.

Novo decreto estadual recomenda fechamento de praias no fim de semana

20 Maio2020

Por Jbelmont às 10h14

O Governo do Rio Grande prorrogou as medidas restritivas de isolamento social por mais 15 dias, como forma de evitar a proliferação da pandemia do novo coronavírus. O novo texto apresenta uma novidade:a recomendação para o fechamento das orlas urbanas durante os fins de semana, nos municípios potiguares – cabendo ser seguida ou não pelas cidades litorâneas.

O novo decreto estadual publicado no Diário Oficial (DOE) entrou em vigor nesta quarta-feira (20) e vale até o dia 4 de junho

Deixe seu comentário

Sindicato fecha agências do BB da Prudente e Caixa do Alecrim por Covid

20 Maio2020

Por Jbelmont às 09h39

O Sindicato dos Bancários do RN fechou as agências do Banco do Brasil da Prudente de Morais e Caixa Econômica Federal do Alecrim. As agências apresentaram casos de coronavírus nos últimos dias e os bancos não vinham cumprindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde que prevê o fechamento do local para desinfecção e o afastamento para isolamento e/ou testagem dos demais trabalhadores.

“Os bancos são dos poucos setores que continuam lucrando durante a pandemia, nem assim colocam a saúde de seus funcionários e clientes como prioridade. O Sindicato permanecerá atento às atitudes dos bancos e defendendo a saúde de bancários e da população”, disse trecho de nota.

Deixe seu comentário

De porta em porta: Prefeitura de São Gonçalo do Amarante inicia distribuição de 100 mil máscaras às famílias carentes

20 Maio2020

Por Jbelmont às 09h37

Para evitar aglomeração e disseminação da Covid-19, equipes da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN estão realizando entrega de máscaras à domicílio, para as famílias em vulnerabilidade social. A distribuição iniciou no bairro Jardim Lola, na última sexta-feira (15), e acontecerá em todas comunidades do município. 100 mil máscaras serão distribuídas.

 

bg

Deixe seu comentário

Em seu novo depoimento, delegado desmente Bolsonaro

20 Maio2020

Por Jbelmont às 07h24

Em seu novo depoimento, prestado na tarde desta terça-feira, o delegado Carlos Henrique Oliveira, agora diretor executivo da PF acabou desmentindo o Presidente Bolsonaro.

Em 5 de maio, Bolsonaro disse na saída do Alvorda, que o delegado Carlos Henrique Oliveira, então superintendente da PF no Rio de Janeiro, havia sido convidado pelo novo diretor-geral, Rolando Alexandre de Souza, para seu número dois:

“Eu estou trocando ele? Eu estou tendo influência sob a Polícia Federal? Ele está saindo de lá para ser diretor-executivo a convite do atual diretor-geral”.

Em seu segundo depoimento, porém, Carlos Henrique Oliveira apresentou uma nova versão, dizendo que foi chamado para o cargo por Alexandre Ramagem, chefe da ABIN.

Com isso, liberou-se a vaga de superintendente da PF no Rio de Janeiro, que era a principal meta de Jair Bolsonaro, como denunciou Sergio Moro.

MAIS MUDANÇAS

Ao mudar ontem a versão sobre sua nomeação para a diretoria-executiva da Polícia Federal, o delegado Carlos Henrique Oliveira de Sousa desmontou, em parte, o relato de Alexandre Ramagem sobre sua real influência no atual comando da corporação.

Em seu depoimento, na semana passada, o diretor da Abin ressaltou “que não teve qualquer influência” na nomeação de Carlos Henrique para a direção executiva, o segundo posto na hierarquia, abaixo apenas do diretor-geral, Rolando Alexandre de Souza.

Carlos Henrique, porém, como mostramos, afirmou que ele foi sondado por Alexandre Ramagem para o cargo em 27 de abril.

Nessa época, Ramagem era o escolhido por Jair Bolsonaro para chefiar a PF — a nomeação só não se concretizou pela decisão de Alexandre de Moraes que barrou sua posse.

O novo depoimento de Carlos Henrique sugere que, efetivamente, sua escolha para a direção executiva partiu de Ramagem, não de Rolando.

O ANTAGONISTA

Deixe seu comentário

Governo do RN prorroga isolamento social até o dia 4 de junho no mesmo formato

20 Maio2020

Por Jbelmont às 07h19

O Governo do Rio Grande do Norte prorrogou as medidas de distanciamento social para o combate ao coronavírus até o dia 4 de junho. Segundo o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, o decreto mantém as mesmas medidas em vigor e não tem maiores alterações. Apesar da pressão que surgiu sobre o governo para instaurar o isolamento social total, o ‘lockdown’, o Estado seguiu o entendimento do Comitê Técnico da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap/RN) de que ainda há espaço para aumentar o isolamento social dentro das regras atuais.

