.

Puxado por EUA, mundo tem recorde de mortes por Covid

13 Jan2021

Por Jbelmont às 11h25

Foram 4.327 óbitos no país mais afetado pela pandemia e 17.186 em todo o planeta nas últimas 24 horas, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins.

Por G1

Puxado pelos Estados Unidos, o mundo registrou na terça-feira (12) novo recorde de mortes pelo novo coronavírus, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins.

Foram 4.327 óbitos no país mais afetado pela pandemia e 17.186 em todo o planeta. Os recordes anteriores eram de 4.195 mortes nos EUA (7 de janeiro) e 15 mil no mundo (30 de dezembro).

Foi o quarto recorde de vítimas da Covid-19 nos últimos oito dias nos EUA, que também confirmou mais de 215 mil novos casos (o recorde de 302 mil infectados foi registrado no dia 2).

Os EUA são o país mais afetado pela pandemia, com mais de 380 mil óbitos e 22,8 milhões de casos confirmados até o momento.

Na sequência vêm Brasil (204 mil mortes e 8,1 milhões de casos) e Índia (151 mil e 10,4 milhões, respectivamente).

O Brasil registrou uma média de 54 mil novos casos confirmados nos últimos 7 dias, o maior número desde o início da pandemia (veja mais abaixo).

Ao todo, são quase 2 milhões de mortes pelo novo coronavírus em todo o mundo e mais de 91 milhões de infectados.

Vacinação contra a Covid
Os Estados Unidos são o país que mais aplicou vacinas contra a Covid-19 no mundo (9,33 milhões de doses), segundo o Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford.

Em seguida vêm China (9 milhões), Reino Unido (2,84 milhões) e Israel (1,93 milhões). Ao todo, foram aplicadas quase 30 milhões de doses em todo o mundo, aponta o levantamento.

Proporcionalmente, Israel é o país que mais aplicou doses em relação à população (22,3%). Na sequência vêm Emirados Árabes Unidos (12,9%), Bahrein (5,7%) e Reino Unido (4,2%).

Recorde de casos no Brasil
Segundo país com mais mortes e terceiro em infectados, o Brasil registrou 1.109 óbitos e 61.660 casos confirmados nas últimas 24 horas, segundo o consórcio de veículos da imprensa.

Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias foi de 993, alta de 49% na comparação com a média de 14 dias atrás.

Deixe seu comentário

Paes recua e diz que vai revogar público em estádios

13 Jan2021

Por Jbelmont às 11h11

O prefeito Eduardo Paes voltou atrás e anunciou que vai revogar a presença do público nos estádios do Rio.

Resolução previa reabertura das arquibancadas, com limitação de público, mas prefeito admitiu horas depois que 'a medida é quase impossível de ser fiscalizada'.

O painel de Covid-19 registrava, na manhã desta quarta-feira (13), 15.664 mortos na capital, com 175 mil casos. Em todo o estado, eram quase 27 mil óbitos e 465 mil casos.

As mortes por Covid-19 no RJ estavam com tendência de alta (+115%), segundo o mesmo boletim.

Nesta quarta, 140 pacientes com suspeita ou confirmação da doença aguardavam transferência — 62 para uma vaga na UTI e 78 para enfermaria.

Deixe seu comentário

Emissora de TV do RN volta ao comando da família de ex-prefeita de Natal

13 Jan2021

Por Jbelmont às 07h51

A TV Ponta Negra emitiu um “Comunicado ao Mercado” para anunciar que a família do ex-senador Carlos Alberto de Sousa reassumiu o controle acionário da afiliada do SBT no Rio Grande do Norte e sua gestão, tendo como presidente, a partir de agora, Miriam de Sousa, que é mãe da ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa, filha de Carlos Alberto.

 

Após ter vendido parte da emissora ao grupo Hapvida, Miriam ficou com 44% das ações da empresa. Agora, retoma integralmente o controle acionário da TV Ponta Negra, que passa a integrar o Sistema Ponta Negra de Comunicação, ao lado da Rádio 95 Mais FM.

Fonte: Portal Grande Ponto

Deixe seu comentário

Morre Maguito Vilela, prefeito licenciado de Goiânia

13 Jan2021

Por Jbelmont às 07h35

Político lutava contra uma infecção de bactérias e fungos nos pulmões após se recuperar da Covid-19. Ele estava há mais de 80 dias em UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. G1


O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), faleceu aos 71 anos, nesta quarta-feira (13). A informação foi confirmada pelo secretário de Comunicação da capital, Bruno Rocha Lima. O político estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, lutando contra uma infecção pulmonar, em decorrência da Covid-19, da qual já havia se recuperado.

A nota divulgada pela Secretaria de Comunicação da capital informou que "a família está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal".

O Hospital Albert Einstein confirmou a morte do político. Segundo a unidade de saúde, ele faleceu às 4h10 desta quarta-feira e estava internado na unidade de saúde "desde o dia 27 de outubro para tratamento da Covid-19".

Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em agosto de 2020 com menos de dez dia de diferença. No dia 19, morreu Nelma Vilela Veloso, de 76 anos, que tinha diabetes e problemas pulmonares, comorbidades que agravaram o quadro. Já no dia 28, a irmã mais velha, Nelita Vilela, de 82 anos, também faleceu.

Maguito passou por vários cargos públicos em Goiás: vereador, prefeito, governador e senador. Ele ainda foi professor e advogado; relembre a carreira dele.

Amigos, parentes e políticos lamentam a morte do prefeito; acompanhe
Internações e tratamento
Luiz Alberto Maguito Vilela testou positivo para o coronavírus em 20 de outubro de 2020. Dois dias depois, ele foi internado em um hospital de Goiânia.

No dia 27 de outubro, o político recebeu diagnóstico de até 75% de inflamação nos pulmões e um alerta para o nível crítico de saturação de oxigênio no sangue. No mesmo dia, ele foi transferido para São Paulo.

Maguito foi entubado três dias depois, após piora no quadro respiratório. No dia 8 de novembro, ele foi extubado, mas o político ainda precisava de suporte de oxigênio.

Porém, no dia 15, data do primeiro turno da eleição, o emedebista foi entubado pela segunda vez para fazer uma broncoscopia para verificar as causas da piora na inflamação dos pulmões.

Já no dia 17, Maguito começou um tratamento respiratório com uma máquina chamada ECMO, que funciona como os pulmões e o coração de forma artificial. Além do procedimento, o político passou por uma hemodiálise para ajudar as funções dos rins.

No dia 24, ele passou por uma cirurgia de traqueostomia, que consiste em abrir um pequeno buraco na garganta, diretamente na traqueia, para auxiliar na respiração.

Em 3 de dezembro, após testar negativo para Covid-19, Maguito foi transferido para um leito de UTI comum do hospital. Depois de dois dias, a ECMO foi retirada.



Maguito Vilela em foto divulgada em 12 de novembro de 2020 — Foto: Reprodução

No dia 9 de dezembro, os médicos começaram a redução intensa dos sedativos. Filho dele, Daniel Vilela, chegou a dizer que o pai demonstrou plena consciência sobre ser o prefeito eleito de Goiânia.

Ainda na UTI, Maguito tomou posse como prefeito de Goiânia por meio de assinatura eletrônica. Segundo o médico Marcelo Rabahi, que acompanhou e tratou o político, nesse dia ele demonstrou boas chances de recuperação.

Em 11 de janeiro, o político apresentou um sangramento nos pulmões e passou por uma cirurgia para controlar o quadro. Após o procedimento, ele não teve mais hemorragias nos órgãos e voltou a ter um quadro estável, com redução dos sedativos.

Após 80 dias internado, Maguito teve uma piora no quadro de saúde com uma infecção nos pulmões provocada por bactérias e fungos. A equipe médica iniciou tratamento com antibióticos e remédios vasoativos para controlar a pressão arterial de forma artificial.


Nelma e Nelita Vilela, irmãs de Maguito, morreram vítimas da Covid-19 — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Em agosto deste ano, duas irmãs de Maguito morreram em decorrência da Covid-19 em um intervalo de menos de 10 dias. Elas tinham 82 e 76 anos e moravam em Jataí.

O advogado e político goiano Luiz Alberto Maguito Vilela, de 71 anos, nasceu em Jataí, no sudoeste do estado, em 24 de janeiro de 1949. Ele foi casado com Sandra Regina Carvalho Vilela. Após a separação, casou-se com Carmen Silva, com quem viveu até 2013. Atualmente era casado com Flávia Teles.

Ele deixa quatro filhos: Vanessa, Daniel, Maria Beatriz e Miguel; e uma enteada: Anna Liz.

Carreira política
Maguito já foi eleito vereador, deputado estadual e federal e vice-governador. Também foi governador de Goiás entre 1995 a 1998, quando disputou e ganhou a eleição para senador. Em 2007, foi nomeado por Guido Mantega, então ministro da Fazenda, como vice-presidente do Banco do Brasil.

Deixe seu comentário

Média móvel de casos de Covid volta a bater recorde no Brasil; nenhum estado apresenta queda nas mortes há 5 dias

12 Jan2021

Por Jbelmont às 20h40

País contabilizou total de 204.726 óbitos e 8.195.493 casos de Covid-19, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel está em 54.784 novos diagnósticos por dia.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (12).

O país registrou 1.109 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 204.726 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 993. A variação foi de +49% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de crescimento nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 8.195.493 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 61.660 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 54.784 novos diagnósticos por dia, novo recorde desde o início da pandemia. Isso representa uma variação de +51% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de crescimento também nos diagnósticos.

Catorze estados estão com alta nas mortes: PR, MG, RJ, SP, GO, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PE e SE.

Pelo quinto dia seguido, nenhum estado apresenta queda de mortes.

Brasil, 12 de janeiro
Total de mortes: 204.726
Registro de mortes em 24 horas: 1.109
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 993 (variação em 14 dias: +49%)
Total de casos confirmados: 8.195.493
Registro de casos confirmados em 24 horas: 61.660
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 54.784 por dia (variação em 14 dias: +51%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 203.735 mortes e 8.146.823 casos confirmados.)

Estados
Subindo (14 estados): PR, MG, RJ, SP, GO, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PE e SE
Em estabilidade (12 estados + DF): RS, SC, ES, DF, MS, AC, PA, AL, BA, MA, PB, PI e RN
Em queda: nenhum estado

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

g1

Deixe seu comentário

CONQUISTA: Filho de carroceiro e lavadeira do RN toma posse como juiz do TJPA

12 Jan2021

Por Jbelmont às 12h35

Foto: Reprodução

Nascido no município de Pau dos Ferros, região do Alto Oeste Potiguar, filho de um carroceiro e uma lavadeira, Francisco Walter Rêgo Batista, é mais exemplo de superação e tomou posse como juiz do Tribunal de Justiça do Pará, na última segunda-feira, 11.

Em sua trajetória, o novo magistrado sempre estudo em escola pública e se formou no curso de Direito pela Universidade Federal da Paraíba.

A persistência na rotina de estudos e dedicação superando as adversidades foi premiada com a posse efetivada em solenidade no TJPA.
Justiça Potiguar

Deixe seu comentário

RN registra 815 novos casos de coronavírus; 07 óbitos nas últimas 24 horas e outros 10 após exames laboratoriais de datas anteriores

12 Jan2021

Por Jbelmont às 12h26

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (12). Foram mais 815 casos confirmados, totalizando 125.338. Na segunda-feira (11) eram 124.523 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.115 no total. Foram 07 (sete) mortes ocorridas nas últimas 24 horas. Óbitos em investigação são 511.

A Sesap também registrou 10 (dez) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até segunda-feira (11), eram contabilizados 3.098 mortos.

Casos suspeitos somam 64.608 e descartados são 286.840. Recuperados são 88.210

VIA BG

 

Deixe seu comentário

Taxa de ocupação de leitos críticos na rede pública para covid no RN nesta terça-feira é de 70,6%; pacientes internados são 301

12 Jan2021

Por Jbelmont às 12h23

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap) 


A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 70,6%, registrada no fim da manhã desta terça-feira (12). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 301.

Até o momento desta publicação são 70 leitos críticos (UTI) disponíveis e 168 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 147 disponíveis e 133 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Metropolitana de Natal apresenta 68,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 71,8% e a Região Seridó 74,3%.

 

 

 

Deixe seu comentário

Enfermeira potiguar que perdeu mãe para Covid-19 morre 50 dias após ser internada com a doença

12 Jan2021

Por Jbelmont às 09h44

Família de Suely Gurgel, de 40 anos, chegou a fazer uma campanha para custear o tratamento. Ela e a mãe, Ivone Gurgel, de 73 anos, foram internadas com Covid-19 no mesmo dia.



Suely Gurgel, de 40 anos , e a mãe, Ivone Gurgel, de 73, morreram com Covid-19. — Foto: Cedida

A enfermeira potiguar Suely Gurgel, de 40 anos, morreu nesta terça-feira (12), por complicações causadas pela Covid-19, segundo comunicado da família. A morte aconteceu pouco mais de um mês após o falecimento da mãe dela, Ivone Gurgel, de 73 anos, também pela doença. Ambas deram entrada no hospital São Luiz, em Mossoró, no dia 23 de novembro do ano passado.

Após uma campanha realizada pela família, Suely havia sido transferida ainda em dezembro para um hospital em Fortaleza, por precisar de um ECMO, que é um equipamento que funciona como um pulmão artificial. Ela faleceu na capital cearense. Por causa da pandemia, não haverá velório.

Suely e a mãe, Ivone Gurgel, de 73 anos, começaram a apresentar sintomas como cansaço e dores de cabeça no dia 16 de novembro. De acordo com a família, elas fizeram o teste na UPA do bairro Belo Horizonte, referência no atendimento a pacientes com coronavírus em Mossoró, e tiveram resultado positivo. No dia 23 de novembro, o estado de saúde das duas se agravou e elas foram atendidas na UPA e de lá encaminhadas para o Hospital São Luiz, onde ficaram internadas.

A família começou a campanha virtual para arrecadar recursos para o tratamento de Suely, que estava com um estado mais grave que a mãe, no início de dezembro de 2020.


Porém, no dia 9 de dezembro, Ivone faleceu após apresentar complicações no estado de saúde. Segundo a família, os rins começaram a paralisar e foi iniciado um tratamento com hemodiálise, mas não houve melhora e ela faleceu na tarde de uma quarta-feira.

Suely conseguiu o tratamento de ECMO e foi transferida ainda em dezembro para um hospital no bairro Messejana, em Fortaleza, no Ceará. Porém, o quadro agravou e ela faleceu nesta terça.

O Rio Grande do Norte registrou, até esta segunda-feira (11), 124.523 casos de Covid-19 e 3.098 mortes provocadas pela doença desde o início da pandemia.

g1rn

Deixe seu comentário

Servidores do Detran vão paralisar atividades por 24 horas nesta quarta

12 Jan2021

Por Jbelmont às 08h23

Os trabalhadores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) vão paralisar as atividades por 24 horas nesta quarta-feira 13. Será um protesto para exigir do Governo do Estado o cumprimento das medidas contra a Covid-19 e a implementação de promoções, insalubridade e quinquênios para os servidores do órgão.

A paralisação das atividades, em razão da situação da pandemia, o protesto não terá aglomerações de profissionais na frente do prédio. As atividades serão feitas de forma remota. Ainda nesta quarta-feira, integrantes do Sindicato dos Servidores da Administração Indireta (Sinai) farão ato em frente à sede do Detran.

O ato vai cumprir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), de utilização de máscaras, álcool em gel e distanciamento. Segundo o sindicato, o objetivo é dialogar com a sociedade acerca das motivações da parada de advertência. Segundo o sindicato, que representa os servidores do Detran, os protocolos de biossegurança não são cumpridos dentro das dependências do órgão.

Os servidores reclamam do número excessivo de pessoas transitando nas dependências do Departamento. “Os profissionais alertam que o Detran recebe um público rotativo, pois todos os dias transitam pessoas diferentes, pondo em risco quem lá trabalha ou utiliza os serviços. Por isso, dizem ser preciso obedecer ao agendamento prévio para atendimento, evitando o trânsito desnecessário de pessoas”, aponta o Sinai.

O Sindicato exige do Governo uma maior fiscalização para garantir o cumprimento do protocolo de biossegurança. Ainda reivindica o fim da escala de trabalho presencial, devendo ser priorizado o teletrabalho exclusivo para todas as funções que possam ser desempenhados à distância. De acordo com a direção do Detran, os protocolos estão sendo cumpridos.

O atendimento só acontece via agendamento online, antes de entrar no órgão é preciso apresentar o comprovante de agendamento, ter a temperatura aferida e é obrigatório o uso de máscaras de proteção dentro de todas as instalações do Órgão.

Agorarn

Deixe seu comentário

Diretor responsável pelo Enem morre de Covid-19 em meio a pressões pelo adiamento do exame, marcado para domingo

12 Jan2021

Por Jbelmont às 08h00

Carlos Roberto Pinto de Souza era diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep desde agosto de 2019 e morreu em Curitiba nesta segunda

BRASÍLIA — Diretor de Avaliação da Educação Básica, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, Carlos Roberto Pinto de Souza morreu nesta segunda-feira, aos 59 anos, em Curitiba. General de reserva, Souza havia assumido a direção do órgão em agosto de 2019, o quarto responsável pela área no governo de Jair Bolsonaro.

Fontes ligadas ao diretor afirmam que Souza morreu vítima de Covid-19. Questionado pela reportagem se essa seria a causa da morte do diretor, oficialmente o órgão disse apenas que, "em respeito à família do diretor", o motivo do falecimento não será tratado pelo Inep.

O GLOBO apurou que, além da questão familiar, o órgão teria optado por omitir a causa da morte por uma questão política para evitar desgastes a poucos dias do Enem, cuja primeira prova está marcada para o próximo domingo (17).

Desde a semana passada, cresce a pressão pelo adiamento da prova, em meio ao crescimento de casos e óbitos pela Covid-19. Além de pedidos de entidades estudantis e científicas, a Defensoria Pública da União (DPU) requisitou, na última sexta-feira, o adiamento do exame à Justiça Federal da 3ª Região.

Informação omitida em outras ocasiões
Não é a primeira ocasião em que órgãos federais omitem a causa de morte de um servidor em meio à pandemia. Em novembro do ano passado, após sofrer reprimenda do presidente Jair Bolsonaro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) omitiu informação sobre a causa da morte do agente Flávio José Souza Gomes.

Em maio, Bolsonaro também havia reclamando da menção de coronavírus em um comunicado sobre a morte de um policial. Na época, o presidente afirmou que era preciso informar as outras doenças da vítima, "para não levar medo à população".

g1

Deixe seu comentário

Ministro inaugura ponto de internet via satélite na Reta Tabajara

11 Jan2021

Por Jbelmont às 21h29

Trabalhadores do canteiro de obras da duplicação da rodovia BR-304, em Macaíba (RN), trecho conhecido como Reta Tabajara, serão os novos beneficiados com a instalação de um ponto de internet de alta velocidade. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, inaugura o ponto nesta segunda-feira (11), em companhia do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que fará visita técnica ao local.
 
"Nessa região, nós temos uma grande dificuldade de conexão à rede móvel de dados e mesmo de sinal de telefonia. Esse ponto do programa Wi-Fi Brasil, que estamos instalando, vai resolver o problema de comunicação e beneficiar os trabalhadores da obra", destaca o ministro Fábio Faria.
 
A área é conhecida pela conexão de dados precária e baixo sinal de telefonia móvel. Para sanar o problema de conectividade, o Ministério das Comunicações (MCom) instalou uma antena do programa Wi-Fi Brasil, que irá oferecer banda larga via satélite para os operários e engenheiros da obra, que é executada pelo Ministério da Infraestrutura, bem como para população do entorno.
 
O Wi-Fi Brasil é um programa do Governo Federal com o objetivo de levar conectividade em alta velocidade a todas localidades do país, onde não há nenhuma ou pouca conexão, permitindo cumprir os objetivos nacionais da política pública de telecomunicações. Já foram instaladas mais de 12.700 antenas pelo país, para mais de 9.500 escolas, além de postos de saúde, unidades de segurança pública, telecentros, aldeias indígenas, assentamentos rurais, entre outros.
 
No Rio Grande do Norte, o programa atende a 100 municípios, com 292 pontos do Wi-Fi Brasil. Destes, 233 são escolas públicas rurais. As estações são implantadas por meio de parceria do Mcom com a Telebras. Além de levar internet a locais remotos, o satélite possui um canal exclusivo e estratégico de uso militar.

Fonte Grande Ponto

Deixe seu comentário

Brasil registra média móvel de 54.182 novos casos de Covid por dia, a maior desde o início da pandemia

11 Jan2021

Por Jbelmont às 20h48

País contabilizou total de 203.617 óbitos e 8.133.833 casos de Covid-19, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa; média de mortes segue acima de mil por dia.

Por G1

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (11).

O país registrou 477 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 203.617 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.004. A variação foi de +59% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de crescimento nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 8.133.833 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 29.153 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 54.182 novos diagnósticos por dia, recorde desde o início da pandemia. Isso representa uma variação de +42% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de crescimento também nos diagnósticos.

Catorze estados estão com alta nas mortes: PR, MG, RJ, SP, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PI e SE.

Pelo quarto dia seguido, nenhum estado apresenta queda de mortes.

Brasil, 11 de janeiro
Total de mortes: 203.617
Registro de mortes em 24 horas: 477
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.004 (variação em 14 dias: +59%)
Total de casos confirmados: 8.133.833
Registro de casos confirmados em 24 horas: 29.010
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 54.182 por dia (variação em 14 dias: +42%)
(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 203.202 mortes e 8.109.513 casos confirmados.)

Estados
Subindo (14 estados): PR, MG, RJ, SP, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PI e SE
Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (12 estados + DF): RS, SC, ES, DF, GO, MS, AC, PA, AL, BA, MA, PE e RN
Em queda: nenhum estado
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Deixe seu comentário

Eleitores do RN têm até quinta (14) para justificar ausência no pleito de 2020 sem pagar multa

11 Jan2021

Por Jbelmont às 19h31

Foto: reprodução

Eleitores do Rio Grande do Norte que não compareceram às urnas nas Eleições Municipais de 2020 têm até a próxima quinta-feira (14) para justificar a ausência no último pleito. Caso a justificativa seja deferida pelo juiz eleitoral, o eleitor estará em dia com a cidadania. Se o prazo decorrer sem justificativa, o eleitor ficará em débito com a Justiça Eleitoral e deverá pagar multa.

Para requerer a justificativa de ausência, o eleitor pode acessar o Sistema Justifica, pela internet, ou realizar o procedimento pelo celular, no aplicativo e-Título.

Pelos dois caminhos, será preciso preencher um formulário com dados pessoais e anexar documentos que justifiquem a ausência nas eleições. Em seguida, a requisição será analisada pelo juiz eleitoral da zona correspondente.

Deixe seu comentário

RN registra 275 novos casos de coronavírus; 07 óbitos nas últimas 24 horas, e mais 01 após data anterior

11 Jan2021

Por Jbelmont às 12h39

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (11). Foram mais 275 casos confirmados, totalizando 124.523. No domingo (10) eram 124.278 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.098 no total. Foram 07 (sete) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, (02 em Caicó, 02 em Mossoró, 01 em Natal, 01 em Patu e 01 em Severiano Melo). Óbitos em investigação são 501.

A Sesap também registrou 01 (um) óbito ocorrido em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até domingo (10), eram contabilizados 3.090 mortos.

Casos suspeitos somam 63.474 e descartados são 285.423. Recuperados são 88.210.

Deixe seu comentário

Curado da Covid-19, Mourão diz que tomará vacina e que não vai furar fila

11 Jan2021

Por Jbelmont às 12h37

 

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta segunda-feira (11) que vai tomar a vacina contra Covid-19 mas que não vai “furar fila”, ou seja, não receberá o imunizante antes das pessoas que têm prioridade segundo os critérios definidos pelo Ministério da Saúde.

Mourão voltou ao trabalho nesta segunda após 12 dias em isolamento no Palácio do Jaburu para tratamento da doença. A jornalistas ele defendeu ainda que a imunização contra a Covid-19 é uma questão coletiva, e não individual.

“[Pretendo tomar a vacina] dentro da minha vez. Eu sou grupo dois de acordo com o planejamento [do Ministério da Saúde]. Não vou furar a fila, a não ser que seja propagandística”, disse o vice-presidente se referindo à possibilidade de tomar vacina ante do prazo para incentivar outras pessoas a aderirem à campanha de imunização.

Saldos de Balanço na ÓTICA CASA NASCIMENTO

Óculos Ray Ban, Ana Hickmann. Relógios de marcas famosas como Techons, Champion, Condor, Séculos, Mormaii, Lince, Seiko e muito mais, faça uma visita e fique encantado com as belezas das joias para você presentear a pessoa que você ama.

A vista descontos especias: Aceitamos os cartõe Visa, Master, Hiper e Forte Brasil.

Deixe seu comentário

Comerciante é morto no início da manhã desta segunda-feira na Zona Sul de Natal durante assalto a caminho da Ceasa

11 Jan2021

Por Jbelmont às 12h30

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN noticia que um comerciante de 57 anos foi morto a tiros durante um assalto que aconteceu no início da manhã desta segunda-feira (11) no bairro Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. A vítima teria sido baleada ao tentar reagir à abordagem dos criminosos. O caso aconteceu por volta das 5h30 no cruzamento da rua Jaguarari com a avenida Nascimento de Castro. Ricardo Marques de Araújo, de 57 anos, era dono de um mercadinho e seguia em uma kombi, com um funcionário, para a Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa), onde compraria mercadorias.

O portal G1-RN diz que de acordo com o funcionário, que não ficou ferido, os dois seguiam no sentido Centro – Zona Sul e estavam em um semáforo, quando os criminosos pararam ao lado, em um carro modelo monza de cor escura, e anunciaram o assalto. Na ocasião, o comerciante teria tentado reagir acelerando o veículo, porém, os criminosos atiraram e ele parou metros à frente, ferido. Mesmo com a vítima ferida, os homens foram até o comerciante, tomaram o dinheiro que ele levava para compra dos produtos, e fugiram em seguida. Matéria completa AQUI.

Deixe seu comentário

Brasil supera marca de 1.000 mortes por coronavírus na média móvel após 5 meses

10 Jan2021

Por Jbelmont às 21h52

Número chegou a 1.016, o maior desde 11 de agosto. País contabilizou 203.140 óbitos e 8.104.823 casos da doença desde o início da pandemia.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h deste domingo (10).

O país registrou 483 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 203.140 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.016, a maior nos últimos cinco meses --desde 11 de agosto. A variação foi de +65% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de crescimento nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 8.104.823 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 29.153 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 53.250 novos diagnósticos por dia, recorde desde que os dados começaram a ser medidos. Isso representa uma variação de +54% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de crescimento também nos diagnósticos.

Dezessete estados, mais o Distrito Federal, estão com alta nas mortes: PR, RS, MG, RJ, SP, DF, GO, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PI, RN e SE.

Pelo terceiro dia seguido, nenhum estado apresenta queda de mortes.

Brasil, 10 de janeiro
Total de mortes: 203.140
Registro de mortes em 24 horas: 483
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.016 (variação em 14 dias: +65%)
Total de casos confirmados: 8.104.823
Registro de casos confirmados em 24 horas: 29.153
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 53.250 por dia (variação em 14 dias: +54%)
Estados
Subindo (17 estados + DF): PR, RS, MG, RJ, SP, DF, GO, MT, AM, AP, RO, RR, TO, CE, PB, PI, RN e SE.
Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (9 estados): SC, ES, MS, AC, PA, AL, BA, MA e PE.
Em queda: 0 estado
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

g1

Deixe seu comentário

América empata com o Floresta-CE e é eliminado da Série D

10 Jan2021

Por Jbelmont às 21h30

Imagem: reprodução

Após ser derrotado no primeiro jogo por 2 a 0, o América ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Floresta-CE na Arena das Dunas e foi eliminado da Série D.

O confronto valia o acesso à Série C 2021 e também uma vaga nas semifinais da Série D.

Wallace Pernambucano marcou para os alvirrubros no primeiro tempo. Núbio Flávio marcou o gol de empate do time cearense na segunda etapa.

BG

Deixe seu comentário

Casal morre em acidente na RN-117, em Governador Dix-Sept Rosado

10 Jan2021

Por Jbelmont às 13h49

O acidente do tipo colisão frontal entre uma motocicleta e um Corsa Classic aconteceu nesta manhã de domingo 10 de janeiro de 2021, na RN 115 próximo ao Bar do Alto na zona rural de Governador Dix Sept Rosado no Oeste do Rio Grande do Norte. 


Rivonildo Sales de Oliveira, 47 anos de idade, natural de São Geraldo RN trafegava de moto com sua companheira, Maria Damiana Sena de Oliveira de 45 anos, natural de Governador Dix Sept Rosado, quando perdeu o controle e segundo a perícia, invadiu a contra mão, colidindo violentamente com o carro que seguia em sentido contrário.

Os dois morreram na hora. O condutor do Corsa ficou ferido e segundo testemunhas foi socorrido para o Hospital de Governador Dix Sept Rosado. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, que esteve realizando procedimentos no local, o casal viajava sentido Governador Dix Sept para Mossoró e estava em direção ao sítio onde morava , a poucos quilômetros do local, quando se envolveu no acidente fatal.

Após os procedimentos de perícia realizados pela equipe do ITEP, os corpos de Rivonildo e de sua mulher, Maria Sena foram recolhidos para serem necropsiados no Instituto Médico Legal da unidade pericial em Mossoró. Os policiais do 2º DPRE foram ao hospital de Governador, para realizarem teste de bafômetro no condutor do Corsa.

FIM DA LINHA

Deixe seu comentário

RN registra 495 novos casos de coronavírus; 02 óbitos nas últimas 24 horas, e outros 02 após exames laboratoriais de datas anteriores

10 Jan2021

Por Jbelmont às 13h46

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (10). Foram mais 495 casos confirmados, totalizando 124.278. No sábado (9) eram 123.783 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.090 no total. Foram 2 (duas) mortes ocorridas nas últimas 24 horas, (Caicó e Arêz). Óbitos em investigação são 497.

A Sesap também registrou 2 (dois) óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até sábado (9), eram contabilizados 3.086 mortos.

Casos suspeitos somam 63.269 e descartados são 285.063. Recuperados são 88.210.

Deixe seu comentário

Taxa de ocupação de leitos críticos na rede pública para covid no RN neste domingo é de 67,5%; pacientes internados são 299

10 Jan2021

Por Jbelmont às 13h44

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 67,5%, registrada no início da tarde deste domingo (10). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 299.

Até o momento desta publicação são 78 leitos críticos (UTI) disponíveis e 162 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 142 disponíveis e 137 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região Seridó apresenta 71,4% dos leitos críticos ocupados, a região Metropolitana de Natal tem 60,8% e a Região Oeste 76,3%.

Deixe seu comentário

Casal de idosos com Covid se despede antes de intubação e comove hospital

10 Jan2021

Por Jbelmont às 11h47

Foto: reprodução/Arquivo da família

No dia 15 de dezembro passado, uma cena emocionou a equipe da UTI do Hospital do Servidor Público Estadual (SP) destinada à Covid-19: um casal de idosos se despedia, de mãos dadas e lágrimas nos olhos, antes de ser intubado. Primeiro foi ela, às 10h. Depois, ele, às 15h.

Vencri Rodrigues Guze, 79, e a mulher, Maria Helena, 75, tinham sido internados no dia 10 de dezembro por complicações da doença. Ela, com 60% do pulmão comprometido pela infecção. Ele, com 50%.

A reviravolta na vida da família Guze começou logo após um fim de semana em Bertioga, litoral de SP, na casa de praia de um dos filhos, o engenheiro agrônomo Ricardo Guze, 43.

“No dia 4 de dezembro, eles passaram o dia inteiro na praia, de mãos dadas na água. Parece até que foi uma despedida”, lembra ele.

A cumplicidade do casal chamava a atenção de todos. Vencri Guze era viúvo e tinha quatro filhos quando se casou com Maria Helena, em 1970. Com ela, teve mais dois filhos: Ricardo e Alexsandro, 48.

“Eram apaixonados um pelo outro. Uma moça na praia até comentou: ‘nossa que lindo! Quando eu ficar velhinha, quero ficar assim como vocês’”, conta Ricardo Guze.

No sábado à noite, a família foi à festa de aniversário de alguns parentes. “Sempre usando máscara e passando álcool gel”, reforça o engenheiro.

No domingo, de volta a Osasco, região metropolitana de SP, onde moram, almoçaram em um restaurante.

Na segunda (7), Maria Helena queixou-se de dores no corpo. O filho a levou a um hospital da cidade. “A médica fez uma radiografia do pulmão e disse que não havia sinais de Covid. Receitou antibiótico e anti-inflamatórios.”

Na terça, o pai também começou a sentir sintomas gripais. Eles foram até o posto de saúde, fizeram um teste rápido de Covid, que deu negativo.

Na quinta, ambos pioraram. “Minha mulher me ligou no serviço dizendo que meus pais não estavam bem. Quando cheguei em casa, assustei. Minha mãe não estava respirando direito, meu pai estava muito abatido. Ele nunca foi de se entregar. Era um cavalo de forte, brincava que só morreria aos 104 anos.”

Foto: reprodução/Arquivo pessoal

O filho os levou para o Hospital do Servidor Estadual, em São Paulo. Maria Helena é professora aposentada. Assim que chegaram, foram colocados no oxigênio enquanto aguardavam o resultado dos exames. A tomografia logo mostrou que ambos já estavam com os pulmões bem comprometidos, e que precisavam ser internados.

“Despedi do meu pai e da minha mãe. Ele me disse: ‘Deus te abençoe, meu filho, obrigado por tudo o que você está fazendo por nós’. Fui embora para casa. A sensação é de sequestro. Você não pode ver, você não tem contato. Você fica o dia inteiro esperando uma ligação desesperado para saber como o seu pai e sua mãe estão”, conta ele, aos prantos.

A apreensão aumentou na segunda (14), quando recebeu um telefonema do hospital avisando que a mãe seria intubada.

“Perguntaram se eu queria falar com ela pela última vez. Caiu o meu chão, mas tentei ser forte. Falei pra ela: ‘mãe, vão intubar a senhora, mas vai ser melhor’. Ela disse. ‘Vai dar tudo certo, meu filho’”.

Ao desligar o telefone, Guze conta que entrou em desespero. “Comecei a chorar muito, saí do serviço e fui pra casa muito mal. Minha pressão foi a 25 por 11. Me deram um calmante tarja preta. Só à noite me contaram que tinham intubado meu pai também.”

Caçula da família, o engenheiro diz que sempre foi muito apegado aos pais. “Chegava a dormir no meio deles na cama. Tudo o que eu fazia era com eles, para eles”, diz, casado e pai de uma menina.

Nos dias seguintes, as notícias eram as de que os pais estavam se recuperando. Seguiam intubados, mas estáveis.

Na segunda (21), os médicos informaram que Maria Helena havia saído da intubação, mas que o seu marido apresentava febre e complicação renal. Na terça, o idoso sofreu um choque séptico e morreu.

“Tive que reconhecer o corpo no necrotério. Estava numa geladeira grandona, em um saco fechado. Eu abri o saco, abracei e beijei o meu pai. Conversei muito com ele. Tudo o que não podia fazer, eu fiz”, conta Guze, que já teve Covid em abril, foi internado e ficou dois dias no respirador.

A cerimônia antes da cremação durou 15 minutos. “É aquele momento que a gente percebe que não é nada, que a gente não leva nada dessa vida.”

Faltando dois dias para o Natal, ele só pensava em como dar a notícia da morte do pai para a mãe, ainda internada e muito debilitada.

“Mas antes disso a médica ligou, dizendo que, de alguma forma, minha mãe já estava sabendo. Ela contou que o meu pai [depois de morto] tinha ido se despedir dela. Não sei se você acredita nessas coisas.”

Maria Helena teve alta dia 29 de dezembro. “Ela ficou muito dilacerada. A Covid acabou com ela, foi como se tivesse passado um trem em cima dela. Chegou em casa cheia de hematomas. Eu dava banho nela, limpava quando ia ao banheiro, trocava fraldas. Ela virou um bebê.”

Hoje, já voltou andar, se alimenta e toma banho sozinha, mas ainda sente muitas dores no corpo e chora a morte do marido. A família tenta poupá-la do assunto.

O casal completaria 50 anos de união no dia 25 março. A família planejava uma grande festa para comemorar a data e o aniversário do patriarca, que completaria 80 anos no próximo dia 2 de fevereiro.

Segundo o médico intensivista Ederlon Rezende, que dirige a UTI de adultos do Hospital do Servidor Estadual, só na instituição, ao menos 40 casais foram internados simultaneamente desde o início da pandemia de Covid-19.

“Esses casais separados pela Covid é uma das coisas mais marcantes para mim dessa pandemia. O lado mais duro é que raramente voltam os dois para casa. A doença é mais cruel com os homens. Não tem final feliz. Muitas vezes, quem sobrevive diz que preferiria ter morrido no lugar do outro.”

FolhaPress

Deixe seu comentário

Covid: Papa Francisco diz que vai tomar vacina e critica quem é contra

10 Jan2021

Por Jbelmont às 09h42

O papa Francisco afirmou que tomará a vacina contra a covid-19 e criticou quem se posiciona contra a vacinação. Segundo o líder da Igreja Católica, a imunização é um ato ético diante da pandemia. O pontífice tem 84 anos e faz parte do grupo de maior risco para a covid-19.

“Na próxima semana começaremos [a vacinação], já tenho minha data”, disse em em entrevista ao canal italiano Mediaset, que foi ao ar na noite deste sábado (9.jan.2021).

“Acredito que, do ponto de vista ético, todos devem ser vacinados, porque você não só põe em risco a sua saúde, a sua vida, mas também a dos outros”, completou.

O papa disse ainda que “há um negacionismo suicida” sobre a eficácia da vacina, o qual não consegue entender. E mandou um recado aos que são contra a vacinação: “Temos que fazê-lo [o ato de receber a vacina]“.

“Não sei por que alguns dizem ‘não, a vacina é perigosa’, mas se os médicos a apresentam como algo que pode ser bom, que não apresenta riscos particulares, por que não nos vacinarmos?”, questionou o pontífice.

Em 31 de dezembro, a Santa Sé informou que comprou 10.000 doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em parceira com a empresa de biotecnologia alemã BioNTech, que teve eficácia de 90% e já vem sendo aplicada em diversos países. Serão imunizados tanto a Cúria Romana, como funcionários do Vaticano e pessoas atendidas pelo Fundo de Assistência Sanitária.

Com informações do Poder 360

Fonte: Portal Grande Ponto

Deixe seu comentário

Pela primeira vez, mundo registra mais de 15 mil mortes por Covid-19 em 24 horas

10 Jan2021

Por Jbelmont às 09h32

A Organização Mundial da Saúde (OMS) relatou neste sábado mais de 15 mil mortes causadas pela Covid-19 nas últimas 24 horas, um número recorde e que eleva o total desde o começo da pandemia para 1,9 milhão. Houve também 800 mil novos casos, um dos maiores números diários em mais de um ano de crise sanitária, e já são mais de 87,5 milhões de contágios.

Os aumentos se devem principalmente ao aumento nas Américas tanto na quantidade de casos, com 440 mil no último dia, quanto no de mortes, com o recorde de 7,8 mil. O continente tem 38 milhões de infecções desde o começo do ano passado.

A Europa, com 28 milhões de casos acumulados e 622 mil óbitos, registrou 273 mil contágios e 6 mil vítimas do vírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, embora por enquanto não haja uma recuperação clara em relação às semanas anteriores.

Os Estados Unidos continuam sendo o país mais afetado, com 21 milhões de casos, seguido pela Índia, com 10 milhões, e do Brasil, que ontem bateu o recorde nacional diário de novos casos, com 87 mil, elevando o total para 1,9 milhão. O número de pacientes recuperados é de 64 milhões, e dos 23 milhões de casos ativos, 0,5% – cerca de 108 mil pessoas – está em uma condição grave ou crítica.

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +