Após atropelar e matar criança de 1 ano, jovem é espancado até a morte em Natal

13 Out2018

Por Jbelmont às 11h42


Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi


Um homem foi espancado até a morte após atropelar e matar uma criança de 1 ano e 4 meses no bairro Nazaré, em Natal, na noite de sexta (12).

De acordo com a Polícia Civil, o motociclista foi identificado como Mateus Miranda do Nascimento, de 18 anos. Ele estava empinando a moto pela Avenida Lima e Silva quando, próximo à Travessa Vila Viana, perdeu o controle do veículo e atropelou a criança. Kauan Henrique estava com a mãe no momento do acidente. Ele morreu na hora.

O motociclista tentou fugir do local do acidente correndo, mas foi pego por populares. Revoltados, eles espancaram Mateus Miranda até a morte. O jovem ainda levou uma facada no peito.

De acordo com o delegado Rysklyft Factore, os responsáveis pelo linchamento ainda não foram identificados, mas pelo menos cinco pessoas participaram do crime. Mateus Miranda não tinha passagem pela polícia.

Esse é o segundo caso de linchamento em Natal em dois dias. Na quinta-feira (11), um homem suspeito de assaltar um ônibus na Ribeira foi pego, amarrado pelo pescoço, arrastado pelo pescoço, espancado e baleado.

G1

Deixe seu comentário

Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

13 Out2018

Por Jbelmont às 09h18

Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado (13) — Foto: Marcelo Brandt/G1

O concurso 2.087 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 27 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (13) no município de Joaçaba (SC

Deixe seu comentário

Fátima Bezerra (PT) faz caminhada com apoiadores na Zona Norte de Natal

13 Out2018

Por Jbelmont às 09h03

Candidata Fátima Bezerra (PT) fez caminhada na Zona Norte de Natal, nesta sexta-feira (12). — Foto: Mariana Rocha/Inter TV Cabugi


A candidata do PT ao governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra fez um caminhada durante a manhã desta sexta-feira (12) pelas ruas da Redinha, na Zona Norte de Natal. Ela estava acompanhada de apoiadores e conversou com moradores e comerciantes.

Aproveitando a data em que se comemora o Dia da Criança, a candidata disse que, se for eleita, vai aumentar o número de crecher e escolas em tempo integral no estado.

"Nós vamos fazer parceria com as prefeituras para termos mais vagas em creches para as nossas crianças. Além de nós estarmos contribuindo para que elas possam ter o seu desenvolvimento do ponto de vista cognitivo, você está dando uma grande contribuição às mulheres que precisam ir à luta em busca de emprego e vão deixar seus filhos em uma creche segura", afirmou.

G1 

 

Deixe seu comentário

Agripino perderá foro privilegiado em janeiro e ações contra ele devem correr na Justiça potiguar

13 Out2018

Por Jbelmont às 08h57

 

Tribunal Federal) que restringiu o foro especial de parlamentares deverá levar para a primeira instância da Justiça Federal uma série de inquéritos e ações penais da Lava Jato contra políticos que não conseguiram se reeleger neste ano.

Entre eles, o senador José Agripino Maia, que, diante das fortes rejeições, tentou disputar o cargo de deputado federal e perdeu. Isso significa que a partir de 2019 ele estará sem mandato e, provavelmente, sem foro privilegiado por prerrogativa de função. Agripino é réu em duas ações penais que surgiram no decorrer da Lava Jato. Uma delas trata do esquema de um possível esquema de corrupção e desvio de dinheiro na construção da Arena das Dunas. Ele é réu acusado de receber propina da OAS, empresa responsável pela execução da obra.

A remessa para a primeira instância não é automática. Depende de parecer da Procuradoria-Geral da República e de decisão do ministro relator em cada caso, o que só deverá ocorrer a partir de fevereiro de 2019, quando começa a nova legislatura e os não reeleitos ficarão sem mandato.

A regra, definida pelo plenário do Supremo em maio, é que o foro especial se restringe a crimes praticados no exercício do cargo e em razão dele.

Se o parlamentar perder a prerrogativa de foro durante a tramitação do processo, o inquérito ou a ação penal que não tiver chegado à fase de intimação das partes para alegações finais. 

BG

Deixe seu comentário

Haddad critica política armamentista e promete combater o racismo

13 Out2018

Por Jbelmont às 08h52

 

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, assistiu à missa de Nossa Senhora Aparecida ao lado da mulher, Ana Estela, e da vice na chapa, Manuela D’Ávila. Após o ato religioso, ele criticou a política armamentista defendida pelo candidato adversário Jair Bolsonaro.

A igreja visitada pelo candidato fica no Jardim Ângela, região com um dos maiores índices de violência da capital paulista. Um levantamento feito por ONGs mostrou que a expectativa de vida no local é de apenas 55 anos, contra 75 da média nacional.

No sermão, o padre disse que é preciso respeitar a vida e que a arma é um instrumento da morte. Logo depois da missa, Haddad repetiu a mensagem de repúdio à violência, num discurso para a comunidade.

“É impossível nós não concordarmos com que o que está sendo dito. Preservar a vida, combater violência, combater corrupção, preservar o meio ambiente e garantir a democracia. Alguém discorda disso aqui?”, disse o candidato.

Ele também se comprometeu a combater o racismo. “Nossa Senhora da Aparecida é uma santa muito importante, porque ela é negra e protetora dos escravos e nós temos também que compreender que nós temos que superar a cultura do racismo, que ainda existe no nosso país”, afirmou.

Na quinta-feira (11), ele teve uma reunião em Brasília com representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Questionado sobre a influência da Igreja em seu eventual governo, Haddad disse que assumiu compromissos sobre princípios com os bispos.

“Os princípios que a Igreja Católica colocou são princípios que todas as pessoas valorizam: proteção da vida, proteção do meio ambiente, proteção da democracia, combate à violência”, concluiu Haddad.

Ele também se referiu ao Dia das Crianças, comemorado nesta quinta, e falou de propostas para a educação infantil.

“O São Paulo Carinhosa é um programa que pretendemos estender para todo o país. De proteção à criança e à adolescência. Temos uma meta de colocar toda criança a partir de 4 anos na escola. Vamos fazer uma busca ativa das crianças que ainda não estão na escola. Porque é obrigatória a matrícula a partir dos 4 anos”, afirmou.

Sobre o tema do meio ambiente, Haddad disse que vai estimular o aumento da produtividade de terra cultivada e investir parte das reservas cambiais em energias renováveis.

“Vamos aumentar a produtividade alterando uma tabela que é de 1975, que precisa ser alterada, que é de produtividade por hectare, dependendo da cultura que é plantada. E vamos investir pesado 10% das reservas cambiais em energia alternativa: biocombustível, energia eólica e energia solar”, completou o candidato.

Com informações do G1

Deixe seu comentário

Veja os políticos do RN que não conseguiram se eleger e ficaram sem mandatos

12 Out2018

Por Jbelmont às 21h16

Votação gerou mudanças e lideranças potiguares com histórico político ficaram sem mandatos.

Por Igor Jácome, G1 RN

A eleição de 2018 alterou o cenário político do Rio Grande do Norte e deixará sem mandato vários políticos e lideranças históricas do estado, a partir de 2019. Caso de dois senadores, quatro deputados federais, além de deputados estaduais. No caso do Senado, deixam a Casa Garibaldi Alves Filho (MDB) e José Agripino (DEM).

Aos 71 anos, Garibaldi tentou se reeleger para o terceiro mandato de senador, mas ficou em quarto lugar na disputa pelas duas vagas deste ano. Ele ocupa uma cadeira no Senado desde 1° de fevereiro de 2003, foi presidente da casa e do Congresso Nacional entre dezembro de 2007 e fevereiro de 2009 e se licenciou para ser ministro da Previdência, entre 2011 e 2015. O filho de Garibaldi, Walter Alves (MDB), conseguiu se reeleger deputado federal no último domingo.

Após 24 anos consecutivos no Senado, outra liderança da política potiguar que deixa a casa em 2019 é José Agripino Maia, de 73 anos, ex-presidente nacional do DEM. Neste ano, ele concorreu ao cargo de deputado federal, mas ficou na segunda suplência na coligação e não terá mandato a partir de janeiro. O atual deputado federal Felipe Maia (DEM), fiho de Agripino, também deixou de concorrer à reeleição para apoiar a candidatura do pai e não se candidatou a outro cargo. Ambos ficarão sem mandato.

No lugar dos senadores, vão assumir os cargos em 2019 o capitão Styvenson Valentim (Rede), em seu primeiro mandato eletivo, e a deputada federal Zenaide Maia (PHS).

Deputados federais
Entre os atuais deputados federais que não conseguiram reeleição estão Rogério Marinho (PSDB), que ficou conhecido nacionalmente como relator da reforma trabalhista. Ele tentou a reeleição, mas não obteve sucesso.

Além dele, Beto Rosado (PP) também disputou pelo retorno ao Congresso sem êxito.

Houve ainda o caso de Antonio Jácome (Podemos) que se candidatou ao Senado, mas não ganhou e ficará sem mandato; e Felipe Maia, já citado, que não concorreu.

Deputados Estaduais
Nove deputados deixam a Assembleia Legislativa, que conta com 24 cadeiras, porém, destes, um terá mandato a partir do próximo ano na Câmara Federal. É o caso de Fernando Mineiro (PT).

Ficarão sem mandato Ricardo Motta (PSB), Márcia Maia (PSDB), Carlos Augusto Maia (PCdoB), Larissa Rosado (PSDB), Jacó Jácome (PSD) e Gustavo Fernandes (PSDB), que tentaram reeleição, mas não conseguiram votos suficientes.
Já Dison Lisboa (PSD) teve o registro de candidatura impugnado e José Adécio (DEM) não disputou as eleições.

Deixe seu comentário

Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco

12 Out2018

Por Jbelmont às 20h24

A partir deste sábado (13), os boletos com valor a partir de R$ 100, mesmo vencidos, poderão ser pagos em qualquer banco. A medida faz parte da nova plataforma de cobrança da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) que começou a ser implementada em julho do ano passado.

Para serem aceitos pela rede bancária, em qualquer canal de atendimento, os dados do boleto precisam estar registrados na plataforma. Segundo a Febraban, os clientes que tiverem boletos não registrados na Nova Plataforma, rejeitados pelos bancos, devem procurar o beneficiário, que é o emissor do boleto, para quitar o débito.

O novo sistema permite o pagamento em qualquer banco, independentemente do canal de atendimento usado pelo consumidor, inclusive após o vencimento, sem risco de erros nos cálculos de multas e encargos. Além disso, segundo a Febraban, o sistema traz mais segurança para a compensação de boletos, identificando tentativas de fraude, e evita o pagamento, por engano, de algum boleto já pago.

As mudanças estão sendo feitas de forma escalonada, tendo sido iniciada com a permissão para quitação de boletos acima de R$ 50 mil. Entretanto, em junho deste ano, após dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.

A previsão inicial era que a partir de 21 de julho deste ano fossem incluídos os boletos com valores a partir de R$ 0,01. A expectativa era de que em 22 de setembro o processo tivesse sido concluído, com a inclusão dos boletos de cartão de crédito e de doações, entre outros. Pelo novo cronograma, os boletos a partir de R$ 0,01 serão incluídos a partir do próximo dia 27 e os boletos de cartões de crédito, doações, entre outros, no dia 10 de novembro de 2018.

Segundo a Febraban, apesar de o sistema passar a processar documentos de menor valor, com volume maior, os bancos não preveem dificuldade na realização dos pagamentos, com base nos testes feitos nas fases anteriores. Com a inclusão e processamento desses boletos no sistema, a Nova Plataforma terá incorporado cerca de 3 bilhões de documentos – aproximadamente 75% do total emitido anualmente no país. Nas próximas fases, serão incorporados 1 bilhão de boletos de pagamento.

A Febraban lembra que a nova plataforma é resultado de uma exigência do Banco Central, com incorporação de dados obrigatórios, como CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento, valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

Deixe seu comentário

Carlos Eduardo anuncia apoio a Bolsonaro para Presidente

12 Out2018

Por Jbelmont às 20h08

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), que disputa o Governo do RN, anunciou nesta sexta-feira (12) apoio à candidatura de Jair Bolsonaro para Presidente da República.

 

Deixe seu comentário

Senador eleito não apoiará ninguém e deve deixar partido

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h51

Styvenson conversou com Marina Silva (Foto: reprodução 


Em entrevista ao Jornal Regional (rede de rádios na região Seridó) desta quinta-feira (11), o Capitão Styvenson Valentim (REDE), eleito como o mais votado para o Senado, nas eleições de domingo (07) no RN, não descartou a possibilidade de deixar o REDE Sustentabilidade.

“Isso é uma questão de repensar. Eu conversei com Marina Silva (candidata à presidência da República), agradeci por ela ter disponibilizado a candidatura cidadã. Isso foi muito bom porque era o momento que eu precisava. É uma pena pois não sei se o partido vai continuar ou vai se fundir. Eu sempre disse que não tenho partidos e nem ideologias…”, explicou.

Na mesma entrevista, Styvenson também descartou qualquer possibilidade de declarar, oficialmente neste segundo turno um apoio a qualquer candidato que esteja na disputa. Isso deve valer tanto para o Governo como para a Presidência.

Do Blog Marcos Dantas via Carlos Santos

Deixe seu comentário

MDB adota neutralidade e vai liberar filiados no segundo turno, confirma Eunício

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h40

 

O MDB vai adotar posição de neutralidade no segundo turno das eleições presidenciais, liberando seus filiados para apoiar Fernando Haddad (PT) ou Jair Bolsonaro (PSL), informou à Folha o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

O anúncio oficial da decisão está marcado para meio dia desta quinta-feira (11).

O martelo foi batido em reunião na noite desta quarta-feira, com participação do presidente Michel Temer e do presidente do MDB, senador Romero Jucá (MDB-RR).

“Acho o melhor caminho, para depois das eleições tomarmos o nosso rumo”, disse Eunício.

O senador, que não foi reeleito, afirma que não deve se envolver diretamente na campanha. Em entrevista dada nesta semana, porém, ele afirmou que vai manter a posição do primeiro turno, quando votou em Fernando Haddad.

Folhapress

Deixe seu comentário

Bolsonaro defende legislação trabalhista diferenciada para agronegócio

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h37

 

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, defendeu nesta quinta-feira uma legislação trabalhista diferenciada para o setor de agronegócio, ao mesmo tempo que afirmou que não é contra os direitos trabalhistas.

Em entrevista à RedeTV!, Bolsonaro também disse que isentará do Imposto de Renda quem ganha até cinco salários mínimos e criará alíquota única de 20 por cento de IR para todas as demais faixas.

Deixe seu comentário

Quarenta municípios do RN tiveram FPM retido por dívidas com o Governo Federal

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h31

Falta de repasse agrava a crise financeira nas cidades potiguares. 


Quarenta cidades do Rio Grande do Norte não receberão os repasses federais referentes a primeira cota de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Para ter direito aos recursos da União, os municípios não podem estar em dívida com o Governo Federal.

Confira abaixo a lista dos municípios do RN que tiveram a primeira cota do FPM de outubro retida:

Afonso Bezerra
Alto do Rodrigues
Antônio Martins
Arez
Baraúna
Bento Fernandes
Carnaubais
Encanto
Equador
Extremoz
Felipe Guerra
Florânia
Galinhos
Gov. Dix-sept Rosado
Grossos
Ielmo Marinho
Ipanguaçu
Janduis
João Câmara
Lagoa D'anta
Nova cruz
Parazinho
Pau dos Ferros
Pedra Grande
Pedro Velho
Pendências
Poço Branco
Porto do Mangue
Rio do Fogo
Santana dos Matos
Santo Antônio
São Bento do Norte
São Miguel do Gostoso
São Pedro
Senador Georgino Avelino
Tenente Laurentino
Tibau
Touros
Umarizal
Vila Flor

Deixe seu comentário

Conheça quem são os novos deputados estaduais e federais do RN

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h12

 

Quatro pessoas assumem cargo eletivo pela primeira vez. Outras 9 foram eleitas pela primeira vez para o cargo eletivo que estão assumindo, mas já passaram por outros.

Por Igor Jácome, G1 RN

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte; ALRN; Palácio José Augusto; Assembleia do RN — Foto: ALRN/Divulgação


As eleições do domingo (7) definiram uma nova composição para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) e renovou a bancada potiguar de deputados federais na Câmara em 62,5%, a partir de 2019. Além dos candidatos a deputado federal e estadual que foram reeleitos, nesta eleição quatro pessoas estão assumindo pela primeira vez um cargo eletivo e 9 já tiveram cargos eletivos mas assumem um cargo inédito a partir de 2019. Além destes casos, há um candidato que já foi deputado federal e volta à Casa Legislativa. Conheça quem são.

Deputados estaduais eleitos
A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte tem 24 deputados estaduais, sendo que 15 dos parlamentares atuais conseguiram se reeleger e outros nove chegam pela primeira vez à Casa. Dentre os nove, três assumem pela primeira vez um mandato. São eles:

Allyson Bezerra (Solidariedade)

Engenheiro civil, estudante de Direito e servidor da Universidade Federal do Semiárido (Ufersa), Allyson Bezerra concorreu pela primeira vez a um mandato e conseguiu 20.228 votos para assumir o cargo de deputado na Assembleia Legislativa, no ano que vem. Filho de agricultores de Mossoró, o jovem de 26 anos foi o primeiro membro da família a possuir graduação e será o mais novo entre os parlamentares da próxima legislatura.

Coronel Azevedo (PSL)

O coronel André Azevedo é ex-comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte e, na sua primeira campanha política, obteve 27.606 votos para assumir o cargo de deputado estadual. Azevedo entrou na PM em 1988 e assumiu o comando-geral da corporação em 2017, passando cerca de oito meses no cargo. Na passagem de comando, fez críticas ao sucateamento da polícia e disse que os militares estavam fazendo "mais com menos".

Kleber Rodrigues (Avante)

Com 32.755 votos, o empresário Kleber Rodrigues foi eleito para o seu primeiro cargo eletivo, como deputado estadual do RN. Apesar da carreira no segmento privado, ele é filho do atual prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, e já atuou como secretário de Administração do município.


Além dos candidatos acima, entre os nove novos deputados estaduais, há seis inéditos na ALRN, mas que já tiveram ou possuem cargos. São eles:

Dr. Bernardo (Avante) - 42.049 votos - foi prefeito do município de Almino Afonso em duas oportunidades.

Isolda Dantas (PT) - 32.963 votos - atualmente é vereadora do município de Mossoró, na região Oeste potiguar.

Francisco do PT (PT) - 23.448 votos - foi prefeito do município de Parelhas, na região Seridó potiguar.

Eudiane Macedo (PTC) - 22.333 votos - é vereadora de Natal em seu segundo mandato.

Ubaldo Fernandes (PTC) - 20.148 votos - exerce o segundo mandato de vereador na Câmara Municipal de Natal.

Sandro Pimentel (Psol) - 19.158 votos - é vereador de Natal e ocupa seu segundo mandato na Casa.

A composição da Casa Legislativa, com os reeleitos, ficou assim:

 

  • Ezequiel (PSDB) - 58.221 votos
  • Gustavo Carvalho (PSDB) - 47.544 votos
  • Dr. Bernardo (Avante) - 42.049 votos
  • Tomba Farias (PSDB) - 41.249 votos
  • Nelter Queiroz (MDB) - 40.717 votos
  • Hermano Morais (MDB) - 38.053 votos
  • Galeno Torquato (PSD) - 34.532 votos
  • George Soares (PR) - 34.263 votos
  • Raimundo Fernandes (PSDB) - 33.965 votos
  • Cristiane Dantas (PPL) - 33.860 votos
  • Kelps (Solidariedade) - 33.819 votos
  • Getulio Rêgo (DEM) - 33.477 votos
  • Isolda Dantas (PT) - 32.963 votos
  • Kleber Rodrigues (Avante) - 32.755 votos
  • Vivaldo Costa (PSD) - 32.638 votos
  • Albert Dickson Oftamologista (PROS) - 31.698 votos
  • Souza (PHS) - 31.097 votos
  • Coronel Azevedo (PSL) - 27.606 votos
  • José Dias (PSDB) - 27.275 votos
  • Francisco do PT (PT) - 23.448 votos
  • Eudiane Macedo (PTC) - 22.333 votos
  • Allyson Bezerra (Solidariedade) - 20.228 votos
  • Ubaldo Fernandes (PTC) - 20.148 votos
  • Sandro Pimentel (PSOL) - 19.158 votos

 

 Deputados federais eleitos

 

A bancada potiguar na Câmara Federal conta com 8 deputados. Destes, três candidatos foram reeleitos e cinco novos deputados foram definidos pelos eleitores. Quatro deles assumem o cargo de forma inédita, sendo que um nunca exerceu qualquer mandato. Outro eleito volta após quatro anos fora da Casa.

 

General Girão (PSL)

O general da reserva do Exército, Eliéser Girão é cearense e assumirá pela primeira vez um cargo eletivo, após receber 81.640 votos potiguares. No Rio Grande do Norte, Girão já atuou como secretário de Segurança do Estado e da Prefeitura de Mossoró, em ambas as ocasiões, nas gestões de Rosalba Ciarlini (PP), ex-governadora e atual prefeita do município. A nível federal, foi adjunto e chefe da subchefia da Casa Militar da Presidência da República no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso e ocupou, entre 2002 e 2004, o cargo diplomático de Adido de Defesa do Exército junto à embaixada brasileira na Polônia.

Além de Girão, outros três candidatos assumem o cargo de forma inédita:

Benes Leocádio (PTC) - 125.841 votos - foi prefeito do município de Lajes em cinco mandatos.

Natália Bonavides (PT) - 112.998 votos - exerce o seu primeiro mandato na Câmara Municipal de Natal.

Mineiro (PT) - 98.070 votos - foi vereador de Natal por quatro mandatos e ocupa o quarto mandato na Assembleia Legislativa do RN.

Outro candidato que já foi deputado federal pelo RN voltou à Câmara:

João Maia (PR) - 93.505 votos - volta a Câmara Federal após quatro anos sem mandato. Foi eleito deputado federal duas vezes, em 2006 e 2010, e saiu candidato a vice-governador em 2014, pela chapa de Henrique Alves (MDB), derrotada no segundo turno.

A bancada, com os reeleitos, ficou assim:

 

  • Benes Leocádio (PTC) - 125.841 votos
  • Natália Bonavides (PT) - 112.998 votos
  • Mineiro (PT) - 98.070 votos
  • João Maia (PR) - 93.505 votos
  • Rafael Motta (PSB) - 82.791 votos
  • General Girão (PSL) - 81.640 votos
  • Walter Alves (MDB) - 79.333 votos
  • Fábio Faria (PSD) - 70.350 votos
Deixe seu comentário

Propaganda eleitoral gratuita para o segundo turno começa nesta sexta na TV e no rádio

12 Out2018

Por Jbelmont às 08h00

Começa nesta sexta-feira (12) a propaganda eleitoral gratuita, no rádio e na televisão, para o segundo turno das eleições 2018.

As propagandas serão veiculadas de segunda a sábado em dois blocos diários de dez minutos em emissoras de rádio, incluindo as comunitárias, de televisão que operam VHF e UHF e em canais por assinatura operados pelo Senado Federal, Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas, Câmara Legislativa do Distrito Federal e as Câmaras Municipais.

No rádio, o horário de propaganda terá início às 7h e às 12h; na televisão, o primeiro bloco do horário eleitoral tem início às 13h e o segundo bloco às 20h30. O tempo será divido de forma igualitária entre os candidatos (cinco minutos para cada). As emissoras e canais também devem reservar 25 minutos diários, de segunda-feira a domingo, para inserções dos candidatos à presidência.

Em minuta aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta quinta-feira (11), ficou decidido que a veiculação da propaganda será iniciada pela candidatura que obteve maior votação no primeiro turno. A ordem da apresentação dos candidatos será alternada diariamente.

Nos locais onde há segundo turno para governador, a propaganda para o candidato local começará depois do horário reservado à propaganda dos candidatos à presidência. A ordem de apresentação foi definida em alguns estados por sorteio.

De acordo com a legislação eleitoral, as emissoras devem reservar o horário destinado à divulgação eleitoral da primeira sexta-feira depois do primeiro turno até o dia 26 de outubro, antevéspera do segundo turno, que será realizado no dia 28.

O dia 26 de outubro também é o prazo final para a realização de debate e divulgação de propaganda eleitoral paga na imprensa escrita.

Deixe seu comentário

Três pessoas são mortas de ontem para hoje em Mossoró que soma 205 homicídios neste ano

11 Out2018

Por Jbelmont às 20h19

A polícia militar registrou por volta das 19:00hs desta quinta feira 11 outubro 2018, mais um crime de homicídio em Mossoró. Foi o terceiro de ontem para hoje.

Informações que a vítima estava com sua esposa numa bicicleta em direção a sua casa, quando foi perseguida por criminosos nas imediações de onde estar sendo construido o Hospital da Mulher, no caminho do Conjunto Odete Rosado,  vários tiros foram disparados e o homem morreu no local.

Segundo a polícia, a vítima foi identificada como: Daniel Jonas da Silva, ele e uma mulher foram derrubados da bicicleta, Daniel tentou fugir pelo mato, foi perseguido e executado.

 

Deixe seu comentário

Bolsonaro alerta para movimento “orquestrado forjando agressões” com intenção de ligar sua campanha a violência

11 Out2018

Por Jbelmont às 11h33

Reprodução: Twitter Jair Bolsonaro

Candidato Jair Bolsonaro(PSL) alerta para onda de ataques responsabilizando seus eleitores de atos contra petistas. Capitão afirma também que existe um movimento “orquestrado forjando agressões”, com intenção de ligar sua campanha a violência.

 

Deixe seu comentário

DA TARDE DE ONTEM PARA A MADRUGADA DE HOJE MAIS DUAS MORTES VIOLENTAS ACONTECERAM EM MOSSORÓ QUE CHEGA A 204 HOMICÍDIOS

11 Out2018

Por Jbelmont às 11h02

HOMEM É MORTO A TIROS EM POSTO DE COMBUSTÍVEIS NO BAIRRO DOZE ANOS EM MOSSORÓ-RUm homem identificado como Sérgio Feitosa da Silva, de 37 anos, foi morto a tiros na madrugada desta quinta-feira, 11 de Outubro de 2018, em um posto de combustível localizado no cruzamento das Ruas Felipe Camarão com a Princesa Isabel no bairro Doze Anos, em Mossoró. 


Segundo informações da Polícia Militar que esteve no local fazendo o isolamento, a vítima chegou no posto de gasolina e quando ia abastecer o seu carro tipo Hiuday, dois criminosos numa motocicleta chegaram e efetuaram vários tiros contra Sérgio que não resistiu os ferimentos e acabou morrendo no local. 


O Delegado de Plantão Dr Evandro dos Santos estive no local colhendo informações com as pessoas que estavam no veículo, mas eles relataram que não viram nada. Até então a motivação do crime é desconhecida pela polícia.

A cidade de Mossoró passa a contabilizar 204 mortes violentas neste ano de 2018. Mais um caso que deverá ser investigado pela Delegacia de Homicídios.

E MAIS
CRIME DE HOMICÍDIO POR ARMA BRANCA NO SUMARÉ EM MOSSORÓ.

De acordo com informações de um agente da Guarda Municipal que atendeu a ocorrência,a vítima identificada como Paulo Marcelo Dias Fernandes, 41 anos morador da rua José Erasmo de Moura no bairro Sumaré,chegou na Unidade de Pronto Atendimento,(UPA) do Alto de São Manoel socorrido por populares com dois ferimentos provocado por arma branca nas costas.

Uma Ambulância ALFA com Suporte Avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), foi acionada e transferiu o mesmo para o Hospital Tarcísio Maia,e segundo os socorristas do Samu devido ao fato que ele perdeu muito sangue não resistiu a gravidade dos ferimentos.Até o momento não há informações sobre a motivação do crime.

 

Extrato do Passando na Hora

Deixe seu comentário

Desconhecimento de gravidez de demitida não livra patrão de indenização

11 Out2018

Por Jbelmont às 10h26

 

De acordo com decisão do STF, o pagamento deve ser feito também quando a própria funcionária não sabia da gravidez quando desligada

A decisão da Corte destrava o andamento de cerca de 90 processos que estavam aguardando a palavra final do STF em torno do tema (Istock/Getty Images)

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (10) que o empregador é obrigado a pagar indenização a funcionária grávida demitida mesmo quando não sabia da gravidez. A situação é desencadeada pela estabilidade garantida à empregada desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto, prevista na Constituição Federal.

O recurso julgado tem repercussão geral, ou seja, a decisão terá de ser seguida por juízes de todo o país. A necessidade de indenização também é mantida quando a própria funcionária, quando demitida, não sabia da gravidez. O caso serve para demissões imotivadas, quando não há justificativa apresentada pelo patrão.

Os ministros mantiveram entendimento do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Uma súmula da Corte trabalhista prevê que “o desconhecimento do estado gravídico pelo empregador não afasta o direito ao pagamento da indenização decorrente da estabilidade”. Votaram nesse sentido os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski e o presidente Dias Toffoli.

Deixe seu comentário

PDT proíbe membros de declarar apoio a Bolsonaro

11 Out2018

Por Jbelmont às 09h59

 

O PDT confirmou o “apoio crítico” a Fernando Haddad no segundo turno da corrida presidencial, seja lá o que isso represente.

Carlos Lupi, presidente da legenda, explicou que Ciro Gomes não vai subir no palanque com o poste do presidiário e que “integrantes do partido estão proibidos de apoiar Bolsonaro”.

Ele afirmou também que o PDT não quer participação em eventual governo do PT.

Deixe seu comentário

Pesquisa XP/Ipespe: Bolsonaro tem 59% contra Haddad (41%)

11 Out2018

Por Jbelmont às 09h45

 

A primeira pesquisa da XP Investimentos encomendada ao Ipespe mostra que Jair Bolsonaro (PSL) lidera a disputa presidencial em segundo turno com 59% das intenções de voto entre os eleitores. Fernando Haddad (PT), por sua vez, tem 41%.

A diferença entre os dois candidatos cresceu para 18 pontos desde o último levantamento, quando as pesquisas já indicavam essa tendência de cenário em disputa de segundo turno. Considerando todos os votos, Bolsonaro tem 51% e Haddad tem 36%.

Os resultados da pesquisa também mostram que os eleitores de Ciro Gomes são os que mais migram para a candidatura do petista.

De acordo com o levantamento, 63% dos que votaram no pedetista gostariam que ele apoiasse Haddad.

Já a maioria dos eleitores de Geraldo Alckmin (54%), do PSDB, e de João Amoêdo (64%), do Novo, preferem Bolsonaro.

Metrópoles

Deixe seu comentário

Bolsonaro larga com maior vantagem no 2º turno desde 2002

11 Out2018

Por Jbelmont às 07h12

Na primeira pesquisa Datafolha sobre o segundo turno das eleições 2018 para Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 58% dos votos válidos contra 42% de Fernando Haddad (PT). O levantamento, divulgado nesta quarta, 10, desconsidera eleitores que pretendem votar nulo ou em branco.

A vantagem de Bolsonaro é a maior na largada do segundo turno presidencial desde 2002. Naquela oportunidade, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tinha 64% dos votos válidos, contra 36% de José Serra (PSDB).

ESTADÃO CONTEÚDO

Deixe seu comentário

Mega-Sena, concurso 2.086: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 27 milhões

10 Out2018

Por Jbelmont às 21h18

 

Veja as dezenas sorteadas: 04 - 35 - 43 - 46 - 47 - 53. Quina teve 33 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 68.459,21.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (10) em Joaçaba (SC). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 04 - 35 - 43 - 46 - 47 - 53.

A quina teve 33 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 68.459,21. Outras 4.355 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 741,07.

O próximo concurso, 2.087, será no sábado (13). O prêmio é estimado em R$ 27 milhões.

Deixe seu comentário

Datafolha para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 58%; Haddad, 42%

10 Out2018

Por Jbelmont às 19h35

Nos votos totais, Jair Bolsonaro, do PSL, tem 49%, e Haddad, 36%. Pesquisa é a primeira do instituto no segundo turno das eleições.
Por G1

O Datafolha divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta quarta, dia 10, e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 58%
Fernando Haddad (PT): 42%



 

Pesquisa Datafolha - Votos válidos, segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad — Foto: Arte/G1

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 49%
Fernando Haddad (PT): 36%
Em branco/nulo/nenhum: 8%
Não sabe: 6%

 

CONTINUAR LENDO CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário

Em mudança radical, PT exclui Lula, tira o vermelho e usa cores da bandeira nacional em material de campanha de Haddad

10 Out2018

Por Jbelmont às 15h53

Divulgação

O comitê eleitoral de Fernando Haddad reduziu a aparição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o vermelho, marca petista, do novo material de campanha para segundo turno.

Nas novas peças de campanha, até a bandeira mudou de cor.

Agora há dois modelos de bandeira: azul e branca.

Também nas fotos oficias e adesivos, o vermelho foi substituído por azul, branco e as cores da bandeira do Brasil.

O vermelho limita-se a um detalhe em que o número 13 aparece em cor amarela.

Na foto oficial, Haddad e sua vice, Manuela D’Ávila (PC do B), usam blazer. Ele, azul. Ela, bordô.

Em azul, está a inscrição “Todos pelo Brasil”. Figura central no primeiro turno, Lula não aparece mais.

COMO ERA NO PRIMEIRO TURNO



Material de campanha de Fernando Haddad (PT) no primeiro turno trazia o ex-presidente Lula e cor vermelha em destaque – Divulgação

Folha de São Paulo

Deixe seu comentário

Governo termina de pagar salários até fim do dia e faz previsão para quitar 13º

10 Out2018

Por Jbelmont às 12h13

O dinheiro para quem ganha mais de 4 mil,  não foi depositado para uma parte do funcionalismo público estadual nesta manhã, mas o governo garante que será depositado ainda hoje. Com referencia ao 13º de 2017 para quem ganha mais de 5 mil a expectativa do governo é de quitar até o final do mês. 

Deixe seu comentário