O Comitê Técnico é formado por representantes da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap/RN) além de pesquisadores e médicos infectologistas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Juntos, eles enviaram uma recomendação ao governo estadual nesta terça-feira, 19, que não inclui o decreto de isolamento social total (lockdown). A informação foi confirmada pela médica infectologista Marise Reis, participante do grupo. O entendimento é que essa medida é um último recurso a ser decretado por ser mais radical, depois de esgotada todas as outras possibilidade de mitigação do contágio do novo coronavírus.

“O posicionamento da governadora segue sempre a avaliação das medidas de restrição analisadas pelo Comitê Científico, e no momento a avaliação do comitê científico é que ainda não é o caso de lockdown. Isso está em permanente monitoramento e pode ser sim uma medida tomada mais na frente”, afirmou o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, à TRIBUNA DO NORTE.

O entendimento do Comitê Científico sobre o lockdown é o mesmo da semana passada, mas passou por uma reavaliação nesta segunda-feira, 18, após o número de mortos em 24 horas superar as projeções realizadas semanalmente e a ocupação dos leitos chegar perto do total. Na semana passada, o pesquisador e cientista Ricardo Valentim, membro do Comitê Científico, afirmou que “o Governo já tem um decreto muito restritivo”. “Deve se trabalhar para cumprir o que está no decreto e o Estado já está trabalhando para isso. Se fizer o ‘lockdown’ e não houver melhora, qual seria o próximo passo?”, declarou.

TRIBUNA DO NORTE

Deixe seu comentário

Covid: Brasil registra pela 1ª vez mais de mil mortes em 24 horass e 271.628 casos confirmados

19 Maio2020

Por Jbelmont às 19h49

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (19) seu mais recente balanço de mortes e casos confirmados de Covid-19. Os principais dados são:

17.971 mortes, eram 16.792 na segunda

Em 24 horas, foram mais 1.179 novas mortes registradas

271.628 casos confirmados, eram 254.220 casos na segunda

Em 24 horas, foram mais 17.408 casos

G1

Deixe seu comentário

“Questão patrimonial”, diz delegado sobre tragédia na família Flor

19 Maio2020

Por Jbelmont às 19h05

Túlio Flor e Tasso Flor

 

As investigações iniciais acerca da tragédia envolvendo os irmãos Tasso e Túlio Flor apontam que a “questão patrimonial” foi o principal motivo para as discussões e consequentes mortes ocorridas nesta terça-feira (19). 


No início da manhã desta terça (19), na fazenda da família localizada no município de São Pedro, o empresário Tasso Flor efetuou vários disparos contra o irmão, Túlio Flor, na frente de outros familiares. Após o assassinato, Tasso se matou.

De acordo com o delegado Otacílio Medeiros, responsável pelas apurações, a fazenda Conceição, pertencente à família, seria arrendada, e esse teria sido o motivo que causou a discórdia e a tragédia. Mas, aparentemente, o crime não foi premeditado”, relatou ao Agora RN.

As investigações devem seguir por cerca de 20 dias, segundo o delegado. “Mas tudo indica que foi a questão patrimonial”, disse.

Com informações do Agora RN

Deixe seu comentário

Maia indica que eleição municipal será adiada, mas sem prorrogação de mandatos

19 Maio2020

Por Jbelmont às 18h17

 

Foto: Najara Araujo / Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou nesta terça-feira que a data das eleições municipais deste ano deve ser adiada em razão da pandemia do novo coronavírus. Maia afirmou que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), irá montar um grupo de deputados e senadores na próxima semana para debater o assunto. A tendência, de acordo com o presidente da Câmara, é postergar a data do pleito, marcada para o dia 4 de outubro. Entretanto, segundo ele, há o entendimento de que a medida não deverá compreender a postergação de mandato de prefeitos e vereadores.

As prefeituras seriam ocupadas, portanto, por um político eleito ainda este ano. Para que haja a mudança, os parlamentares precisam alterar a Constituição. A Carta determina, em ano eleitoral, a votação de primeiro turno no primeiro domingo do mês de outubro e o segundo turno no último domingo de outubro.

— Vamos começar a discussão nos próximos dias sobre a data da eleição. O presidente Davi vai construir um grupo junto com a Câmara para que nós possamos discutir a questão da data da eleição, se vamos mantê-la no mesmo dia ou se a decisão do parlamento vai ser modificá-la dentro do próprio mandato, uma outra data. Então seria seria o adiamento da eleição sem prorrogação de mandato. Eu vi ontem, na discussão com os líderes, que essa é uma posição de quase unanimidade. A maioria dos parlamentares entende que podemos ter o adiamento, mas não devemos ter a prorrogação de nenhum mandato — disse Maia.

A visão dos parlamentares é a mesma já defendida pelo ministro Luís Roberto Barroso, que assumirá a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na próxima segunda-feira. O ministro diz que, se for o caso de mudar a data, o adiamento possa ser o mais breve possível, sem alterar o tempo de mandato dos atuais e futuros prefeitos.

Maia disse que, após a discussão entre parlamentares, haverá um diálogo também com Barroso. Em abril, o TSE criou um grupo de trabalho para projetar os impactos da pandemia provocada pelo novo coronavírus. A ideia é monitorar a pandemia e os possíveis impactos no pleito. Alguns dos motivos de preocupação do tribunal são as possíveis aglomeração em convenções partidárias e o atraso de testes das urnas eletrônicas.

Ao chegar à Câmara, Maia também falou sobre os projetos que tramitam na Casa. Nesta terça-feira, a Câmara pode votar uma proposta que cria o Tribunal Regional Federal de Minas Gerais, sediado em Belo Horizonte. Questionado sobre a pertinência da votação em cenário de pandemia, ele disse que não acha o melhor momento para debater o assunto. Entretanto, decidiu atender a um pedido da bancada de Minas Gerais. Nas últimas semanas, o grupo e o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, pressionam pela criação do tribunal.

— A bancada de Minas demandou a votação dessa matéria. Eu disse que entendia que não era o melhor momento, mas há demanda da bancada mineira. Tinha me comprometido a pautar a matéria. Claro que tem uma boa parte dos parlamentares que gostaria de ver esse projeto votado, aprovado ou não, em outro momento, mas agora é uma decisão que cabe ao coletivos de deputados e deputadas, sob orientação dos líderes, para que se tome a decisão. Ela está pautada, porque foi assim que eu combinei com a bancada mineira e muitos líderes – disse Maia.

De acordo com Maia, o tema é “polêmico” e deve suscitar divergências durante a votação.

O Globo

Deixe seu comentário

Casos de coronavírus e número de mortes no Brasil em 19 de maio

19 Maio2020

Por Jbelmont às 13h47

As secretarias estaduais de Saúde confirmam no país 261.567 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 17.375 mortes.

Veja os dados sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (19), segundo levantamento exclusivo do G1 junto às secretarias estaduais de saúde. Foram registradas 17.375 mortes provocadas pela Covid-19 e 261.567 casos confirmados da doença em todo o país.

Com esses números, o Brasil se torna o terceiro país no mundo com o maior número de casos confirmados da doença, atrás de Estados Unidos e Rússia.

O balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira (18) informa 16.792 mortos e 254.220 casos.

Deixe seu comentário

RN registra 3.483 casos de covid-19, mais de 10 mil suspeitos, 7.988 descartados, 992 recuperados e 160 mortes; nas últimas 24 horas, doze óbitos confirmados

19 Maio2020

Por Jbelmont às 12h33

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta terça-feira(19).

O número de casos confirmados chega a 3.483, enquanto eram 3.183 no boletim dessa segunda-feira. 300 casos a mais.

O total de vítimas do covid-19 no RN chega a 160 – são 12 óbitos a mais que a atualização do boletim dessa segunda-feira.

Os casos suspeitos chegam a 10.699. Descartados somam 7.988, e pacientes recuperados, de acordo com o boletim são ao todo 992.

Deixe seu comentário

Tragédia: na tradicional família Flor de Natal, Morrem Túlio Flor e Tasso Flor

19 Maio2020

Por Jbelmont às 11h07

Na manhã de hoje (19), por volta de 8h30, uma discussão familiar na fazenda da família no interior do Rio Grande do Norte, acabou em tragédia. 

Família muito conhecida no Rio Grande do Norte pela rede de postos Jota Flor. O caso aconteceu na fazenda Conceição, no município de São Pedro do Potengi.

Tasso Flor, após discutir com Túlio Flor, sacou uma arma e atirou no irmão. Depois, tirou a própria vida.

A Polícia Militar informou que foi até a propriedade e isolou o local, onde a Polícia Civil realiza a perícia sobre o crime. Ainda não há detalhes sobre a ocorrência.

 

Na foto Túlioi Flor 

Deixe seu comentário

Auxílio Emergencial: Caixa paga nesta terça 1ª parcela para novos aprovados nascidos em janeiro

19 Maio2020

Por Jbelmont às 08h26

Também nesta terça, beneficiários do Bolsa Família com NIS terminado em 2 recebem a segunda parcela de R$ 600.

A Caixa Econômica Federal (CEF) começa a pagar nesta terça-feira (19) a primeira parcela do Auxílio Emergencial para um novo grupo de pessoas aprovadas para receber o benefício. Os primeiros a receber, já nesta terça, serão os trabalhadores nascidos nascidos em janeiro.

Os pagamentos vão até 29 de maio, em dias escalonados por mês de nascimento (veja o calendário mais abaixo). Até o final dos pagamentos, serão creditados R$ 5,3 bilhões a mais de 8,3 milhões de pessoas. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Também nesta terça, o banco credita a segunda parcela do auxílio para 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família cujo NIS é terminado em 2. Já os trabalhadores que estão no Cadastro Único e não recebem o Bolsa Família, assim como os que se inscreveram no Auxílio Emergencial através do site ou aplicativo, começam a receber a parcela apenas na quarta-feira (20).

Veja calendário da 2ª parcela

SAIBA TUDO SOBRE O AUXÍLIO EMERGENCIAL
Primeira parcela para novos aprovados
A primeira parcela para esse novo grupo será creditada na conta escolhida pelo beneficiário, da forma como receberam os primeiros beneficiários: nas contas da Caixa, na Poupança Social Digital ou em contas de outros bancos. Esses beneficiários também poderão fazer o saque em espécie do auxílio na data da liberação.

Veja como ficou o calendário de pagamento da 1ª parcela para novos aprovados:

19 de maio (terça): nascidos em janeiro
20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro
21 de maio (quinta): nascidos em março
22 de maio (sexta): nascidos em abril
23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho
25 de maio (segunda): nascidos em agosto
26 de maio (terça): nascidos em setembro
27 de maio (quarta): nascidos em outubro
28 de maio (quinta): nascidos em novembro
29 de maio (sexta): nascidos em dezembro

Calendário da 2ª parcela
O calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial começou na de segunda-feira (18) e seguirá até 13 de junho. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

O calendário da segunda parcela vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. O governo não informou quando vai pagar a segunda parcela para quem receber a primeira depois desta data.

São 3 calendários:
um para recebimento em poupança social
um para saque em espécie para beneficiários do Bolsa Família
um para saque em espécie para poupança social e transferência de recursos
Segundo portaria sobre o calendário, assinada pelo ministro Onyx Lorenzoni, quem recebeu a 1ª parcela até 30 de abril receberá o crédito da segunda parcela em poupança social digital a partir de quarta-feira (20), de acordo com a data de nascimento - mesmo para os trabalhadores que receberam a primeira parcela em outra conta bancária.

Inicialmente, os recursos estarão disponíveis apenas em na poupança social digital para movimentações digitais: pagamento de contas, de boletos e realização de compras por meio de cartão de débito virtual. Os saques em espécie para esse público poderão ser feitos só a partir de 30 de maio, também de acordo com a data de nascimento.

Para quem recebe o Bolsa Família, o calendário é diferente. Os beneficiários vão receber nas mesmas datas e da mesma forma em que recebem esse benefício, nos últimos 10 dias de maio.

Deixe seu comentário

Governadores opositores de Bolsonaro já adotam cloroquina contra covid-19, mas sem alarde

19 Maio2020

Por Jbelmont às 06h58

Enquanto se repete a ladainha de que a ciência ainda não aprovou o uso da cloroquina contra Covid-19, políticos que acusavam o presidente Jair Bolsonaro de “irresponsabilidade” pela discussão pública do assunto, já adotam o uso do medicamento. Alguns admitem isso publicamente, como os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de Alagoas, Renan Filho (MDB), do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM) e do Amapá, Waldez Goes (PDT), que introduziram a cloroquina no protocolo de tratamento da doença, mas a maioria, embora use, não admite isso. Casos do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), e dos governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e do Ceará, Camilo Santana (PT). A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Em São Paulo, Roberto Kalil e David Uip, médicos famosos, foram salvos pela cloroquina. Mas só Kalil o admitiu, sem medo de irritar João Doria.

Prefeituras no Pará de Helder Barbalho (MDB), crítico do presidente, já distribuem o “Kit Covid-19” com cloroquina e outros medicamentos.

Presidente dos EUA, Donald Trump contou que usa preventivamente a cloroquina, “como fazem os médicos e enfermeiros na ponta”.

O uso crescente da cloroquina parece confirmar que o objetivo continua sendo o de salvar vidas, mas sem esquecer o interesse político-eleitoral.

DIÁRIO DO PODER

Deixe seu comentário

Mais de 100 mil brasileiros já estão recuperados da COVID-19

19 Maio2020

Por Jbelmont às 00h15

Nesta segunda-feira (18), o Brasil alcançou a marca de 100.459 pessoas recuperadas da COVID-19, o que representa 39,5% do total de casos confirmados até o momento: 254.220 pessoas.

Outras 136.969 pessoas estão sendo acompanhadas (53,9%) por profissionais que monitoram a evolução da doença.

As informações foram atualizadas até as 19h de hoje e repassadas ao Ministério da Saúde pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil.

Deixe seu comentário

Parabéns, meu filho Rogers Belmont!

19 Maio2020

Por Jbelmont às 00h08


Parabenizar hoje este filho iluminado, Rogers Belmont, por mais um ano de vida.
Que Deus continue abençoando você, sua esposa Cibele, meus netos Henrique e Felipe Camilo.
Um beijo grande de seu pai, de Jarda e de suas irmães que lhe amam muito.

Deixe seu comentário

Juiz rejeita ação do Sindsaúde-RN por ‘lockdown’ no Rio Grande do Norte

18 Maio2020

Por Jbelmont às 21h37

O juiz Luiz Alberto Dantas Filho decidiu pelo arquivamento da ação judicial do Sindicato dos trabalhadores em saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde-RN) que pedia o lockdown em todo estado.

Na decisão, o juiz considerou que o sindicato não possui legitimidade para promover ação desta natureza.

Deixe seu comentário

Coronavírus: Brasil tem 13 mil novos casos, ultrapassa Reino Unido e é o 3º em infectados pela doença

18 Maio2020

Por Jbelmont às 21h00

País tem 674 novos óbitos e chega a 16.792 no total
 
O Brasil registrou 13.140 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, superando o Reino Unido e chegando à terceira posição no ranking dos países com o maior número de infectados pela doença. De acordo com o governo britânico, o Reino Unido tem 246.406 mil casos da doença. Nesta segunda, o Brasil tem 254.220 mil casos e 16.792 mortes, das quais 674 foram registradas de domingo para segunda-feira.

Pandemia: Os números do novo coronavírus no Brasil e no mundo

De acordo com o ranking divulgado pela universidade norte-americana Johns Hopkins, apenas Rússia (290.678) e Estados Unidos (1.504.386) têm mais casos que o Brasil. Na semana passada, o Brasil já havia passado a Itália e a Espanha, que foram epicentros da epidemia na Europa.
 
 
O balanço desta segunda-feira mostra que, após quase uma semana na terceira posição em número de casos, o Rio de Janeiro voltou a superar o Ceará — foram 4 mil novos diagnósticos ao longo de 24h em território fluminense.

São Paulo é o estado com mais casos da doença no Brasil: são 163.066 até o momento. Em seguida vem Rio de Janeiro (26.665), Ceará (26.363), Amazonas (20.913) e Pernambuco (20.094).

Em relação ao número de mortes, São Paulo também aaprece na frente, com 4.823 óbitos até o momento. Depois vem Rio de Janeiro (2.852), Ceará (1.748), Pernambuco (1.640) e Amazonas (1.433).

Esperança: Vacina testada em humanos gera resposta imunológica e é segura, diz empresa

Apesar da terceira posição em número de casos confirmados da doença, o Brasil ainda está na sexta posição em número de mortos pela Covid-19, atrás da Espanha (27.709), França (28.242), Itália (32.007), Reino Unido (34.876) e Estados Unidos (90.194).

Antes da divulgação dos dados desta segunda-feira, o secretário-adjunto de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, ponderou que, apesar de os dados absolutos colocarem o Brasil entre os seis países com o maior número de casos e de mortes, a posição do Brasil cai quando esses dados são comparados ao tamanho da população.

Segundo o Ministério da Saúde, até a divulgação dos dados desta segunda-feira, o Brasil tinha a 38ª maior taxa de incidência da Covid-19. A taxa de incidência é a calculada pela quantidade de casos divididos por grupo de 1 milhão de habitante.

Em relação às mortes por grupo de 1 milhão de habitante, o Brasil é o 18º no ranking, segundo o Ministério da Saúde.

g1
Deixe seu comentário

Espanha, Itália e Reino Unido tem queda nas mortes por covid-19

18 Maio2020

Por Jbelmont às 17h02

 

Governo espanhol confirmou 59 f fatalidades as últimas 24 horas, enquanto Itália registrou pela primeira vez desde março menos de 100 óbitos

Nesta segunda-feira (18) a Itália, a Espanha e o Reino Unido registraram queda no número de mortes por covid-19.

Os três países são os mais afetados pela pandemia do coronavírus na Europa e, lentamente, conseguem controlar o número de casos e óbitos decorrentes pela doença.

Na Itália foram registradas 99 mortes, contra alta de 145 do domingo (17), informou a Agência de Proteção Civil do país, marcando o primeiro registro abaixo de 100 desde 9 de março.

Os novos casos aumentaram em apenas 451, contra alta de 675 do dia anterior, o número diário mais baixo desde 2 de março.

O declínio no número diário de mortes contrariou uma tendência de longo prazo na qual as mortes caíam aos domingos apenas para aumentar novamente no dia seguinte.

Na Espanha, o Ministério da Saúde confirmou 59 mortes nas últimas 24 horas em decorrência da covid-19, enquanto o número de casos a mais foi de 285. Com isso, os totais sobem para 27.709 óbitos e 231.606 ocorrências de infecção.

O boletim de ontem apresentado pelo Ministério da Saúde apresentava 87 falecimentos e 421 casos.

O atual país com o maior número de mortos na Europa, o Reino Unido também teve recuo no número de novos óbitos. O governo britânico relatou 160 novas mortes, dez a menos que ontem e o menor número diário desde o final de março, o que elevou o total de vítimas do novo coronavírus no Reino Unido para 34.796 desde o começo da pandemia.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Mitt Hancock, em 24 horas, foram realizados 100.678 testes diagnósticos, detectando 2.684 novas infecções.

EXTRA

Deixe seu comentário

Morre deputado federal Luiz Lauro Filho aos 41 anos em Campinas

18 Maio2020

Por Jbelmont às 16h42

 

Parlamentar sofreu infarto na madrugada, segundo os familiares. Ele é sobrinho do prefeito de Campinas, Jonas Donizette, e filho do ex-deputado estadual Luiz Lauro.

O deputado federal Luiz Lauro Filho (PSDB), de 41 anos, morreu nesta segunda-feira (18) após sofrer um infarto. Ele foi socorrido e chegou a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Centro Médico, de Campinas (SP).

Luiz Lauro Filho passou mal por volta de 2h e foi levado ao hospital, onde foi acompanhado pelos irmãos. A informação obtida pela EPTV, afiliada da TV Globo, é que o parlamentar sofreu duas paradas cardíacas e veio a óbito no início da tarde.

O parlamentar é sobrinho do prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), que divulgou nota sobre o falecimento.

"Faleceu hoje, 18 de maio, vítima de infarto, Luiz Lauro Filho, meu sobrinho, filho de meu irmão Luiz Lauro Ferreira e de Iara Fais Ferreira. Deixa dois irmãos e um casal de filhos ainda pequenos. Luizinho, como era conhecido, era muito alegre e expansivo. Deixa muita saudade. Peço a oração de todos, em especial para meu irmão Luiz Lauro. Perder um filho é uma dor imensurável. Se possível, em suas orações, peça a Deus que dê consolo a ele e a toda a família."

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), lamentou a morte de Lauro Filho, e disse que a notícia "impactou e entristeceu" a todos. G1

Deixe seu comentário

O Mapa das chuvas no fim de semana; veja boletim pluviométrico

18 Maio2020

Por Jbelmont às 15h52

Destaque para as regiões leste e agreste, com até 151 milímetros.

 

OESTE POTIGUAR

Alexandria(Emater) 77,4
Upanema(Prefeitura) 58,6
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 50,4
Água Nova(Prefeitura) 32,0
Martins(Particular) 27,9
João Dias(Emater) 26,0
Rafael Fernandes(Emater) 24,6
Paraná(Emater) 24,0
Pau Dos Ferros(Particular) 23,0
Riacho De Santana(Emater) 23,0
Dr. Severiano(Emater) 21,0
Grossos 20,9
Viçosa(Prefeitura) 20,1
José Da Penha(Emater) 19,4
Serra Do Mel(Prefeitura) 19,3
Alto Do Rodrigues(Diba/baixo Assu) 18,2
Lucrécia(Emater) 16,7
Areia Branca(Emater) 16,2
Venha Ver(Emater) 16,0
Coronel João Pessoa(Emater) 15,0
Major Sales(Prefeitura) 15,0
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 15,0
Pendências(Ana) 14,1
Ipanguaçu(Emater) 13,9
Campo Grande(Particular 2) 13,1
Mossoró(Prefeitura) 12,0
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 11,2
Jucurutu(Emater-pedra do Navio) 11,0
Itaja(Emater) 10,0
Riacho Da Cruz(Emater) 9,0
Severiano Melo(Prefeitura) 9,0
Baraúna(Emater) 7,3
São Rafael(Emater) 6,8
Janduís(Emater) 6,6
Felipe Guerra(Prefeitura) 6,5
São Rafael(Particular Ii) 6,4
Francisco Dantas(Emater) 4,0
São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 3,9
Olho D’agua Dos Borges(Particular) 3,6
Campo Grande(Particular) 2,1
Ipanguaçu(Base Fisica Da Emparn) 1,6
Rafael Godeiro(Emater) 0,8
Caraúbas(Particular) 0,7

CENTRAL POTIGUAR

Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn) 43,0
Lajes(Olho Dagua Dois Irmaos) 40,5
Timbaúba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) 40,0
Caicó(Acude Itans) 22,4
São Bento Do Norte(Prefeitura) 21,0
São João Do Sabugi(Emater) 20,0
Acari(Particular) 18,9
Pedro Avelino(Particular) 18,3
São José Do Seridó(Fz Caatinga Grande) 18,0
Guamaré(Lagoa Doce) 17,1
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais) 15,0
Fernando Pedroza(Emater) 14,4
Macau(Posto Nosso Barco) 13,2
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 12,8
São José Do Seridó(Associacao Usuarios Agua) 12,0
Carnaúba Dos Dantas(Emater) 10,4
Parelhas(Emater) 9,7
Santana Do Serido(Emater) 9,5
Angicos(Prefeitura) 7,4
Lajes(Prefeitura) 5,3
São Vicente(Emater(ex-particular)) 4,8
Cerro Cora(Emater) 2,6
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 2,5
Currais Novos(Sec Meio Amb. Ex Cersel) 1,8
Florânia(Sitio Jucuri) 1,5
Santana Do Matos(Emater) 1,5

AGRESTE POTIGUAR

São Pedro(Emater) 85,0
João Câmara(Centro Saude) 66,3
Monte Alegre(Emater) 60,0
Vera Cruz(Emater) 51,0
Ielmo Marinho(Prefeitura) 41,9
Monte Das Gameleiras(Emater) 33,0
Tangará(Emater) 27,0
Rui Barbosa(Emater) 24,3
São Paulo Do Potengi(Emater) 22,0
Japi(Particular) 21,7
Lagoa De Pedras(Prefeitura) 21,0
Jaçanã(Emater) 19,5
Boa Saúde(Emater) 19,0
São Bento Do Trairi(Prefeitura) 11,9
Lagoa De Velhos(Delegacia) 10,5
Santa Cruz(Emater) 6,5

LESTE POTIGUAR

Ceará-Mirim(Agroindustria-fz Limoeiro) 151,0
Extremoz(Emater) 149,4
Natal 138,6
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 124,2
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 120,4
Goianinha(Emater) 89,5
Montanhas(Prefeitura) 77,0
Espírito Santo(Prefeitura) 39,7
Baía Formosa(Prefeitura) 37,5
São José Do Mipibu(Centern – Emater) 2,4

Deixe seu comentário

As secretarias estaduais de Saúde confirmam no país 245.595 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 16.370 mortes.

18 Maio2020

Por Jbelmont às 15h13

Veja os dados sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (18), segundo levantamento exclusivo do G1 junto às secretarias estaduais de saúde. Foram registradas 16.370 mortes provocadas pela Covid-19 e 245.595 casos confirmados da doença em todo o país.

Deixe seu comentário

RN registra 148 mortes por covid-19 e tem 59 sob investigação; nove óbitos em comparação com o boletim desse domingo

18 Maio2020

Por Jbelmont às 12h25

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta segunda-feira (18).

O total de vítimas do covid-19 no RN chega a 148. São nove óbitos a mais que a atualização do boletim divulgado no fim da noite desse domingo(17). A Sesap ainda alerta que 59 mortes estão sob investigação.

Casos confirmados, suspeitos e descartados ainda não foram atualizados e serão divulgados ao decorrer do dia.

Deixe seu comentário

Ministro da Justiça, André Mendonça, diz ter “total segurança” de que inquérito sobre Bolsonaro será arquivado

18 Maio2020

Por Jbelmont às 11h50

O ministro da Justiça, André Mendonça, aposta que o inquérito que apura se Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal será arquivado.

“Não há qualquer elemento indicativo de ilícito. Temos total segurança de que, em breve, esse inquérito será arquivado”, afirmou Mendonça em entrevista ao SBT.

“Pelo histórico que eu tenho com o presidente da República, em várias situações ele sempre nos deu total liberdade. Por acompanhar há um ano e meio a postura republicana dele no trato da coisa pública, por sempre cobrar de todos nós a fazermos o certo, por sempre cobrar dos órgãos policiais uma repressão e um combate efetivo à criminalidade, e por todo contexto que está no entorno da história do presidente da República, tenho total convicção que esse inquérito será arquivado.”

Ele disse ainda:

“O que eu posso dizer com segurança é que não há qualquer ilícito por parte do presidente da República.”

O Antagonista

Deixe seu comentário

Depois da entrevista ‘entregando’ Flávio Bolsonaro, empresário Paulo Marinho recebe apoio de Sergio Moro e pede proteção para ele e a família [0] Comentários | Deixe seu comentário.

18 Maio2020

Por Jbelmont às 10h26

Ex-amigo de Bolsonaro, a quem apoiou nas eleições de 2018, e pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro, Paulo Marinho pediu proteção à polícia depois da entrevista em que denuncia o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, de quem é suplente.

Ele postou no seu twitter:

Blog de Thaisa Galvão

Deixe seu comentário

JÁ NÃO ESCONDE MAIS: Miriam Leitão escreve os motivos e como deve ser o pedido de Impeachment de Jair Bolsonaro

18 Maio2020

Por Jbelmont às 10h13

A jornalista Miriam Leitão, em seu artigo neste domingo do O Globo, já não disfarça mais sua vontade e desejo. Nele, a jornalista discorre os motivos e como deve ser o pedido de Impeachment do Presidente Jair Bolsonaro. Segue: 


O presidente Jair Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade. Vários. Ele tem ameaçado a federação, tem infringido o direito social à saúde, ameaça o livre exercício do Poder Legislativo e do Poder Judiciário. Tanto a lei que regulamenta o afastamento do presidente, a 1079/1950, quanto a Constituição Federal estabelecem o que são os crimes de responsabilidade. Impeachment é um julgamento político, e quem estiver na presidência precisa apenas de 172 votos para barrá-lo. O inquérito na PGR investiga se ele cometeu outros crimes. Até agora os depoimentos e contradições enfraqueceram a defesa do presidente. O procurador-geral da República, Augusto Aras, pode querer muito arquivar o inquérito, mas os indícios aumentam a cada dia.

Bolsonaro pode enfrentar um processo de impeachment no Congresso, se o deputado Rodrigo Maia der início. Há elementos para embasar um pedido de interrupção de mandato por crime de responsabilidade. O Congresso pode fazer isso ou não. É processo longo e penoso. Mas se não ocorrer, a explicação não estará em falta de crime, mas sim em algum insondável motivo que pertence aos desvãos da política.

O artigo 9º da lei 1079 estabelece em seu inciso 7 que é crime contra a probidade da administração “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”. Decoro que ele quebrou inumeráveis vezes. No inciso 5, “infringir no provimento de cargos públicos, as normas legais”. O que está sendo revelado no inquérito da suspeita de interferência na Polícia Federal dá várias razões para se concluir que ele tentou ferir esse dispositivo da lei. O artigo 6º caracteriza os crimes contra o livre exercício dos poderes constitucionais. O primeiro inciso fala em “tentar dissolver o Congresso Nacional” ou “tentar impedir o funcionamento de qualquer das Câmaras”. O presidente Bolsonaro já participou de atos que explicitamente pedem o fechamento do Congresso, em faixas e palavras de ordem e nos motivos da convocação. Discursou dizendo que acreditava nos manifestantes e afirmou que as Forças Armadas estavam com eles, em clara ameaça ao país. No artigo 7º, a lei de 1950 define o crime contra o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais. Nele, o inciso 9 indica: “violar patentemente qualquer direito e garantia individual.” Nesse ponto se enquadra a violação do direito à saúde, quando ele prega diariamente contra as medidas recomendadas por todas as autoridades sanitárias do mundo e todos os especialistas brasileiros em saúde pública.

No artigo 85 da Constituição Federal são considerados crimes de responsabilidade os atos do presidente que atentem contra: “a existência da União.” Bolsonaro foi do “aqueles governadores paraíba” até a conclamação dos empresários para jogar pesado contra os governadores porque “é guerra”. Isso atenta contra a União. “O livre exercício do Poder Legislativo e do Poder Judiciário”. Com as manifestações pedindo fechamento do Congresso e do Supremo, o que fez Bolsonaro? “O exercício dos direitos políticos, individuais e sociais”. Ele os fere insistentemente.

Mesmo se for arquivado, o inquérito na PGR pode fornecer elementos para sustentar um processo de impeachment. Interferir na polícia judiciária afeta o próprio livre exercício do Poder Judiciário.

A lei 1079/50 foi muitas vezes analisada durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma. Ela foi acusada pelo artigo 10, que define “os crimes contra a lei orçamentária”. A Constituição também, no artigo 85, fala dos crimes orçamentários. Depois que passa, fica na memória pouca coisa, o registro é de que ela errou no Plano Safra, baixou decretos de criação de despesa sem a prévia autorização do Congresso. Mas foi mais. As pedaladas são apenas a palavra que a crônica política criou. Dilma caiu porque arruinou a economia, criou uma recessão que perdurou por dois anos, fez uma escalada de desemprego, abriu um rombo nas contas públicas e usou os bancos públicos para pagar despesas orçamentárias. Ela fez gestão temerária na economia. Eu achava naquela época, acho agora.

Desconhecer os crimes muito mais graves cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro é aceitar um perigo infinitamente maior. Não se trata de ameaça à economia. Agora é a democracia que corre riscos.

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +