.

Hospital privado em Natal troca corpo de vítima de Covid-19 e família não consegue sepultar parente

23 Mar2021

Por Jbelmont às 22h52

A família de um homem que faleceu vítima de covid-19 na madrugada desta terça-feira (23) tem passado por momentos difíceis, além da dor da perda do ente querido.

O homem estava internado em um hospital privado de Natal, onde veio a óbito. Em razão dos protocolos adotados para o sepultamento de vítimas de covid, o corpo deveria ter saído do hospital direto para o cemitério onde seria enterrado.

Porém, percebendo o atraso, a família entrou em contato com a funerária e foi informada que quando a funerária chegou no hospital, o corpo já não estava mais, deve ter sido liberado para outra família.

A família continua mantendo contato com o hospital em busca de solucionar o problema. O pior é que existe a possibilidade do corpo até já ter sido sepultado.

O BLOGDOBG vai provocar a assessoria do Hospital na manhã desta quarta, e quando tivermos retorno publicitaremos o nome e a posição da empresa.

Não é o primeiro caso desses que acontece nessa pandemia aqui no estado. É preciso ter muita atenção das unidades hospitalares devido a quantidade de óbitos que vem acontecendo.

Deixe seu comentário

Em Baraúna, padaria oferece pães para quem não pode pagar: ‘Não tem o dinheiro do seu pão hoje? Pegue o seu aqui’

23 Mar2021

Por Jbelmont às 21h17

Foto: reprodução

Uma mesa na porta de uma padaria com o seguinte recado: “Não tem o dinheiro do seu pão hoje? Pegue o seu aqui!”. Essa foi a forma que a Panificadora Paladar em Baraúna (RN) encontrou para ajudar aqueles que não têm o que comer, principalmente durante a pandemia, quando muitos perderam o emprego. A ação ocorreu na manhã desta terça-feira (23), ganhou destaque e viralizou nas redes socias.

Com informações de Caio Vale – Mossoró Notícias

 

Deixe seu comentário

Fátima agradece a Carmem Lúcia e comemora suspeição de Moro: “voto para a história”

23 Mar2021

Por Jbelmont às 20h48

A governadora Fátima Bezerra comemorou nas redes sociais a decisão da 2ª turma do STF que considerou o ex-juiz Sérgio Moro parcial no julgamento que condenou por corrupção o ex-presidente Lula no caso do Triplex do Guarujá.

Em poucas palavras, Fátima parabenizou a ministra Carmem Lúcia e disse que o voto de desempate entrará para a história:

 

Com informações da agência Saiba Mais

Deixe seu comentário

Brasil registra novo recorde diário de mortes por covid: 3.251; Novos casos são 82 mil

23 Mar2021

Por Jbelmont às 20h12

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (23):

– O país registrou 3.251 óbitos nas últimas 24h, totalizando 298.676 mortes;

– Foram 82.493 novos casos de coronavírus registrados, no total 12.130.019 pessoas já foram infectadas.

Recordes de mortes nas últimas duas semanas

16 de março de 2021: 2.841

19 de março de 2021: 2.815

17 de março de 2021: 2.648

10 de março de 2021: 2.286

11 de março de 2021: 2.233

12 de março de 2021: 2.216

Deixe seu comentário

MUITO BOM: Mossoró vacina 72 anos amanhã, 71 na quinta e 70 na sexta

23 Mar2021

Por Jbelmont às 20h05

Sem filas ou aglomerações, mediante agendamento, a vacinação contra a Covid-19 em Mossoró evolui entre idosos, na primeira dose. A Prefeitura de Mossoró vacina nesta quarta-feira (24) idosos de 72 anos, na quinta-feira (25) 71 anos e na sexta-feira (26) já vacina os de 70 anos. Para reforçar a vacinação, a imunização vai ocorrer também nos finais de semana.

De acordo com o prefeito Allyson Bezerra, “Estamos avançando na vacinação de forma organizada, com agendamento via agentes de saúde e contato com as UBS, e também oferecemos testagem, apoio a tratamento e foco na prevenção”, informou. Segundo ele, o momento é crítico e requer união e esforço de todos para superá-lo.

Deixe seu comentário

"Não tenha medo. Se vacine", diz bispo de Mossoró

23 Mar2021

Por Jbelmont às 17h32

Dom Mariano Manzana é vacinado contra Covid
Foto: assessoria

Após receber a primeira dose da vacina Coronavac, o bispo da Diocese de Santa Luzia de Mossoró, Dom Mariano Manzana conclamou as pessoas à vacinação.

Para ele, a vacinação “é o modo mais concreto de sair dessa pandemia”.

“Não tenha medo. Vacinado, o Brasil inteiro começará uma nova história”, disse.

Dom Mariano recebeu nesta terça-feira a primeira dose da vacina Coronavac na Unidade Básica de Saúde Enfermeira Conchita da Escóssia Ciarlini, que fica no conjunto Abolição 2, em Mossoró. Ele foi atendido conforme agendamento.

Dom Mariano, de 73 anos, tomará a segunda dose no dia 20 de abril, seguindo o protocolo da imunização

sv

Deixe seu comentário

Bolsonaro dá posse a Marcelo Queiroga como ministro da Saúde

23 Mar2021

Por Jbelmont às 15h53

Foto: JN

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu posse numa discreta cerimônia no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (23), ao médico Marcelo Queiroga como novo ministro da Saúde.

Segundo fontes, o novo ministro esteve com o presidente numa cerimônia discreta, como pedira Queiroga em virtude da gravidade da pandemia.

Para oficializar o ato ainda é necessária a publicação no Diário Oficial da União, no entanto, a exoneração do atual ministro Eduardo Pazuello ainda não foi expedida pelo presidente da República.

A troca de comando no Ministério da Saúde foi anunciada na semana passada. O médico cardiologista aceitou o convite do presidente da República na segunda-feira (15), desde então ele tem participado de uma série de reuniões com o atual chefe da pasta, lideranças sanitárias e políticos para firmar a transição de gestão.

Em uma de suas primeiras declarações como ministro nomeado, Queiroga disse que a política de combate à pandemia é responsabilidade do presidente, cabendo ao ministro apenas a tarefa de executá-la.

O médico tem feito elogios ao trabalho do general Eduardo Pazuello, porém, em entrevista à CNN na sexta-feira (19), o novo ministro disse que a sua gestão terá como principal diferença em relação a do militar o “compromisso com as medidas de bloqueio do vírus”.

Apesar de se comprometer em aplicar medidas de neutralização da circulação do vírus, o médico declarou diversas vezes ser contra a adoção do lockdown, sobretudo como política de governo no enfrentamento à crise sanitária instalada no país.

De acordo com o novo ministro, é preciso que o governo conscientize as pessoas da importância do distanciamento social responsável, do uso de máscaras e da higienização das mãos como forma de prevenção ao coronavírus.

Para efetivar as suas ideias e manter o alinhamento com o presidente, Queiroga pretende fazer mudanças na equipe do Ministério da Saúde já nos primeiros dias de sua gestão, como contou à CNN.

CNN Brasil

Deixe seu comentário

Marco Aurélio nega pedido de Bolsonaro para barrar decretos de DF, BA e RS sobre medidas de isolamento

23 Mar2021

Por Jbelmont às 15h30

Presidente, contrário ao isolamento social, argumentou que governadores não podem determinar medidas desse tipo. Ministro do STF reforçou que União, estados e municípios são responsáveis por ações de combate à pandemia.



O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou o pedido do presidente Jair Bolsonaro para derrubar os decretos dos governos do Distrito Federal, da Bahia e do Rio Grande do Sul que instituíram medidas de isolamento social para conter a pandemia de Covid-19.

Com isso, ficam mantidos os decretos que, entre outros pontos, determinaram a limitação do funcionamento de atividades consideradas não essenciais e estabeleceram o toque de recolher para diminuir a circulação de pessoas do fim da noite até a madrugada do dia seguinte.

A ação de Bolsonaro foi apresentada na última sexta-feira (19). Crítico das medidas de isolamento social, ele argumentou que as iniciativas tomadas pelos estados são inconstitucionais porque só poderiam ser adotadas com base em lei elaborada por legislativos locais, e não por decretos de governadores.

O Brasil vive nas últimas semanas a fase mais grave da pandemia, desde que começaram a ser registrados os primeiros casos de infecção pelo coronavírus, há pouco mais de um ano.

Governadores e prefeitos em todo o país estão optando por medidas de restrição da circulação de pessoas diante de um cenário de disparada de novos casos de doentes e sucessivos recordes negativos de mortes diárias, além do colapso do sistema hospitalar.

A decisão
Em sua decisão, Marco Aurélio considerou que não cabe ao presidente acionar diretamente o STF. Bolsonaro assinou sozinho a ação, sem representante da Advocacia-Geral da União.

“O chefe do Executivo personifica a União, atribuindo-se ao Advogado-Geral a representação judicial, a prática de atos em juízo. Considerado o erro grosseiro, não cabe o saneamento processual”, escreveu o ministro.

Ele ressaltou que o governo federal, estados e municípios têm competência para adotar medidas para o enfrentamento da pandemia. “Há um condomínio, integrado por União, estados, Distrito Federal e municípios, voltado a cuidar da saúde e assistência pública”.

Na sequência, Marco Aurélio afirmou que, em meio a democracia, é imprópria uma visão totalitária.

“Ante os ares democráticos vivenciados, impróprio, a todos os títulos, é a visão totalitária. Ao presidente da República cabe a liderança maior, a coordenação de esforços visando o bem-estar dos brasileiros”, escreveu o ministro.
Histórico
Os decretos editados pelos governadores do Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Bahia foram elaborados com base em entendimentos firmados pelo STF ao longo de 2020, que dá autonomia a estados e municípios para ações contra a pandemia. O Supremo, no entanto, não dispensou o governo federal de centralizar essas ações.

Os governadores também levaram em conta a lei de fevereiro do ano passado, que reconheceu a competência de governadores e prefeitos para agir, sempre orientados por critérios técnicos e científicos. A lei lista uma série de providências - como isolamento e quarentena - que restringem atividades.

Na ação, o presidente Bolsonaro afirmou que não há comprovação de que o toque de recolher noturno diminua a transmissão do vírus. Especialistas rebateram o presidente com estudos científicos sobre os benefícios de ficar em casa quando possível.

 

LER MAIS AQUI

Deixe seu comentário

RN contabiliza 41 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 12 dentro do dia; novos casos são 1.633

23 Mar2021

Por Jbelmont às 13h43

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (23). Foram mais 1.633 casos confirmados, totalizando 186.841. Até segunda-feira (22) eram 185.208 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.209 no total, sendo 12 mortes registradas nas últimas 24h, sendo em (05) em Natal,

A Sesap ainda registrou outros 29 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias, semanas ou meses anteriores. Até segunda-feira (22), eram contabilizados 4.168 mortos. Óbitos em investigação são 901.

Casos suspeitos somam 65.157 e descartados 397.629. Recuperados são 138.506.

Deixe seu comentário

SP bate recorde e registra 1.021 novas mortes por Covid-19 em um dia

23 Mar2021

Por Jbelmont às 12h59

Dados foram divulgados na manhã desta terça (23) no site da Secretaria Estadual da Saúde. Máxima anterior era de 679 mortes confirmadas em 24h no estado, registrada no dia 16 de março. Média móvel de mortes diárias também bateu recorde e chegou a 532.

 

 O estado de São Paulo registrou 1.021 novas mortes provocadas pela Covid-19 nesta terça-feira (23), o recorde em 24 horas desde o início da pandemia. O número equivale a três mortes a cada quatro minutos.


O estado agora totaliza 68.623 óbitos causados pelo coronavírus. Os dados foram publicados no site da Secretaria da Saúde nesta manhã. Geralmente, as informações são divulgadas no período da tarde pela gestão estadual.

O recorde anterior, registrado na semana passada, era de 679 mortes em um dia, e representava um óbito a cada 2 minutos nas últimas 24h.

Os novos registros não significam, necessariamente, que as mortes aconteceram de um dia para o outro, mas que foram computadas no sistema neste período.

As notificações costumam ser menores em finais de semana, feriados e segundas-feiras, por conta do atraso na contabilização.

Na última sexta-feira (19), o secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, admitiu que o governo projetava registrar 800 mortes diárias nos próximos dias.

Nesta terça (23), em entrevista à GloboNews, Gorinchteyn, lamentou o novo recorde, mas defendeu que o valor não representa um retrato exato das últimas 24 horas.

"Apesar de chocarem, porque são vidas que se perderam, eles não retratam essas 24 horas. São dados que eram represados no final de semana e que foram aportados de forma abrupta agora nos dados de terça-feira", disse o secretário.

No entanto, a média móvel de mortes diárias, que considera o registro dos últimos sete dias, também bateu recorde nesta terça e chegou a 532. O valor é 70% maior do que o registrado há 14 dias, o que para especialistas indica forte tendência de alta na epidemia.

Durante o primeiro pico da doença, em 2020, os maiores valores de média móvel de mortes não passavam de 280 por dia. A média móvel de mortes já está em tendência de alta há 22 dias seguidos no estado.

Gorinchteyn também afirmou que a taxa de isolamento social ainda segue muito baixa e cobrou adesão da população.

"Diminuir a circulação de pessoas é também diminuir com ela a circulação do vírus. (...) Estamos sempre clamando por ajuda, mas ainda vemos as pessoas nas ruas", disse.

Internados
O número de pacientes internados com Covid-19 subiu 113% no estado de São Paulo em apenas um mês, como mostra o vídeo abaixo.

Nesta segunda (22), 29.039 pessoas ocupavam leitos destinados à doença. No dia 22 de fevereiro, eram 13.606. Os índices desta terça (23) ainda não foram divulgados pela gestão estadual.

Do total pacientes internados atualmente, 16.871 estão em enfermaria e 12.168 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Número de internações por Covid em SP mais do que dobra em março em relação a fevereiro
Número de internações por Covid em SP mais do que dobra em março em relação a fevereiro

O número de pessoas em UTI em São Paulo é mais de três vezes maior do que em toda a Argentina, que possui uma população semelhante ao estado com aproximadamente 44 milhões de habitantes.

As taxas de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do estado de São Paulo também já superaram os índices registrados no pico de 2020 da pandemia.

Nesta segunda, a ocupação média chegou a 91,9% no estado de São Paulo, contra 77,2% no momento mais grave da pandemia no ano passado, no final de maio.

O índice foi a 91,6% na Região Metropolitana da capital. Na Grande São Paulo, a taxa se aproxima do recorde registrado em maio de 2020, quando a ocupação chegou a 92,2%.

No dia 10 de março, o governo de São Paulo já havia alertado para a dificuldade de atender a população, uma vez que o ritmo de novas internações é maior do que o de altas.

Mortes à espera de leitos
Mais de 135 pessoas com Covid-19 ou suspeita da doença não resistiram à espera por um leito de UTI e morreram até esta segunda-feira (22) no estado de São Paulo. O levantamento é do G1, da TV Globo e da GloboNews.

CONTINUAR lLENDO AQUI

Deixe seu comentário

RN tem 134 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

23 Mar2021

Por Jbelmont às 12h51

Foto: Reprodução/Regula RN

O Rio Grande do Norte registra no início da tarde desta terça-feira(23) 134 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 12h25, o estado tinha 12 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

Deixe seu comentário

Novo golpe pede para que idosos façam ‘prova de vida’ do INSS por WhatsApp

23 Mar2021

Por Jbelmont às 12h49

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Tem novo golpe na praça usando o nome do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Desta vez, golpistas pedem que aposentados e pensionistas façam a prova de vida por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Segundo o alerta emitido pelo INSS, criminosos ligam ou enviam uma mensagem pelo WhatsApp pedindo que a vítima envie uma foto de algum documento com foto para finalizar o processo.

O INSS alerta que nunca entra em contato por telefone, SMS nem aplicativos de mensagem. Em casos de tentativa de golpe, nunca passar nenhum tipo de informação. O procedimento recomendado é desligar imediatamente o telefone e/ou parar de responder o contato via mensagem de texto. Se possível, bloquear o número.

A necessidade de prova de vida está suspensa até dia 31 de maio. Desde março do ano passado, quando entrou em vigor, 5,3 milhões de beneficiários deixaram de comprovar que estavam vivos.

Comprovação por biometria facial

Em fevereiro, foi anunciado pelo INSS, em parceria com o Ministério da Economia, a prova de vida por biometria facial como medida de evitar a visita presencial de idosos nas agências.

Para usufruir da tecnologia, o beneficiário precisa baixar o aplicativo “Meu gov.br” (disponível para Android ou iOS) e tirar uma selfie dentro da plataforma, no local especificado. Após o reconhecimento, é possível acompanhar o resultado por outro aplicativo, “Meu INSS” (disponível para Android ou iOS).

Vale reiterar que o reconhecimento facial é feito somente por meio do aplicativo Meu gov.br, não por Whatsapp, SMS nem ligação.

CNN Brasil

Deixe seu comentário

Gratidão: Governadora Fátima anuncia que recebeu equipamentos do governo do Amazonas para contornar falta de oxigênio em municípios do RN

23 Mar2021

Por Jbelmont às 09h22

A governadora Fátima Bezerra recebeu na noite desta segunda-feira, equipamentos importantes para contornar a crise no abastecimento de oxigênio líquido em municípios do Rio Grande do Norte.

Os equipamentos foram garantidos à governadora pelo governador do Amazonas, como gratidão pelo Estado ter acolhido vários amazonenses que salvaram suas vidas em hospitais de Natal, durante a crise exatamente da falta de oxigênio em Manaus.

Thaisa Galvão

Deixe seu comentário

Câmara burla norma e infla verba para deputado contratar mais assessores

23 Mar2021

Por Jbelmont às 09h20

A Câmara dos Deputados gasta R$111 mil com cada deputado todo mês para contratação de até 25 assessores com lotação em Brasília e escritórios políticos nos Estados. Em 2020, foram torrados R$650,3 milhões com 9.467 secretários parlamentares – média de R$1,26 milhão para cada um dos 513 parlamentares.

Mas, na prática, grande parte deles recebe, indiretamente, volume maior de recursos, inflando a verba de gabinete. Levantamento realizado em parceria pelo Diário do Poder e MS em Brasília no Portal Transparência da Câmara revela que 373 dos 513 deputados, ou 73%, têm aumento no valor da cota.

Para elevar essa verba e driblar a norma, a Câmara nomeia assessores no Cargo de Natureza Especial (CNE), criado para atender comissões temáticas, lideranças de partidos e órgãos da Casa. Dispositivo incluído em atos da Mesa, contudo, permite que o CNE seja cedido aos gabinetes provisoriamente. A julgar pelos dados, o que era exceção virou regra.

Tanto que, dos 1.604 nomeados como CNE, 736 estão lotados nos gabinetes, o que representa 46% do total. O restante está espalhado por comissões e lideranças de partidos. O CNE tem regalias, como ser dispensado do ponto eletrônico, além de excelente remuneração, que varia de R$3.664 a R$19.901.

Excesso

O número de CNEs cedidos aos gabinetes varia de um a seis. Presidente nacional do Podemos, Renata Abreu (SP) lidera a lista com seis funcionários a mais. Ao todo, ela tem 31. O “excesso de assessores” representa R$49.006 a mais, elevando a cota da parlamentar para R$160 mil.

Na portaria do Anexo IV (“Serra Pelada”), a fila se desfaz: multidão de assessores chegando aio trabalho.
Uldurico Junior (PROS-BA), Nivaldo Albuquerque (PTB-AL), Maurício Dziedricki (PTB-RS) e Wellington Ribeiro (PL-PB) também têm seis assessores a mais cada, atingindo 31, com aumento de R$48.752, R$44.725, R$42.726 e R$36.269 na verba de gabinete, além dos R$111 mil.

Outros cinco completam a lista dos dez com maior número de assessores, além dos 25 previstos: Paulo Bengtson (PTB-PA), Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA), Vaidon Oliveira (PROS-CE), Miguel Lombardi (PL-SP) e Carlos Henrique Gaguim (DEM-TO). Todos eles têm a verba azeitada em R$43.201, R$38.239, R$36.642, R$30.406 e R$16.360, respectivamente.

Lira e Baleia

O presidente Arthur Lira (PP-AL) também consta da relação. Possui três assessores com Cargo de Natureza Especial em seu gabinete, cujos salários somam R$15.700. Baleia Rossi (MDB-SP), que perdeu a eleição para Lira, tem dois funcionários, mas com remuneração total maior, de R$26.148.

Na lista, há ainda parlamentares com representatividade na Casa, como os líderes da minoria, José Guimarães (PT-CE); da maioria, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB); da oposição, André Figueiredo (PDT-CE); e do Governo, Ricardo Barros (PP-PR).

E também a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), Paulo Pimenta (PT-RS), Joice Hasselmann (PSL-SP), Túlio Gadêlha (PDT-CE), Alexandre Frota (PSDB-SP), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), entre outros.

A Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados foi procurada, mas não havia respondido aos questionamentos até o fechamento desta reportagem.

DIÁRIO DO PODER

Deixe seu comentário

Principal fornecedora de oxigênio à Sesap reduz atendimento

23 Mar2021

Por Jbelmont às 09h17

Com pelo menos 60 municípios apresentando dificuldades para adquirir cilindros de oxigênio medicinal para as unidades de saúde, o Governo do Rio Grande do Norte adotou sistemas de racionamento nos hospitais para evitar a falta do insumo. A empresa White Martins, fornecedora de oxigênio à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), informou à TRIBUNA DO NORTE que está deixando de atender as demandas do setor industrial para aumentar o fornecimento para a saúde. Cilindros industriais foram enviados do Rio Grande do Norte para Pernambuco a fim de serem convertidos em cilindros para gases medicinais. Posteriormente, serão devolvidos para serem utilizados pelas unidades de saúde potiguares.

A principal pressão encontra-se nas unidades municipais de saúde, como as Unidades de Pronto-Atendimento (UPA). Isso acontece porque elas são portas de entrada para o encaminhamento dos pacientes para outros estabelecimentos, processo que tem se tornado cada vez mais difícil com a superlotação dos hospitais com casos de Covid-19. Enquanto esperam a disponibilidade de um leito nos hospitais, os profissionais têm que improvisar acomodações e saídas de oxigênio para atender à crescente demanda.

A secretária adjunta de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Maura Sobreira, afirmou que o fornecimento para as unidades hospitalares estaduais está regular e não há risco de falta, mas que o Estado busca uma solução junto ao fornecedor e ao Governo Federal para a situação dos municípios. “As unidades estaduais seguem abastecidas sem nenhum problema relativo ao oxigênio. Foi feito um plano de contingenciamento e a expansão dos leitos foi dialogada o tempo todo com o fornecedor estadual”, garantiu a gestora.

Em alguns municípios do Estado, a situação já chegou ao ponto crítico. É o caso de Ceará-Mirim, na Região Metropolitana de Natal, onde pacientes precisaram ser transferidos do Hospital Municipal Dr. Percílio Alves na madrugada do sábado (20) em razão da falta iminente de oxigênio artificial. Os pacientes mais graves e que necessitariam de uma quantidade maior do insumo foram transferidos para outras unidades hospitalares para que não houvesse falta completa do insumo.

A comunicação sobre a dificuldade de aquisição do oxigênio foi feita pelo Conselho Municipal dos Secretários de Saúde (Cosems) na sexta-feira (19). O Governo do Estado buscou tratar diretamente com a empresa que fornece aos hospitais estaduais para aumentar o total fornecido, mas não foi possível chegar a um acordo. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte foi acionado e decidiu em favor do Estado, que passará a ter um aditivo de 25% no oxigênio entregue pela White Martins, que deve beneficiar os municípios com maior dificuldade de abastecimento.

Além disso, foi comunicado ao Governo Federal sobre a situação do Estado, e feita uma solicitação para envio de 450 cilindros. A princípio, foi assegurado o envio de 160 cilindros pelo Ministério da Saúde, o que deve ser feito até a quarta-feira (24). Manaus também enviou 75 concentradores de oxigênio através do Projeto Gratidão.

A perspectiva é que haja um envio maior de cilindros pelo Ministério da Saúde gradativamente ao longo das próximas semanas.

Confira matéria completa na TRIBUNA DO NORTE.

Deixe seu comentário

RN ultrapassa 185 mil casos confirmados e tem 4.168 mortes por Covid-19

23 Mar2021

Por Jbelmont às 09h11

Sesap registra 84 óbitos a mais em relação ao boletim de sexta-feira (19). Número de internados sobe para 1.072.

O Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 185 mil casos de Covid-19 desde o início da pandemia - são 185.208, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (22). A doença vitimou 4.168 pessoas no estado e outros 888 óbitos estão sob investigação.

Em relação ao boletim de sexta-feira (19), o último divulgado pela Sesap, são 84 mortes a mais.

O número de internados por causa da Covid no estado atingiu novo recorde: 1.072.
São 644 pacientes na rede pública e 428 na privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 91,3% na rede pública e segue em 100% na rede privada. Só nos leitos críticos, os internados são 592.

Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI em Natal
O RN tem ainda 63.198 casos suspeitos da doença e outros 395.021 descartados. O número de confirmados recuperados continua em 138.506, e o de inconclusivos, tratados como "Síndrome Gripal não especificada", está em 112.950.

A Sesap não atualizou o número de testes de Covid-19 realizados no estados - foram 426.171 testes até o momento, sendo 227.608 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 198.563 sorológicos.

Números do coronavírus no RN
185.208 casos confirmados
4.168 mortes
63.198 casos suspeitos
395.021 casos descartados
138.506 confirmados recuperados

 

G1RN

Deixe seu comentário

“O ano todinho fechando e não deu certo”, diz Bolsonaro sobre lockdown

22 Mar2021

Por Jbelmont às 21h42

Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (22/3) que reconhece a existência da pandemia de coronavírus e que ela precisa ser combatida, mas que as medidas restritivas impostas por alguns governadores não deram certo após um ano.

“Alguns querem que eu decrete lockdown nacional. O que vocês acham disso? Olha, se tivesse dado certo, né? O ano todinho fechando e não deu certo. E para continuar até quando? Nós reconhecemos o vírus, que tem que ser combatido. Nós fazemos o possível”, disse o presidente a apoiadores, no Palácio da Alvorada.

Apesar de não fazer referência direta, a declaração do presidente ocorre um dia após economistas e empresários divulgarem carta a Bolsonaro, com mais de 500 assinaturas.

No documento, são defendidas medidas urgentes de enfrentamento à pandemia no Brasil, como aceleração do ritmo de vacinação, distribuição gratuita de máscaras e campanha de conscientização sobre o uso, assim como coordenação nacional nas ações tomadas no âmbito local, em especial relacionadas ao distanciamento social.

Desde o início da pandemia, há um ano, Bolsonaro tem se manifestado contra a “política do fecha tudo”.

Mais cedo, nesta segunda, durante evento no Palácio do Planalto, o presidente afirmou que é preciso “lutar contra o vírus e não contra o governo”.

“Eu devo mudar o meu discurso? Eu devo me tornar mais maleável? Devo ceder? Fazer igual a grande maioria tá fazendo? Se me convencerem do contrário, faço, mas não me convenceram ainda. Devemos lutar é contra o vírus e não contra o presidente”, afirmou Bolsonaro.

“Parece que no mundo todo só no Brasil tá morrendo gente. Lamento o número de mortes. Qualquer morte. Não sabemos onde isso vai acabar. Se vai acabar um dia. […] Se ficar em lockdown 30 dias e acabar com o vírus, eu topo, mas sabemos que não vai acabar”, disse o presidente.

Metrópoles

Deixe seu comentário

Dois PMs e um bombeiro morrem por Covid-19 em menos de 24h no RN

22 Mar2021

Por Jbelmont às 21h38

Somente nesta segunda-feira, 22, três militares morreram por Covid-19, de acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed/RN). Dois eram policiais militares e outro era do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN).

Uma das vítimas era o policial militar Jurandir Pedro da Silva, de 49 anos. Segundo a PM, ingressou na corporaçãono ano de 1992 e atualmente estava lotado 3° BPM, em Parnamirim, na Grande Natal.

“A Polícia Militar lamenta a morte deste honrado profissional de segurança pública, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares, os nossos sentimentos de mais profundo pesar”, dizia a nota. Ainda de acordo com a assessoria da Sesed, outro militar também morreu em virtude de complicações do coronavírus.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), o segundo sargento Francisco Fábio de Souza Silva, de 50 anos, na tarde desta segunda-feira, 22, por complicações da Covid-19. Ele morreu 12 dias depois da esposa, Cristiane Regina Silva, de 43 anos, que também teve morte por complicações do coronavírus.

Em uma publicação em uma rede social, o CBMRN explicou que Sargento Fábio estava desde 1997 no Corpo de Bombeiros Militar do RN. Em fevereiro, completou 24 anos de serviços prestados, tendo destaque no Programa Bombeiro Mirim.

Agora RN

Deixe seu comentário

Brasil registra média de novos casos de Covid acima de 75 mil por dia pela primeira vez na pandemia e passa de 12 milhões

22 Mar2021

Por Jbelmont às 20h38

País contabilizou 12.051.619 casos e 295.685 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel de mortes bateu novo recorde pelo 24º dia: 2.298 por dia.


Por G1




Não é só a alta nas mortes por Covid-19 no Brasil que tem causado preocupação, mas também o crescimento no contágio. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 12.051.619 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 55.177 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 75.163 novos diagnósticos por dia. É a primeira vez na pandemia em que essa média fica acima da marca de 75 mil. Isso representa uma variação de +10% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (22).

O país também registrou 1.570 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou 295.685 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.298, mais um recorde no índice. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +46%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Já são 61 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil, e pelo décimo quinto dia a marca aparece acima de 1,5 mil. Foram 24 recordes seguidos nesse índice, registrados de 27 de fevereiro até aqui.

Veja a sequência da última semana na média móvel:

Terça (16): 1.976 (recorde)
Quarta (17): 2.031 (recorde)
Quinta (18): 2.096 (recorde)
Sexta (19): 2.178 (recorde)
Sábado (20): 2.234 (recorde)
Domingo (21): 2.255 (recorde)
Segunda (22): 2.298 (recorde)
Vinte e um estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AC, AP, PA, TO, AL, BA, PB, PE, PI, RN e SE.


Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados
Mortes e casos por cidade
Veja como está a vacinação no seu estado
Brasil, 22 de março
Total de mortes: 295.685
Registro de mortes em 24 horas: 1.570
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 2.298 (variação em 14 dias: +46%)
Total de casos confirmados: 12.051.619
Registro de casos confirmados em 24 horas: 55.177
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 75.163 por dia (variação em 14 dias: +10%)
Estados
Subindo (21 estados e o Distrito Federal): PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AC, AP, PA, TO, AL, BA, PB, PE, PI, RN e SE
Em estabilidade (3 estados): RO, CE e MA
Em queda (2 estados): AM e RR
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Deixe seu comentário

Mossoró começa a vacinar idosos de 73 e 74 anos nesta terça

22 Mar2021

Por Jbelmont às 19h45

Mossoró começa a vacinar idosos de 73 e 74 anos nesta terça
A partir de terça-feira (23), as unidades básicas de saúde do município começarão a imunizar os idosos de 73 e de 74. Por ordem de chegada e comprovante de idade.

 

Deixe seu comentário

COVID: Brasil registra 1.383 óbitos nas últimas 24h; Novos casos são 49 mil

22 Mar2021

Por Jbelmont às 19h10

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta segunda-feira (22):

– O país registrou 1.383 óbitos nas últimas 24h, totalizando 295.425 mortes;

– Foram 49.293 novos casos de coronavírus registrados, no total 12.047.526 pessoas já foram infectadas.

Deixe seu comentário

Marco Aurélio diz que decidirá na terça sobre ação de Bolsonaro contra medidas restritivas de estados

22 Mar2021

Por Jbelmont às 19h03

Foto: Carlos Moura/STF

Relator do pedido do governo federal contra medidas restritivas nos estados, o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que irá tomar sua decisão até esta terça-feira (23), e que está preocupado com o aumento no número de mortes causadas pela Covid-19 no Brasil.

“Estou vendo o horizonte muito sombrio, porque a ficha do brasileiro não caiu e ele está procedendo como se não houvesse pandemia alguma e os reflexos vão ser muito fortes”, disse o ministro à coluna.

Na opinião do ministro, a segunda quinzena de março pode ser marcada por uma “tristeza maior” e, seguindo o ritmo, em abril haveria “mais mortes”.

Na ação proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governo pede a suspensão de medidas, como o toque de recolher e o fechamento de comércios, de três unidades da federação: Brasília, Bahia e Rio Grande do Sul.

O relator irá analisar se cabe interromper as restrições motivadas pela Covid-19, como forma de reduzir aglomerações.

Aos 74 anos, Marco Aurélio se imunizou contra o novo coronavírus na semana passada. Desde o início da pandemia, ele está em casa no Rio de Janeiro, de onde tem participado de sessões virtuais da Corte.

CNN Brasil

Deixe seu comentário

RN tem 137 pacientes com Covid-19 à espera de UTI

22 Mar2021

Por Jbelmont às 16h40

Foto: Reprodução/Regula RN

O Rio Grande do Norte registra no início da tarde desta segunda-feira(22) 137 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de UTI, de acordo com o portal Regula RN, que monitora em tempo real a ocupação de leitos públicos no estado. Às 13h05, o estado tinha 7 leitos de UTI disponíveis aguardando regulação de pacientes. A maior parte dos pacientes é da região metropolitana de Natal.

 
Deixe seu comentário

Boas chuvas de sexta feira até esta segunda no RN

22 Mar2021

Por Jbelmont às 16h32

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn) registrou chuvas em 51 municípios pelo estado, entre sexta-feira(19) e o início da manhã desta segunda-feira(22). As cidades de Potalegre(93,6mm), Rodolfo Fernandes(84,2mm), Martins(62mm) e João Dias(51,8) receberam o maior volume pluviométrico no período. Confira abaixo:

Per.: das 7:00hs de 19/03/2021 as 7:00hs de 22/03/2021

No. Postos Existentes: 177 No. Postos sem Contato: 100
No. de Postos com Chuva: 51 No. de Postos sem Chuva: 26

MESORREGIAO OESTE POTIGUAR
Portalegre(Particular) 93,6
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 84,2
Martins(Particular) 62,0
Joao Dias(Emater) 51,8
Severiano Melo(Prefeitura) 47,0
Rafael Godeiro(Emater) 42,5
Vicosa(Prefeitura) 42,0
Pendencias(Emater) 36,7
Francisco Dantas(Emater) 36,0
Sao Francisco Do Oeste(Prefeitura) 31,6
Pau Dos Ferros(Particular) 31,0
Olho D'agua Dos Borges(Particular) 30,5
Sao Miguel(Emater) 28,0
Parana(Emater) 24,8
Lucrecia(Emater) 24,0
Riacho Da Cruz(Emater) 21,5
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 21,3
Coronel Joao Pessoa(Emater) 20,3
Major Sales(Prefeitura) 19,5
Jucurutu(Emater-pedra do Navio) 18,6
Campo Grande(Particular 2) 14,5
Janduis(Emater) 14,0
Jose Da Penha(Emater) 14,0
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 13,3
Caraubas(Particular) 11,9
Agua Nova(Prefeitura) 11,7
Rafael Fernandes(Emater) 11,4
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 10,0
Alto Do Rodrigues(Emater) 8,0
Venha Ver(Emater) 7,0
Barauna(Emater) 4,6
Campo Grande(Particular) 2,5

MESORREGIAO CENTRAL POTIGUAR
Currais Novos(Sec Meio Amb. Ex Cersel) 6,2
Sao Joao Do Sabugi(Emater) 6,0
Macau(Defesa Civil (ex-emater)) 5,5
Timbauba Dos Batistas(Prefeitura-fz. Timbauba) 4,0
Sao Jose Do Serido(Associacao Usuarios Agua) 3,7
Guamare(Lagoa Doce) 2,0
Florania(Sitio Jucuri) 1,8

MESORREGIAO AGRESTE POTIGUAR
Lagoa De Pedras(Prefeitura) 12,7
Monte Das Gameleiras(Emater) 10,0
Serrinha(Emater) 8,4
Joao Camara(Centro Saude) 5,1
Monte Alegre(Emater) 5,0
Sao Bento Do Trairi(Prefeitura) 4,3
Sao Paulo Do Potengi(Emater) 3,8
Vera Cruz(Emater) 3,2
Tangara(Emater) 1,9

MESORREGIAO LESTE POTIGUAR
Extremoz(Emater) 11,9
Sao Goncalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 6,5
Montanhas(Prefeitu


Emparn

Deixe seu comentário

RN contabiliza 23 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 10 dentro do dia; novos casos são 1.301

22 Mar2021

Por Jbelmont às 13h09

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (22). Foram mais 1.301 casos confirmados, totalizando 185.208. Até domingo (21) eram 183.907 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.168 no total, sendo 10 mortes registradas nas últimas 24h, em Natal(05), além de Parnamirim, Extremoz, Boa Saúde, Assu e Lagoa de Velhos.

A Sesap ainda registrou outros 13 óbitos ocorridos após a confirmação de exame laboratorial (Outubro-2020 (1); Fevereiro-2021 (2) e março 2021 (34)). Até domingo (21), eram contabilizados 4.145 mortos. Óbitos em investigação são 888.

Casos suspeitos somam 63.198 e descartados 395.021. Recuperados são 138.506.

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +