.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid-19 de 96,7%; Seridó tem 100%

01 Abr2021

Por Jbelmont às 12h53

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 96,7%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (01). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 665.

Até o momento desta publicação são 12 leitos críticos (UTI) disponíveis e 354 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 97 disponíveis e 311 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 95,5% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 98,1% e a Região Seridó tem 100%.

Deixe seu comentário

Auxílio Emergencial 2021: trabalhador poderá saber se tem direito só a partir desta sexta

01 Abr2021

Por Jbelmont às 09h51

Foto: Reprodução

Os trabalhadores poderão saber só a partir desta sexta-feira (2) se receberão a nova rodada do Auxílio Emergencial. A previsão inicial do governo era que a consulta poderia ser feita a partir desta quinta-feira (1º) – mas a liberação das consultas foi adiada para sexta.

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou em entrevista à radio CBN que o sistema online para consultas ainda está sendo finalizado e que, a partir desta sexta-feira a consulta estará disponível pela página ministério e também pelo site da Dataprev e pela Caixa. “É uma gama muito grande informação, envolve várias instituições”, disse.

A consulta poderá ser feita pela página https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/#/, informando o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Também poderá ser feita também pelos canais da Caixa: pelo auxilio.caixa.gov.br ou pelo telefone 111.

Em nota, a Dataprev disse que a nova data foi definida “em função da necessidade de alinhamento dos canais de atendimento dos três órgãos diretamente envolvidos no programa – Ministério da Cidadania, Dataprev e Caixa”.

“Não é necessário ir presencialmente às agências da Caixa. Vamos evitar aglomerações”, disse o ministro, acrescentando que também não é necessário fazer nenhuma tipo de atualização cadastral ou do aplicativo Caixa TEM.

Calendário de pagamentos

Só são elegíveis à nova rodada de pagamentos os trabalhadores que tinham o direito reconhecido ao Auxílio em dezembro do ano passado. A Dataprev analisou, entre esses beneficiários, quem se encaixa nas regras deste ano. Assim, não serão abertas novas inscrições.

A nova rodada do Auxílio Emergencial começa a ser paga em 6 abril, como medida de resgate aos mais vulneráveis em momento de agravamento da pandemia do coronavírus.

O retorno do benefício será em quatro parcelas, com valores específicos conforme o perfil de quem recebe. O valor médio dessa rodada é de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família.

G1

Deixe seu comentário

O que já estava caro, vai ficar mais ainda. Medicamentos aumentam 10%

01 Abr2021

Por Jbelmont às 09h33

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) aprovou o reajuste de preços dos remédios a partir desta quinta-feira, 1º de abril. A resolução está publicada em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta noite. Segundo o texto, o ajuste máximo de preços permitido chega a 10,08%. A resolução traz três porcentuais máximos, de acordo com a classe terapêutica dos medicamentos: 10,08% (nível 1); 8,44% (nível 2); 6,79% (nível 3).

No último dia 15, a CMED já tinha definido em 4,88% o Fator de Ajuste de Preços Relativos entre Setores, denominado Fator Y, que é um dos itens considerados para se chegar ao índice de ajuste dos preços ao consumidor. Além disso, são levados também em conta a inflação acumulada em 12 meses, o fator de produtividade repassado ao consumidor (Fator X), já fixado em 3,29%.

As empresas produtoras deverão dar ampla publicidade aos preços de seus medicamentos, por meio de publicações em mídias especializadas de grande circulação. Esse preços não poderão ser superior aos preços publicados pela CMED no Portal da Anvisa.

ESTADÃO

Deixe seu comentário

RN recebe nesta quinta-feira (1º) quase 150 mil doses de vacina contra a Covid-19

01 Abr2021

Por Jbelmont às 00h10

São ao todo 149.050 doses enviadas pelo Ministério da Saúde. Destas, 136.800 são de doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, e 12.250 doses do imunizante da AstraZeneca/Oxford, fabricado pela Fiocruz

Essa é 11ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde
O Rio Grande do Norte vai receber nesta quinta-feira, 1º, mais um carregamento de vacinas para o plano de imunização contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), são ao todo 149.050 doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Segundo a pasta estadual, são 136.800 doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e 12.250 doses do imunizante da AstraZeneca/Oxford, fabricado pela Fiocruz.

A Sesap explica que na distribuição estão a segunda dose da Butantan e as da AstraZeneca dos trabalhadores de saúde e pessoas entre 74 a 79 anos.

Essa é 11ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde e é destinada a população prioritária de 65 a 69 anos e Forças de segurança e salvamento e forças armadas como inserido no Plano Nacional de Imunização desta quarta-feira, 31.

VER MAIS CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.357: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 6 milhões

31 Mar2021

Por Jbelmont às 22h20

Veja as dezenas sorteadas: 19 - 28 - 30 - 34 - 40 - 51. Quina teve 18 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 81.867,39.

 



Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.357 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (31) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 19 - 28 - 30 - 34 - 40 - 51.

A quina teve 18 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 81.867,39. A quadra teve 1.287 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 1.635,71.

O próximo concurso (2.358) será no sábado (3). O prêmio é estimado em R$ 6 milhões.

Deixe seu comentário

MUITO TRISTE COMUNICO:

31 Mar2021

Por Jbelmont às 21h42

Lamentamos profundamente comunicar o falecimento da amiga, Ecilvia Batista de Araújo, 46 anos, residente no bairro Pereiros, na tarde de hoje 31/03. Ela é mais uma vítima da covid-19 em Mossoró. Nossos sentimentos aos familiares e amigos pedindo a Deus que a receba no Reino do Céu.

 

Conheci Ecílvia e sua mãe quando cheguei à Mossoró, no final dos anos 70. Nessa época apresentava a "Discoteca do Belmont" todo sábado a tarde no Cine Caiçara, sempre a via criança ainda sentadinha nas primeiras filas do auditório acompanhada de sua mãe. A nossa solidariedade a todos os familiares e amigos. Descanse em paz minha amiga.

Belmont, Jarda e filhos

Deixe seu comentário

Brasil registra quase 4 mil mortes por Covid no dia e fecha pior mês da pandemia com 66,8 mil óbitos

31 Mar2021

Por Jbelmont às 21h36


País contabilizou 12.753.258 casos e 321.886 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Foram 3.950 mortes registradas em 24 horas, um novo recorde. Março teve mais do que o dobro de mortes de julho de 2020, o 2º pior mês da pandemia.


Por G1

O Brasil voltou a ter seu pior dia da pandemia, com o recorde de 3.950 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas, totalizando nesta quarta-feira (31) 321.886 óbitos. Com isso, o mês de março se encerra com o montante de 66.868 óbitos. Isso é mais do que o dobro das mortes anotadas em julho de 2020, o segundo pior mês da pandemia --quando registramos 32.912 vítimas da doença.


A média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.971, pior marca no índice pelo 6º dia consecutivo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +42%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença. A média indica que o Brasil anotou pela 1ª vez mais de 20 mil óbitos em uma semana.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de quarta.

Já são 70 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de mil; o país completa agora 15 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia; e já é o quinto dia com a média acima da marca de 2,5 mil, aproximando-se agora da média de 3 mil vidas perdidas por dia.

Estados
Subindo (16 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AP, TO, AL, CE, MA, PB, PE, PI e RN
Em estabilidade (8 estados): PR, RS, SC, PA, RO, RR, BA e SE
Em queda (2 estados): AC e AM
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

VER MAIS AQUI

Deixe seu comentário

FOTOS: Estudante de medicina de 25 anos morre de Covid-19 menos de 48 horas após perder o pai para a doença em Natal

31 Mar2021

Por Jbelmont às 20h08

Fotos: Redes sociais/Arquivo da família


Em menos de 48 horas, pai e filha morreram vítima da Covid-19 em Natal. Estudante de medicina e com apenas 25 anos de idade, Emilly Cavalcante Belarmino não resistiu à doença e faleceu na madrugada desta quarta-feira (31) em Natal, após perder o pai – o médico e ex-prefeito de Ruy Barbosa – João Joaquim Cavalcante Neto, de 61 anos, na segunda (29).

Emilly Belarmino cursava o 5º ano de Medicina na Argentina e estava no Brasil desde o segundo semestre de 2020, por causa da pandemia. Reportagem completa doG1-RN aqui.

 

Deixe seu comentário

Brasil registra novo recorde com 3.869 mortes por Covid-19 em 24 horas; Novos casos são 90 mil

31 Mar2021

Por Jbelmont às 18h55

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (31):

– O país registrou 3.869 óbitos nas últimas 24h, totalizando 321.515 mortes;

– Foram 90.638 novos casos de coronavírus registrados, no total 12.748.747 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 11.169.937, com o registro de mais 94.996 pacientes curados. Outros 1.257.295 pacientes estão em acompanhamento.

Deixe seu comentário

Braga Netto anuncia novos comandantes das Forças Armadas

31 Mar2021

Por Jbelmont às 18h46

Assume o Exército o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; a Marinha, o almirante de esquadra Almir Garnier Santos; e a Aeronáutica, o tenente-brigadeiro do ar Carlos Baptista Junior.

Por Guilherme Mazui e Roniara Castilhos, G1 — Brasília

 


O novo ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, anunciou nesta quarta-feira (31) os novos comandantes das Forças Armadas:

Exército: general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira;
Marinha: almirante de esquadra Almir Garnier Santos;
Aeronáutica: tenente-brigadeiro do ar Carlos Baptista Junior.
Leia mais abaixo os perfis dos três novos comandantes das Forças Armadas.

Os três vão substituir Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica).

A saída de Pujol, Barbosa e Bermudez foi anunciada nesta terça (30) pelo ministério, por meio de uma nota divulgada à imprensa.

O anúncio aconteceu um dia após Fernando Azevedo e Silva ter deixado o cargo de ministro da Defesa e ter sido substituído por Braga Netto, que até então chefiava a Casa Civil.

Entenda como funciona a escolha dos comandantes
Esta foi a primeira vez desde 1985 que os comandantes das três Forças Armadas deixaram o cargo ao mesmo tempo sem ser em período de troca de governo.

Conforme o colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti, a escolha do general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira para o cargo de novo comandante do Exército foi recebida na força como uma sinalização de continuidade da gestão do general Edson Pujol.

Em rede social, o vice-presidente Hamilton Mourão, general da reserva do Exército, desejou sucesso aos nomes escolhidos por Bolsonaro e elogiou os comandantes demitidos. "A condução dos assuntos de Defesa e das Forças Armadas foi exemplar, aliando lealdade ao Brasil e rapidez nos chamados da população", disse.

 

LER MAIS QUI

Deixe seu comentário

RN contabiliza 33 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 19 dentro do dia; novos casos são 976

31 Mar2021

Por Jbelmont às 14h28

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (31). Foram mais 976 casos confirmados, totalizando 196.261. Até terça-feira (30) eram 195.285 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.507 no total, sendo 19 mortes registradas nas últimas 24h: Natal (06), Parnamirim (04), Mossoró(02), São Gonçalo do Amarante(01), Macaíba(01), São José do Mipibu(01), Canguaretama(01), Felipe Guerra(01), Assis(01), Governador Dix-sept Rosado(01).

A Sesap ainda registrou outros 14 óbitos ocorridos (entre os dias 24 e 28) e confirmados após exames laboratoriais . Até terça-feira (30), eram contabilizados 4.474 mortos. Óbitos em investigação são 976.

Casos suspeitos somam 70.488 e descartados 412.337. Recuperados são 142.776.

Deixe seu comentário

Comitê Científico sugere prorrogação de decreto estadual por mais 10 dias

31 Mar2021

Por Jbelmont às 12h50

O Comitê Científico do Rio Grande do Norte, vinculado a Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap), vai sugerir ao Governo do Estado a prorrogação do decreto estadual com medidas restritivas por mais 10 dias. A decisão será da governadora Fátima Bezerra. A decisão será publicada no Diário Oficial do Estado.

bg

Deixe seu comentário

RN tem 62 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

31 Mar2021

Por Jbelmont às 12h46

Foto: Reprodução/Regula RN


O Rio Grande do Norte registra no início da tarde desta quarta-feira(31) 62 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h20, o estado tinha 10 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

via bg

 

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid-19 de 97,3%; Seridó tem 100%

31 Mar2021

Por Jbelmont às 12h44

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 97,3%, registrada no fim da manhã desta quarta-feira (31). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 663.

Até o momento desta publicação são 10 leitos críticos (UTI) disponíveis e 355 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 96 disponíveis e 308 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 96% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 99% e a Região Seridó tem 100%.

Deixe seu comentário

Auxílio emergencial em 4 parcelas começa a ser pago na terça, dia 06

31 Mar2021

Por Jbelmont às 12h42

O Ministro da Cidadania, João Roma, anunciou nesta quarta-feira (31) que o pagamento do auxílio emergencial começará no dia 6 de abril.

Os trabalhadores poderão consultar, a partir de 1º de abril, se receberão a nova rodada do Auxílio Emergencial por meio do site da Dataprev, empresa estatal responsável por processar os pedidos.

“Iniciaremos na próxima semana, no dia 6 de abril, o pagamento do auxílio emergencial 2021. Como o presidente Bolsonaro falou, esse é um alento para o povo brasileiro. Esse auxílio emergencial viabilizado através da PEC emergencial com um valor de R$ 44 bilhões servirá para quatro parcelas no ano de 2021, que será direcionado diretamente para esse brasileiro vulnerável”, disse o ministro da Cidadania durante uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (31).

Ainda, segundo Roma, pagamento será destinado a “brasileiro mais vulnerável” e terá o valor médio de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família.

O presidente da República Jair Bolsonaro, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, também participaram do evento.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para evitar aglomeração, o primeiro pagamento será feito por contas digitais. Saques serão liberados posteriormente.

G1

Deixe seu comentário

Sindiserpum apresenta chapa de consenso à presidência

31 Mar2021

Por Jbelmont às 09h42

Eliete Vieira será conduzida à presidência

Foto: web

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) realizará no dia 14 de abril eleições de diretoria para o quadriênio 2021/2025.

Com apenas uma chapa inscrita, a atual diretora-financeira do sindicato, Eliete Vieira, deverá ser conduzida à presidência.

Segundo Eliete, a Chapa Um, sob o slogan “Sindiserpum – União e resistência na luta”, destaca-se por ter em sua composição, uma maior diversidade de categorias de servidores, reforçando assim a representatividade do sindicato junto a todas as categorias dos servidores públicos de Mossoró.

“Vamos buscar conscientizar o servidor da importância de nos mantermos cada vez mais unidos. A união só nos fortalece para o enfrentamento na luta pelos nossos direitos. Dividir os servidores públicos é um sonho para qualquer gestão”, frisa Eliete.

Tendo em vista o período de pandemia, as eleições acontecerão das 7h às 17h do dia 14, com urnas itinerantes e algumas fixas na sede do Sindiserpum, na avenida Rio Branco, 1642, no Centro de Mossoró e também no Centro Administrativo, no bairro Aeroporto.

SW

Deixe seu comentário

Agentes da Segurança Pública serão vacinados contra Covid-19

31 Mar2021

Por Jbelmont às 09h40

O Ministério da Saúde anunciou que os profissionais de Segurança Pública de todo o país serão incluídos nesta primeira etapa da campanha de vacinação contra Covid-19.

Os governadores apresentaram esse pleito ao novo ministro, Marcelo Queiroga, em reunião virtual realizada na sexta-feira (26). O pedido foi reforçado nesta terça-feira (30) pelo Consórcio Nordeste, em carta endereçada ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

Desde o início da pandemia, 45 agentes integrantes das forças de segurança pública do RN morreram pela Covid-19, sendo 15 da ativa e 30 aposentados ou da reserva. Trata-se de um grupo de profissionais cuja atuação presencial é imprescindível para o combate ao coronavírus, sobretudo em ações de fiscalização das medidas restritivas.

A decisão do MS, que será oficializada nesta quarta-feira (31), inclui também os chamados profissionais de salvamento, que realizam o transporte de pacientes com Covid-19, dão suporte às ações de vacinação e atuam na vigilância e no monitoramento das medidas de distanciamento social.

A vacinação nesses profissionais deve começar ainda neste mês de abril.

Deixe seu comentário

Novo ministro da Defesa se desgasta com colegas de farda por assumir cargo

31 Mar2021

Por Jbelmont às 09h33

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido)​ não foi o único que recebeu críticas da cúpula militar, nos bastidores, sobre a troca feita pelo Palácio do Planalto no Ministério da Defesa. O novo ministro da pasta, general da reserva Walter Braga Netto, também tem, reservadamente, recebido críticas de militares do governo por ter aceitado o pedido do presidente para assumir o cargo, o que, na avaliação deles, pode incentivar uma exploração política das Forças Armadas.

Os militares mais críticos dizem, em caráter reservado, que ao ter aceitado o posto, Braga Netto, até então ministro da Casa Civil, não respeitou a posição do ex-ocupante do cargo, o general da reserva Fernando Azevedo, e se tornou um preposto de Bolsonaro. O tempo de carreira de Braga Netto também é um fator que tem gerado controvérsia na cúpula militar. O general ascendeu ao cargo de comando da Defesa com um tempo inferior aos dos comandantes do Exército e da Marinha, o que é visto por ​integrantes da cúpula militar como uma quebra grave de hierarquia.

Colegas dele alertam ainda que, diante da conjuntura atual, a imagem do ministro sai desgastada junto a generais da ativa e da reserva e que ele errou ao não ter feito, até agora, uma declaração incisiva para negar qualquer ameaça à democracia. O único posicionamento público de Braga Netto foi feito na mensagem do Ministério da Defesa alusiva ao aniversário do golpe militar de 1964. “As Forças Armadas acabaram assumindo a responsabilidade de pacificar o país, enfrentando os desgastes para reorganizá-lo e garantir as liberdades democráticas que hoje desfrutamos”, ressaltou trecho da nota.

Procurado pela Folha, o ministro não se manifestou.

Nos bastidores do Planalto, a postura de Braga Netto lhe rendeu o apelido de “interventor do presidente”. A alcunha é uma referência ao posto de interventor federal no Rio Janeiro, posto ocupado pelo general em 2018, ainda no governo Michel Temer (MDB).

Nem bem tomou posse no cargo, o novo ministro enfrentou nesta terça-feira (30) a sua primeira crise na pasta, com a decisão dos três comandantes das Forças Armadas de pedirem renúncia conjunta.

Em uma reunião tensa com os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, Braga Netto ouviu, segundo relatos da Folha, que nenhum deles participaria de uma aventura golpista. Na reunião, ainda de acordo com relatos, o comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior, teve um momento de exaltação com o novo ministro da Defesa.

Insatisfeito com a demissão de Azevedo, o almirante apontou que a mudança pode gerar apreensão no país e que afeta a imagem das Forças. A demissão de Azevedo ocorreu em um momento em que Bolsonaro vinha cobrando da Defesa manifestações políticas favoráveis a interesses do governo.

O presidente também buscava apoio nas Forças Armadas à ideia de decretar estado de defesa para impedir a adoção de medidas de restrição por governos estaduais e municipais por causa da pandemia da Covid-19. Bolsonaro pressionava pela saída do comandante do Exército, general Edson Pujol, que vinha dando sinais públicos de que não concordava com a politização da instituição.

Agora, Exército, Aeronáutica e Marinha precisarão de novos comandantes. Para fechar essa equação diante do fato de Braga Netto ser mais “moderno” (jargão para indicar que tem tempo de carreira menor), as indicações precisarão levar em conta esse fator caro à hierarquia e à cultura militares. O tempo de carreira foi, inclusive, um dos fatores levados em conta para a demissão coletiva do general Edson Leal Pujol, do tenente-brigadeiro Antonio Bermudez e do almirante Ilques Barbosa Júnior​.

O incômodo entre generais de quatro estrelas se estende ao que pode ocorrer na definição do novo comando do Exército. O favorito até o momento é o general Marco Freire Gomes, comandante militar do Nordeste.

Gomes é mais “moderno” que três generais quatro estrelas de sua turma na Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), a de 1980, e que um general quatro estrelas da turma de 1979, segundo colegas seus de farda. Assim, ele quebraria uma hierarquia por antiguidade, caso passe à frente. O general não integraria nem uma lista tríplice, como é habitual que seja feito com os mais antigos, para escolha pelo presidente.

Na visão de generais, a demissão de Azevedo desestabilizou uma regra cara aos militares. Ele era mais antigo que os comandantes que agora deixaram o cargo. O raciocínio é válido mesmo levando-se em conta que o cargo de ministro da Defesa era tradicionalmente ocupado por um civil justamente como forma de limitar o poder militar. Essa tradição foi quebrada no governo Temer, com a indicação do general da reserva Joaquim Silva e Luna para o comando da pasta.

Foi a primeira vez que a Defesa teve um militar no comando desde 1999, quando a pasta foi criada. Luna e Silva foi depois indicado por Bolsonaro para presidir a Petrobras. Segundo generais ouvidos pela reportagem, Luna e Silva era mais antigo que os comandantes das Forças na ocasião.

Na visão dos militares, o impasse sobre o que está ocorrendo agora, por força da intervenção de Bolsonaro no Ministério da Defesa e nas Forças Armadas, se resume a um questionamento: como receber ordens de um militar mais “moderno”? A expectativa é que Braga Netto anuncie nesta terça-feira (31) os novos comandantes das três Forças. Para a Marinha, o favorito é o atual secretário-geral do Ministério da Defesa, almirante Garnier Santos. Para a Aeronáutica, ainda não há um nome definido.

Com a polêmica em torno da eventual nomeação de Freire Gomes, ministros militares têm tentando convencer Bolsonaro a escolher outro nome para o posto, evitando nova crise com o Exército.

FOLHAPRESS

Deixe seu comentário

Governo do RN aguarda posicionamento do Comitê Científico para definir regras de novo decreto

31 Mar2021

Por Jbelmont às 08h45

O Governo do Estado aguarda um posicionamento do Comitê Científico para elaborar um novo decreto com medidas de enfrentamento à pandemia. No fim da manhã desta terça-feira (30), a governadora Fátima Bezerra se reuniu com prefeitos potiguares para tratar do assunto.

O decreto estadual que está vigente e proíbe atividades que são consideradas não essenciais tem validade até a sexta-feira (2). No encontro desta terça, a governadora afirmou que o Executivo vai analisar as reivindicações dos municípios para iniciar a flexibilização da economia, inclusive, com proposta de regionalização das medidas sob o argumento que as situações dos pequenos comércios nos municípios, principalmente os menores, são singulares.

No encontro, o presidente da Femurn, Anteomar Pereira da Silva (“Babá”), prefeito de São Tomé, disse que a pressão para o retorno das atividades não essenciais é muito grande nos municípios e frisou que não é o pequeno comércio o causador das aglomerações. “Quase 100% dos prefeitos desejam que sejam abertas as atividades que estão fechadas.” De acordo com ele, a maioria aposta na reabertura com fiscalização. O argumento foi o mesmo defendido pelo prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra.

Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, a estrutura de atendimento à saúde no município e as mais de 100 mil pessoas vacinadas na capital dão a certeza de que já se pode flexibilizar na abertura do comércio mantendo fiscalização e distanciamento social.

O Comitê Científico se reúne na noite desta terça e divulgar quais novos direcionamentos devem indicar nesta quarta-feira (31).

TRIBUNA DO NORTE

Deixe seu comentário

Governo deposita restante da folha de março nesta quarta

30 Mar2021

Por Jbelmont às 22h52

O Governo do Rio Grande do Norte conclui o pagamento da folha salarial do mês de março nesta quarta-feira (31) com o depósito de mais de R$ 196 milhões.

Recebem o salário integral quase 22 mil servidores ativos, inativos e pensionistas lotados em pastas com recursos próprios, em um total de R$ R$ 64,8 milhões, além dos 70% restantes dos trabalhadores que recebem acima de R$ 4 mil (valor bruto), com depósito de R$ 131,3 milhões.

No último dia 13 março o Governo do Estado adiantou em mais dois dias o pagamento da primeira parcela do funcionalismo e depositou R$ 240 milhões para o salário integral da Segurança Pública e de quem recebe até R$ 4 mil, além de 30% de quem ganha acima desse valor.

SW

Deixe seu comentário

Quadrilha explode agência bancária e lotérica em São Tomé e incendeia veículo na entrada da cidade para impedir ação da polícia

30 Mar2021

Por Jbelmont às 22h05

Foto: cedida

Cerca de 12 homens armados explodiram uma agência bancária e uma lotérica no centro da cidade de São Tomé, distante 118 quilômetros de Natal. O fato ocorreu na madrugada desta terça-feira (30), os criminosos chegaram a incendiar um veículo em um dos acessos a cidade para impedir a intervenção da polícia.

De acordo com testemunhas os indivíduos chegaram em três veículos, sendo dois carros de passeio e uma caminhonete, todos eles portavam armas de grosso calibre, como fuzis e escopetas. Depois de efetuar vários disparos o grupo explodiu uma agência do Bradesco e uma lotérica, violando o cofre do local.

A Polícia Militar ainda não sabe o valor levado pelos criminosos que conseguiram fugir nos mesmos veículos que chegaram.

Portal B.O.

Deixe seu comentário

Com 3.668 mortes por Covid em 24 horas, Brasil volta a bater pior marca da pandemia

30 Mar2021

Por Jbelmont às 20h10

País contabilizou 12.664.058 casos e 317.936 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Mês de março já é quase duas vezes pior em mortes do que julho de 2020, o segundo com mais óbitos.

Por G1

O Brasil bateu um novo recorde com 3.668 mortes por Covid registradas nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (30) 317.936 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.728, nova pior marca no índice pelo 5º dia consecutivo. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +34%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h de terça.

A um dia do fim do mês, março já tem quase o dobro de mortes por Covid registradas em julho de 2020, que era o pior mês da pandemia --até ser superado pelo mês atual. De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa, julho teve 32.912 óbitos pela doença. Até aqui, foram registradas 62.918 mortes em março no país. Veja abaixo:

Pior mês da pandemia até aqui, março já tem quase o dobro de mortes de julho e 2020, o segundo pior mês — Foto: Editoria de Arte/G1
Pior mês da pandemia até aqui, março já tem quase o dobro de mortes de julho e 2020, o segundo pior mês — Foto: Editoria de Arte/G1

Já são 69 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de mil; pelo vigésimo terceiro dia a marca aparece acima de 1,5 mil; e o país completa agora duas semanas com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. É o quinto recorde seguido nessa média, e pelo quarto dia a média aparece acima da marca de 2,5 mil.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Quarta (24): 2.279
Quinta (25): 2.276
Sexta (26): 2.400 (recorde)
Sábado (27): 2.548 (recorde)
Domingo (28): 2.598 (recorde)
Segunda (29): 2.655 (recorde)
Terça (30): 2.728 (recorde)
Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 12.664.058 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 86.704 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 75.340. Isso representa uma variação de +7% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

Dezessete e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AP, TO, AL, CE, MA, PB, PE, PI, RN e SE.

Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados
Mortes e casos por cidade
Veja como está a vacinação no seu estado
Brasil, 30 de março
Total de mortes: 317.936
Registro de mortes em 24 horas: 3.668
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.728 (variação em 14 dias: +34%)
Total de casos confirmados: 12.664.058
Registro de casos confirmados em 24 horas: 86.704
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 75.340 por dia (variação em 14 dias: +7%)
Estados
Subindo (17 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AP, TO, AL, CE, MA, PB, PE, PI, RN e SE
Em estabilidade (7 estados): PR, RS, SC, AC, PA, RO e BA
Em queda (2 estados): AM e RR
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Deixe seu comentário

Brasil bate novo recorde com 3.780 mortes por Covid-19 registradas em 24 horas; Novos casos são 84 mil

30 Mar2021

Por Jbelmont às 19h18

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (30):

– O país registrou 3.780 óbitos nas últimas 24h, totalizando 317.646 mortes;

– Foram 84.494 novos casos de coronavírus registrados, no total 12.658.109 pessoas já foram infectadas.

– O número total de recuperados do coronavírus é 11.074.483, com o registro de mais 105.694 pacientes curados. Outros 1.265.980 pacientes estão em acompanhamento.

Deixe seu comentário

Chefes do Exército, Aeronáutica e Marinha serão substituídos, diz Defesa

30 Mar2021

Por Jbelmont às 14h07

FOTO: MARCOS CORRÊA/PR

Os comandantes do Exército, Edson Leal Pujol, da Marinha, Ilques Barbosa Júnior, e da Aeronáutica, Antônio Carlos Moretti Bermudez, serão substituídos dos cargos, anunciou o Ministério da Defesa em nota oficial, nesta terça-feira (30). A decisão da cúpula das Forças Armadas é uma resposta à saída repentina de Fernando Azevedo da chefia do Ministério da Defesa, após Jair Bolsonaro demiti-lo ontem.

A decisão foi comunicada em reunião realizada nesta terça-feira (30), com presença do ministro da Defesa nomeado, Braga Netto, do ex-ministro, Fernando Azevedo, e dos Comandantes das Forças.

Azevedo funcionava como anteparo aos movimentos de Bolsonaro de exigir o alinhamento incondicional das Forças Armadas às suas posições políticas. “A politização das Forças Armadas não será aceita”, afirmou um ex-ministro civil à colunista do R7 Christina Lemos, após diálogo com fontes militares.

Segundo oficial da Marinha ligado à cúpula da Defesa ouvido nesta manhã, o ambiente no ministério não é de crise, mas há insatisfação com a forma como Fernando Azevedo foi substituído no posto, na tarde de ontem (29), pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Vamos deixar a política para os políticos”, diz o oficial. “Não haverá politização das Forças Armadas”, repetem desde a tarde desta segunda-feira fontes da área militar.

“As Forças Armadas seguirão seu papel constitucional e, neste momento, nossa missão é ajudar a salvar vidas”, completa a fonte da Marinha, em uma referência às ações das três forças no combate à pandemia do coronavírus.

R7

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +