é necessário que as respostas sejam dadas.

“A CPI é um instrumento muito importante para a democracia, para o Parlamento. É uma ferramenta das minorias e por isso precisa ser feita com muito zelo e cautela. Não é um tribunal. Não vamos julgar. Vamos investigar e remeter aos órgãos competentes. Agradeço pela confiança e podem esperar de mim lisura e qualidade no trabalho. Não vamos transformar esse espaço em eleitoreiro ou de política vingativa. Vamos buscar as respostas que a sociedade norte-riograndense precisa”, garantiu.

A CPI

O pedido para instalação da CPI da Arena das Dunas foi aprovado em maio do ano passado e retomado após requerimento do deputado Kelps Lima, em 23 de junho deste ano. A CPI, que foi proposta pelo ex-deputado Sandro Pimentel, vai se debruçar sobre um relatório da Controladoria Geral do Estado que apontou que o governo potiguar teria desembolsado quase R$ 110 milhões a mais do que deveria ter sido pago ao Consórcio Arena das Dunas até maio de 2020, no contrato para gestão do estádio. O Consórcio Arena das Dunas Concessão e Eventos S/A tem contestado o relatório da Controladoria e apontou entendimentos controversos ao estabelecido no regramento da Parceria Público Privada (PPP). O prejuízo total até o fim do contrato pode chegar as R$ 421 milhões, ainda de acordo com o relatório da Control.

As reuniões da CPI vão ocorrer, inicialmente, às terças-feiras, de maneira híbrida. Ainda não há a confirmação sobre depoimentos e o primeiro passo a ser dado, de acordo com a relatora Isolda Dantas, é a composição do corpo técnico que auxiliará os trabalhos da comissão.

ALRN

Deixe seu comentário

Quem é André Mendonça, nome de Bolsonaro para vaga no STF

06 Jul2021

Por Jbelmont às 19h24

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em reunião ministerial nesta terça-feira (06) que indicará o atual Advogado-Geral da União, André Mendonça, à vaga do ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal.

Advogado, pastor e ex-ministro da Justiça por um período no governo Bolsonaro, Mendonça já era aventado como um nome possível para o posto devido a alegações anteriores, por parte do presidente, de que o novo ocupante da Suprema Corte seria um jurista “terrivelmente evangélico”.

Natural de Santos, no litoral paulista, o advogado de 48 anos é formado pela Faculdade de Direito de Bauru, no interior de São Paulo. Tem também o título de doutor em Estado de Direito e Governança Global e mestre em Estratégias Anticorrupção e Políticas de Integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

Mendonça atua na Advocacia-Geral da União (AGU) desde 2000. Na instituição, exerceu os cargos de corregedor-geral e de diretor de Patrimônio e Probidade, dentre outros. Em 2019, ele assumiu o comando da AGU com a chegada de Bolsonaro à presidência, mas não ocupou apenas este cargo desde então.

Após a saída do ex-ministro Sergio Moro, Mendonça assumiu a pasta da Justiça e Segurança Pública em abril de 2020. No entanto, voltou para a AGU em abril de 2021 após a mais recente reforma ministerial do governo Bolsonaro, ocasionada após crise com o alto-escalão das Forças Armadas.

Nos últimos dias, com a proximidade da aposentadoria compulsória de Marco Aurélio Mello pelo seu aniversário de 75 anos, Mendonça limitou-se a comentar que qualquer indicado à vaga “certamente será um grande ministro”.

Relação com ministros do Supremo

Ao longo da carreira, Mendonça trabalhou com o ministro Dias Toffoli quando este chefiou a AGU, entre março de 2007 e outubro de 2009. Ele foi designado o 1º diretor do Departamento de Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio Público na gestão de Toffoli.

Além disso, foi coautor, ao lado do ministro Alexandre de Moraes, do livro “Democracia e Sistema de Justiça”, lançado em outubro de 2019 em homenagem aos 10 anos de Toffoli no Supremo.

No entanto, o atual AGU também sofreu críticas recentes do ministro Gilmar Mendes, que pode ser seu futuro colega de Corte.

Ao criticar o voto de Mendonça pelo fim de medidas restritivas que incluíam a proibição de celebrações religiosas com público, Mendes ironizou que o AGU parecia ter vindo “para a tribuna do Supremo de uma viagem a Marte”.

Apoio de evangélicos

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 1.780 óbitos e 62.504 mil novos casos nas últimas 24h

06 Jul2021

Por Jbelmont às 18h44

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (06):

– O país registrou 1.780 óbitos nas últimas 24h, totalizando 526.892 mortes;

– Foram 62.504 novos casos de coronavírus registrados, no total 18.855.015.

– Com mais 110.973 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 17.262.646. Outros 1.065.477 pacientes estão em acompanhamento.

Deixe seu comentário

Sindicato dos trabalhadores da educação no RN: categoria só retorna com 2ª dose

06 Jul2021

Por Jbelmont às 13h32

Ainda que Governo do Estado e Prefeitura do Natal anunciem retorno de aulas na rede pública neste mês, o posicionamento do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE/RN) é que os professores só retornarão aulas presenciais após a imunização(2ª dose).

Em meio ao imbróglio e aulas paralisadas desde março do ano passado, fica o questionamento de não se ter aplicado a vacina da Janssen – da dose única, aos educadores. O argumento de estar destinada a um grupo perde a força quando diversos populares na capital estão sendo vacinados com esse imunizante – não sendo morador de rua, caminhoneiro ou de terminado grupo.

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 57,6%

06 Jul2021

Por Jbelmont às 13h31

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 57,6%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (06). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 377.

Até o momento desta publicação são 165 leitos críticos (UTI) disponíveis e 224 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 269 disponíveis e 153 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 54,7% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 70,2% e a Região Seridó tem 42,5%.

Deixe seu comentário

COVID: RN possui 165 leitos críticos e 269 leitos clínicos disponíveis; fila permanece zerada

06 Jul2021

Por Jbelmont às 13h30

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento no fim da manhã desta terça-feira (06).

Por volta das 12h25, havia apenas 01 paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Outros 03 pacientes aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 165 leitos críticos e outros 269, sendo clínicos.

Deixe seu comentário

RN contabiliza 12 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 04 dentro do dia; novos casos são 1.633

06 Jul2021

Por Jbelmont às 13h28

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (06). Foram 1.633 novos casos confirmados, totalizando 347.248. Até segunda-feira (05) eram 345.615 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.853 no total, sendo 04 mortes registradas nas últimas 24h: São Paulo do Potengi(01), Carnaubais(01), Alto do Rodrigues(01) e Areia Branca(01).

Segundo a Sesap, foram registrados 08 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Na segunda-feira (05) o número total de mortes era 6.841. Óbitos em investigação são 1.461.

Casos suspeitos somam 165.438, descartados são 654.782. Recuperados são 150.649.

Deixe seu comentário

Brasil faz bom 1º tempo, vence o Peru e garante vaga na final da Copa América

05 Jul2021

Por Jbelmont às 22h44

Etapa inicial teve volume de jogo e atuação destacada do goleiro Gallese, que só não conseguiu parar arremate de Lucas Paquetá; segunda metade teve audácia peruana e boas defesas de Ederson

Resumão
O Brasil carimbou a vaga para mais uma final de Copa América. A classificação chegou com vitória suada sobre o Peru, por 1 a 0, no estádio Nilton Santos, na semifinal. A Seleção comandada por Tite fez um ótimo primeiro tempo, foi às redes com Lucas Paquetá, caiu de rendimento na segunda etapa, mas conseguiu confirmar um lugar na decisão. O adversário será definido nesta terça-feira, no duelo entre Argentina e Colômbia, às 22h (de Brasília), no Mané Garrincha. A final está marcada para sábado, no Maracanã.

 

Deixe seu comentário

Governo anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses; veja valores

05 Jul2021

Por Jbelmont às 21h38

Benefício acabaria em julho e, com prorrogação, será pago também em agosto, setembro e outubro. Parcelas vão variar de R$ 150 a R$ 375, conforme composição familiar.

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (5) a prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses. O benefício acabaria em julho e, com a prorrogação, também será pago em agosto, setembro e outubro.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, o decreto de prorrogação já foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e será publicado nesta terça (6).

O Ministério da Cidadania informou que serão mantidos os valores pagos atualmente:

pessoas que moram sozinhas: R$ 150 por mês;
mulheres chefes de família: R$ 375 por mês;
demais beneficiários: R$ 250 por mês.
O calendário completo de pagamento ainda precisa ser divulgado pela Caixa Econômica Federal, responsável por fazer os depósitos.

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 695 óbitos e 22.703 mil novos casos nas últimas 24h

05 Jul2021

Por Jbelmont às 19h17

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (05):

– O país registrou 695 óbitos nas últimas 24h, totalizando 525.112 mortes;

– Foram 22.703 novos casos de coronavírus registrados, no total 18.792.511.

– Com mais 68.797 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 17.151.673. Outros 1.115.726 pacientes estão em acompanhamento.

Estados

Em alta (apenas 1 estado): AC
Em estabilidade (9 estados): RR, AL, TO, SP, ES, SC, MT, RS, AM
Em queda (16 estados e o DF): MG, MA, RN, MS, PE, GO, DF, RO, BA, PA, RJ, AP, PR, SE, CE, PB, PI

Deixe seu comentário

Pesquisa CNT/MDA: Lula lidera com 41,3%, Bolsonaro tem 26,6%; em 2º turno, presidente perderia para petista e Ciro Gomes

05 Jul2021

Por Jbelmont às 13h14

Foto: Miguel Schincariol e Evaristo Sá/AFP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera o cenário eleitoral para 2022, com 41,3% das intenções de voto, segundo nova pesquisa eleitoral da Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA), divulgada nesta segunda-feira, 5. Na sequência, aparecem o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com 26,6%, Ciro Gomes e Sérgio Moro empatados, com 5,9%, e João Dória, com 2,1%.

Brancos, nulos e indecisos somam 16,4% das intenções de voto. Os dados se referem à pesquisa estimulada de intenção de voto dos eleitores – quando são apresentados, ao entrevistado, opções de candidatos. Foram realizadas 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com 95% de nível de confiança.

Voto espontâneo:

Lula (27,8%),
Jair Bolsonaro (21,6%)
Ciro Gomes (1,7%)
Sérgio Moro (0,7%)
João Dória (0,7%)
Outros (1,5%)
38,9% dos entrevistados estão indecisos em relação ao voto para presidente em 2022.

Já na coleta espontânea (sem as indicações dos candidatos), Lula soma 27,8% da preferência popular, enquanto Bolsonaro teve 21,6% das citações. O número de indecisos no modelo ficou em 38,9%. Ciro (1,7%), Moro (0,7%) e Doria (0,7%) foram lembrados em menores proporções.

Voto estimulado:

Lula (41,3%)

Jair Bolsonaro (26,6%)

Ciro Gomes (5,9%)

Sérgio Moro (5,9%),

João Dória (2,1%),

Henrique Mandetta (1,8%),

branco/nulo (8,6%) e indeciso (7,8%).

Em caso de 2º turno, o presidente perderia para Lula e Ciro:

2º Turno: Lula x Bolsonaro

Lula (52,6%)
Jair Bolsonaro (33,3%%)

2º Turno: Ciro x Bolsonaro

Ciro (43,2%)
Jair Bolsonaro (33,7%)

Sobre as eleições para presidente da República para o próximo ano, 40,3% entrevistados preferem que Lula ganhe as eleições e volte a ser presidente, enquanto 25,1% preferem que Jair Bolsonaro ganhe as eleições e continue por mais 4 anos. Outros 30,1% preferem que algum candidato que não seja ligado a Jair Bolsonaro, nem a Lula ganhe as eleições para presidente.

Do total de entrevistados, 45,1% consideram ser mais importante para as eleições para presidente da República no próximo ano Jair Bolsonaro não ser reeleito, enquanto 27,7% consideram mais importante Lula não ser eleito. Outros 21,2% não concordam com nenhuma das opções anteriores.

Com Bolsonaro candidato a presidente no ano que vem, 22,8% disseram que votariam nele com certeza e 11,6% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 61,8% disseram que não votariam do mandatário para presidente de jeito nenhum e 0,4% disse não conhecê-lo ou saber quem é.

Se o ex-presidente Lula for candidato a presidente em 2022, 35,4% disseram que votariam nele com certeza e 17,1% disseram que poderiam votar nele. Por outro lado, 44,5% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum e 0,1% disse não conhecê-lo ou saber quem é.

O levantamento também traz a avaliação do governo Bolsonaro, além de opinião sobre tipos de urna eleitoral. A pesquisa traz ainda a percepção da população sobre questões relacionadas à situação do país para emprego, saúde, educação e segurança pública. Os dados indicam, ainda, a visão dos entrevistados em relação à avaliação do ensino remoto e a opinião sobre o retorno às aulas com o avanço da vacinação.

O Povo

Deixe seu comentário

PESQUISA CNT/MDA – Governo Bolsonaro: 48,2% reprovam, 27,7% aprovam e 22,2% consideram regular

05 Jul2021

Por Jbelmont às 12h55

FOTO: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

O governo do presidente Jair Bolsonaro é considerado “ruim ou péssimo” por 48,2% dos brasileiros, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (5) pela CNT (Confederação Nacional do Transporte).

O resultado corresponde a um crescimento de 12,7 pontos percentuais na reprovação da gestão do presidente em relação ao levantamento anterior, divulgado em fevereiro, quando 35,5% desaprovavam o governo.

O estudo aponta ainda para uma queda, de 32,9% para 27,7%, no percentual da população que julga o governo como “bom ou ótimo”. Há ainda 22,2% que valiam a gestão como “regular”. Outros 1,4% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa CNT foi realizada em parceria com o Instituto MDA, com 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%.

Desempenho pessoal

A pesquisa também questionou os entrevistados sobre o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro. Entre as respostas, 62,5% disseram reprovar o presidente e outros 33,8% afirmaram aprovar. 3,7% não souberam ou não quiseram responder ao questionamento.

Com R7

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 56,3%

05 Jul2021

Por Jbelmont às 12h54

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 56,3%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (05). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 390.

Até o momento desta publicação são 171 leitos críticos (UTI) disponíveis e 220 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 251 disponíveis e 170 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 52,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 67,3% e a Região Seridó tem 50%.

Deixe seu comentário

COVID: RN possui 171 leitos críticos e 251 leitos clínicos disponíveis; fila permanece zerada

05 Jul2021

Por Jbelmont às 12h54

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento no fim da manhã desta segunda-feira (05).

Por volta das 12h10, haviam apenas 02 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação. Outros 05 pacientes aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 171 leitos críticos e outros 251, sendo clínicos.

Deixe seu comentário

RN contabiliza 15 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 09 dentro do dia; novos casos são 485

05 Jul2021

Por Jbelmont às 12h42

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (05). Foram 485 novos casos confirmados, totalizando 345.615. Até domingo (04) eram 345.130 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.841 no total, sendo 09 mortes registradas nas últimas 24h: Parnamirim(01), Macaíba(01), Major Sales (01), Alto do Rodrigues(01), Barcelona(01), Angicos(01), Grossos(01), Encanto(01) e Doutor Severiano(01).

Segundo a Sesap, foram registrados 06 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. No domingo (04) o número total de mortes era 6.826. Óbitos em investigação são 1.453.

Casos suspeitos somam 162.273, descartados são 651.147. Recuperados são 150.649.

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.387: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 32 milhões

05 Jul2021

Por Jbelmont às 07h40

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.387 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (3) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 08 - 26 - 30 - 31 - 38 - 48.

A quina teve 30 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 89.150,26. A quadra teve 3.038 apostas vencedoras; cada uma levará R$ 1.257,64.

O próximo concurso (2.388) será na próxima quarta (7). O prêmio é estimado em R$ 32 milhões.

Deixe seu comentário

Mossoró de luto Morre "Galedo do Tempero Regina”

05 Jul2021

Por Jbelmont às 07h10

NOTA DE PESAR

O Relembrando Mossoró vem comunicar o falecimento do empresário "Galego do Tempero Regina", ocorrido ontem no Hospital Wilson Rosado. Nossos sentimentos aos familiares e amigos

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 830 óbitos e 27 mil novos casos nas últimas 24h

04 Jul2021

Por Jbelmont às 21h02

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (04):

– O país registrou 830 óbitos nas últimas 24h, totalizando 524.417 mortes;

– Foram 27.783 novos casos de coronavírus registrados, no total 18.769.808.

– Com mais 49.068 curados registrados nas últimas 24h, o número total de recuperados do coronavírus é 17.082.876. Outros 1.162.515 pacientes estão em acompanhamento.

Deixe seu comentário

Número de mortos por Covid-19 cai pelo 2º mês seguido no Brasil

04 Jul2021

Por Jbelmont às 20h59

Depois de a pandemia de Covid-19 atingir um de seus piores momentos no Brasil, dados do Ministério da Saúde revelam que o número de mortes pela doença teve uma queda nos últimos dois meses. Em junho, 18 estados registraram queda nas mortes.

Em janeiro, o país registou quase 30 mil mortes por conta da Covid-19; em fevereiro, o número superou o do começo do ano e em março houve uma aceleração. Com isso, o Brasil registrou mais de 66 mil mortes por Covid-19. Em abril, o número continuou crescendo e houve um aumento para mais 82 mil mortes. Em maio, o país registrou uma queda e foi para 59 mil mortes. Em junho, o número caiu para 55 mil.

Em termos percentuais, o número de mortes pela doença aumentou 3% de janeiro para fevereiro; quase 120% de fevereiro para março; cerca de 24% de março para abril até chegar ao período em que a curva começou a cair. De abril para maio, a redução foi de 28% e de maio para junho, a redução foi de aproximadamente 6%.

Entre os dois últimos meses analisados, sete estados e o Distrito Federal registraram uma queda nas mortes e em seis estados, entre eles São Paulo, os indicadores mostraram que houve uma alta.

De acordo com a Info Tracker, platadorma desenvolvida pela USP (Universidade de São Paulo) e UNESP (Universidade Estadual Paulista), a taxa de contágio no Brasil está em 1,22%.

Embora o Ministério da Saúde aponte para uma queda nos óbitos, o Brasil registrou neste domingo (4) 830 mortes e 27.783 novos casos de Covid-19, segundo dados divulgados pela pasta, referentes às últimas 24 horas. Com a atualização, o país passou a ter 524.417 mortes e 18.769.808 de infectados pelo novo coronavírus.

Os números da pandemia levam o Brasil a recordes mundiais em relação à doença. O país é o segundo no mundo em número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Já em número de contaminações, o Brasil ocupa a terceira colocação no ranking mundial, atrás dos Estados Unidos e da Índia.

Em âmbito nacional, seis estados brasileiros já ultrapassaram a marca de 1 milhão de contaminações: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e Santa Catarina.

O Rio de Janeiro não lista entre os estados com mais de 1 milhão de casos, entretanto, é o segundo estado com mais mortes pela doença, com 56.031, atrás apenas de São Paulo, que soma 129.609 mortes.

Avanço na vacinação

Até o sábado (3), o país tinha aplicado um total 104 milhões de doses do imunizante: 71,9 milhões foram utilizadas como primeira dose, outras 24,4 milhões correspondem à segunda dose (que engloba AstraZeneca, Coronavac e Pfizer) e menos de 800 mil pessoas tomaram a vacina da Janssen, que é aplicada em dose única.

Para vacinar toda a população acima de 18 anos, são necessários, pelo menos, três vezes mais do que já foi aplicado até o momento. Só que, de acordo com o IBGE, há 160 milhões de brasileiros acima de 18 anos – ou seja, o país precisa de aproximadamente 330 milhões de doses para imunizar toda a população adulta.

Se os laboratórios cumprirem os prazos acordados com o Ministério da Saúde, que contratou 632,5 milhões de doses, em dezembro pode haver uma sobra de mais de 300 milhões de doses.

Até lá, talvez seja preciso vacinar os adolescentes entre 12 e 18 anos, provavelmente dar uma dose de reforço a idosos e profissionais de saúde ou guardar para 2022.

CNN Brasil

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +