.

Idosa de 101 anos que viralizou após enviar currículo para empresa em SP recebe convite para ser “digital influencer” de uma marca de vinhos

27 Fev2021

Por Jbelmont às 12h44


Dona Maria é aposentada, mora em Promissão, no interior de São Paulo e queria trabalhar para comprar vinhos e carnes sem depender da família.

VEJA MAIS: Idosa de 101 anos entrega currículo em empresa de SP e viraliza: “quero trabalhar para comprar meus ‘vinhozinhos’ e não depender só da filha”

Primeiro ela ganhou dezenas de garrafas de vinho, com a repercussão do caso e, agora, o convite para trabalhar.

“Nós contamos toda a história e ele [criador da marca] fez uma ligação de vídeo, conversou bastante com a minha avó e ficou apaixonado por ela. Ele disse que queria dar um emprego para ela e perguntou se ela toparia ser degustadora de vinhos e garota propaganda”, contou Pâmela Cristina Matias Gomes, bisneta da idosa, ao G1.

Vai avaliar vinhos

De acordo com Diogo Cortez, dono da empresa de vinhos que fez a proposta, a dona Maria já está previamente contratada como “influencer” da marca.

Ele enviou algumas garrafas à idosa. Ela vai avaliar os produtos para decidir se gostaria de fazer propaganda para a empresa.

“Vi a história na internet e achei incrível, tem muito a ver com a marca que estou construindo. Aí liguei para a dona Maria e a gente conversou. Já mandei os vinhos para ela, aí agora ela vai experimentar e, se tudo der certo, ela vai ser nossa ‘influencer’ nas nossas redes sociais”, conta Diogo.

Salário

De acordo com o criador, se a dona Maria gostar dos produtos, a empresa vai combinar um salário mensal com a idosa para que ela produza conteúdo para as redes sociais da marca. A ideia é fazer vídeos da idosa ganhando vinhos e falando o que achou das bebidas.

“Essa semana ela vai receber os vinhos e vamos começar a produzir material para o Dia das Mulheres. Nada mais justo que homenagear a dona Maria, o melhor exemplo dos últimos tempos de uma mulher que pensa diferente, luta pelo que quer e que, mesmo com 101 anos, quer comprar os vinhos dela sem depender de ninguém”, afirma Diogo.

“Contente”

Segundo a bisneta, dona Maria está muito feliz com a repercussão da história dela e com a nova proposta de emprego.

“Estou contente, né, porque ‘tá’ me dando valor. […] Dá até vontade de chorar”, disse dona Maria.

Depois da fama, a idosa ganhou até um perfil no Instagram. Lá a família vai postar o dia a dia da vovó empoderada.

Só Notícia Boa

Deixe seu comentário

RN contabiliza 16 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 03 dentro do dia; novos casos são 294

27 Fev2021

Por Jbelmont às 12h40

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (27). Foram mais 294 casos confirmados, totalizando 165.344. Até sexta-feira (26) eram 165.050 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.578 no total, sendo 03 (três) mortes registradas nas últimas 24h, em Ceará-Mirim, Parnamirim e Acari.

A Sesap ainda registrou 13 óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até sexta-feira (26), eram contabilizados 3.562 mortos. Óbitos em investigação são 717.

Casos suspeitos somam 87.534 e descartados 361.926. Recuperados são 123.331.

Deixe seu comentário

Vereador de Caicó RN morre de Covid-19

27 Fev2021

Por Jbelmont às 09h35

Faleceu neste sábado (27) no Hospital Regional do Seridó, o vereador de Caicó, José Alexandre Pereira, conhecido por Zé Filho, 43 anos. Filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), obteve 519 votos no último pleito.

Era formado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e em Gestão Pública pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Com raízes no Distrito de Laginhas, filho do casal de agricultores José Alexandre e Lêda Pereira de Araújo, Zé Filho é casado, possui 02 (dois) filhos e 05 (cinco) irmãos.

Estava internado com Covid-19 e foi intubado nessa sexta-feira (26).

Fonte: Blog do Heitor Gregório

GRANDE PONTO

Deixe seu comentário

COVID: 450 pessoas morreram no RN à espera de um leito na rede pública para tratamento, desde o início da pandemia

27 Fev2021

Por Jbelmont às 09h30

Desde o início da pandemia, 450 pessoas que morreram à espera de um leito clínico ou crítico para tratamento da Covid-19 na rede pública de saúde do Rio Grande do Norte desde o início da pandemia. Os dados foram consultados nesta sexta-feira 26, na plataforma Regula RN, da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), que monitora o comportamento da pandemia de Covid-19 em tempo real.

“Isso não quer dizer que essas pessoas sobreviveriam, mas elas não tiveram a chance de serem atendidas. Essa segunda onda da Covid-19 está avançando de forma mais grave e mais rápida, embora não estejamos enxergando ainda. A situação é muito preocupante, estamos diante do esgotamento do sistema para dar conta do grande volume de casos. Não podemos baixar a guarda, temos que nos proteger ainda mais”, ressaltou a infectologista e integrante do comitê científico estadual, Marise Reis.

Ao longo dos últimos meses, o avanço da doença vem causando enorme pressão na rede de atendimento durante o que os especialistas chamam de “segunda onda”. Na manhã desta sexta-feira (26), 27 pessoas estavam na fila esperando por um leito crítico para tratamento da Covid-19 no Rio Grande do Norte. A fila de espera para atendimento em leito de enfermaria tinha 31 pessoas.

Há oito dias, a média de ocupação de leitos críticos de Covid-19 se mantém acima dos 80%, que é o limite definido como aceitável pelo Governo do Estado para a retomada econômica.

O quadro mais delicado está na Região Metropolitana de Natal (88,3%). As regiões Seridó e Oeste também estão sob forte estresse, acima dos 80% de ocupação de leitos críticos. Na quinta-feira 25, o RN registrou 12 hospitais públicos com 100% de ocupação.

“Isso demonstra o tamanho da tragédia que vamos vivenciar em breve. O Brasil será uma grande Manaus. O governo federal posterga a vacinação quando toda a população de risco já deveria estar vacinada. A gente uma lástima muito grande por essas mortes vendo o Brasil sendo derrotado por uma visão de mundo que o bolsonarismo criou que desvaloriza a vida. O presidente é um dos grandes empecilhos que nós temos hoje, assim como o prefeito de Natal que fica oferecendo ivermectina”, comentou o infectologista Alexandre Motta.

Agora RN

Deixe seu comentário

Toque de recolher, suspensão de aulas, missas, cultos e fechamento de parques e clubes; confira novas restrições contra Covid-19 no RN

27 Fev2021

Por Jbelmont às 09h10

Decreto publicado neste sábado (27) também recomenda que prefeituras determinem fechamento de bares e restaurantes nos fins de semana e fechem orlas, lagoas e piscinas de uso coletivo.

O governo do Rio Grande do Norte publicou oficialmente neste sábado (27), no Diário Oficial, um novo decreto que determina toque de recolher em todo o estado, entre às 22h e 5h. As medidas visam reduzir aglomerações e a pressão por leitos críticos de UTI para Covid-19 e haviam sido informadas pela governadora Fátima Bezerra (PT) nesta sexta-feira (26). Elas valem até o dia 10 de março.

Atividades religiosas, aulas presenciais e atividades em espaços públicos também serão suspensas a partir da próxima segunda-feira (1). O governo ainda recomendou que as prefeituras de cidades com praias fechem suas orlas e alterem o comércio.

De acordo com o decreto, fica proibida a circulação de pessoas em todo o estado, entre 22h e 5h. O texto afirma que as forças de segurança deverão promover operações constantes com o objetivo de garantir a aplicação da medida.

Dessa forma, as pessoas ficam proibidas de circular pelas ruas dentro desse horário, salvo em caso de alguns serviços:

serviços públicos essenciais (como segurança, saúde, entre outros)
farmácias;
indústrias;
postos de combustíveis;
hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência;
laboratórios de análises clínicas;
segurança privada;
imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral;
funerárias;
exercício da advocacia na defesa da liberdade individual;
serviços de alimentação, exclusivamente para delivery;
serviços de transporte coletivo urbano.

 

g1rn

Deixe seu comentário

Estados adotam restrições para conter alta recorde de casos e de mortes por Covid-19; veja lista

26 Fev2021

Por Jbelmont às 23h17


Ao menos 12 estados e o Distrito Federal adotaram – ou anunciaram que irão implantar – novas restrições para conter o crescimento de casos e de mortes por Covid-19.

Entre as medidas, estão o fechamento de escolas e comércio, como no Distrito Federal, e toque de recolher em determinados horários.

O Brasil enfrenta aumento sem precedentes do número de casos e de mortes pela doença, o que pressiona unidades de saúde na rede estadual e municipal. Estados relatam situação crítica em razão da ocupação recorde de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), presidente do Fórum de Governadores, afirmou nesta sexta-feira (26) que os governos estaduais vão fazer um apelo ao Ministério da Saúde para que determine medidas restritivas em todo o país a fim de conter a expansão da Covid-19.

Sete estados anunciaram restrição de atividades e toque de recolher:

Bahia
Ceará
Paraíba
Piauí
Paraná
Rio Grande do Norte
São Paulo
Outros cinco – mais o DF – anunciaram ou mantiveram endurecimento de restrições a comércio e a serviços não essenciais:

Acre
Distrito Federal
Mato Grosso do Sul
Pernambuco
Rio Grande do Sul
Santa Catarina

g1

Deixe seu comentário

Brasil volta a ter tendência de alta na média móvel de casos de Covid; total de mortes se aproxima de 253 mil

26 Fev2021

Por Jbelmont às 20h31

País contabilizou 10.457.794 casos e 252.988 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. São em média mais de 53 mil novos casos por dia; média móvel de mortes está acima de 1.100 pelo terceiro dia seguido.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta-feira (26).

O país registrou 1.327 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 252.988 óbitos desde o começo da pandemia, no dia em que se completa um ano do 1º caso no Brasil. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.148. Após recorde na véspera (quando chegou a 1.150), essa é a segunda maior média registrada até aqui. É o terceiro dia seguido com o índice acima da casa dos 1.100. A variação foi de +6% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.457.794 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 63.908 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 53.729 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +18% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de alta nos diagnósticos. A alta nos casos vem após 35 dias com essa tendência indicando estabilidade.

Dez estados estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN.

Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados
Brasil, 26 de fevereiro
Total de mortes: 252.988
Registro de mortes em 24 horas: 1.327
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.148 (variação em 14 dias: +6%)
Total de casos confirmados: 10.457.794
Registro de casos confirmados em 24 horas: 63.908
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 53.729 por dia (variação em 14 dias: +18%)
Estados
Subindo (10 estados): PR, RS, SC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN
Em estabilidade (13 estados e o Distrito Federal): ES, MG, RJ, SP, DF, GO, MS, MT, AC, RO, TO, AL, PE e SE
Em queda (3 estados): AM, AP e RR
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação
Balanço da vacinação contra Covid-19 desta sexta-feira (26) aponta que 6.433.345 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 3,04% da população brasileira.

A segunda dose já foi aplicada em 1.874.426 pessoas (0,89% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 8.307.771 doses foram aplicadas em todo o país.

Deixe seu comentário

Bolsonaro diz que governador que ‘fechar seu Estado’ bancará auxílio emergencial

26 Fev2021

Por Jbelmont às 20h28

“A pandemia nos atrapalhou bastante, mas nós venceremos este mal, pode ter certeza”, disse no evento. “O que o povo mais pede e eu tenho visto, em especial no Ceará, é (para) trabalhar. Essa politicalha do ‘fica em casa a economia a gente vê depois’ não deu certo e não vai dar certo.”

Ele visitou obras da duplicação de trecho da BR-222 e o anel viário de Fortaleza. O trecho em duplicação liga o município de Caucaia ao Porto de Pecém. De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, até março o governo deve entregar seis quilômetros da duplicação. Outros seis quilômetros devem ser entregues até junho.

No evento, Bolsonaro agradeceu o apoio da população para sua eleição em 2018 e enalteceu as entregas do governo. “Nós sabíamos que não seria fácil, mas os inimigos podem ter certeza de uma coisa: nós não nos entregaremos. Estamos aqui hoje apresentando uma parte do serviço feito pelo nosso ministro Tarcísio, da Infraestrutura. Como vocês podem notar, é um serviço de qualidade, coisa que nunca teve aqui no Ceará”, disse.

Com o presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, Bolsonaro também fez a entrega simbólica de três unidades habitacionais, de um total de 240 apartamentos que serão entregues. Mais cedo, o chefe do Executivo, acompanhado de ministros, esteve no município de Tianguá (CE), onde assinou ordem de serviço para a retomada de três obras rodoviárias. O presidente deve retornar a Brasília nesta noite com previsão de chegada às 20h30.

Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

Fátima Bezerra anuncia toque de recolher das 22h às 5h e medidas restritivas para conter avanço da pandemia no RN

26 Fev2021

Por Jbelmont às 20h19

A governadora Fátima Bezerra anunciou ao vivo através de seu perfil no Instagram algumas das medidas restritivas no Rio Grande do Norte, visando conter o avanço da pandemia da Covid-19 no Estado. As medidas começam a valer a partir de amanhã (27).

O decreto terá validade por duas semanas, após esse período haverá uma avaliação para decidir quais medidas serão tomadas.

Haverá suspensão das atividades escolares, nas públicas e particulares, exceto para o ensino fundamental 1 e as séries iniciais cujas aulas continuarão acontecendo.

As atividades religiosas também estão suspensas a partir da publicação do Decreto, com igrejas e templos funcionando apenas para orações e atendimentos indivuduais. Festas e eventos também serão proibidos.

Ainda segundo a governadora, no Decreto a ser publicado estarão previstas multas e até dentenção em caso de descumprimento de algumas medidas.

A parte do funcionamento do comércio e serviços fica a cargo dos municípios, disse a governadora.

Confira o anúncio das medidas:

Deixe seu comentário

DF decreta lockdown total a partir deste domingo

26 Fev2021

Por Jbelmont às 20h16

Foto: Ed Alves/CB/D.A Press

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou nesta sexta-feira (26) um novo decreto para determinar lockdown total na cidade, 24 horas por dia, por causa da elevada taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) na capital do país, em decorrência da covid-19. O texto foi publicado no início desta noite em nova edição extra do Diário Oficial do DF.

O lockdown passará a vigorar a partir da 0h01 deste domingo (28). Mais cedo, uma edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal já trazia um decreto do governador determinando o fechamento das atividades não essenciais no DF de 20h às 5h, com início apenas na segunda-feira, dia 1º de março. A medida havia sido anunciada pelo próprio Ibaneis, em publicação nas redes sociais na noite de ontem (25). Porém, com o agravamento da pandemia na região e o risco de colapso no sistema de saúde, ele decidiu ampliar as restrições.

Pelo decreto, eventos de qualquer natureza, que exijam licença do poder público, estão proibidos. Também ficam suspensas as atividades coletivas de cinema e teatro; atividades educacionais em todas as escolas, universidades e faculdades, tanto da rede pública quanto privada; funcionamento academias de esporte de todas as modalidades; funcionamento de museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos e urbanos; boates e casas noturnas; atendimento ao público em shoppings centers (com exceção de delivery e laboratórios), feiras populares e clubes recreativos; estabelecimentos comerciais, de qualquer natureza, inclusive bares e restaurantes; salões de beleza, barbearias e centros estéticos; quiosques, foodtrucks e trailers de venda de refeições; oficinas mecânicas; comércio ambulante em geral; e construção civil.

Deixe seu comentário

Servidores não aceitam pagamento de atrasados em 16 meses e marcam parada de advertência

26 Fev2021

Por Jbelmont às 15h58

Por Maricelio Alemdia - Repórter do JORNAL DE FATO

Em assembleias realizadas nesta quinta-feira, 25, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) deliberou pela realização de uma parada de advertência no dia 8 de março, caso o prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade) não reduza o cronograma de pagamento das pendências salariais relativas a dezembro de 2020. O sindicato encaminhará ofício ao chefe do Executivo solicitando audiência para discutir o enxugamento do prazo inicialmente apresentado, que prevê a conclusão da quitação dos débitos com os servidores somente em junho de 2022.

“Nas duas assembleias realizadas, nós consideramos esse cronograma proposto pelo prefeito Allyson muito abusivo, muito ruim, tendo em vista que sequer foi feita uma apresentação antecipada ao sindicato, foi apenas apresentado o prazo. Dezoito meses é um tempo absurdo, inaceitável. Por esse motivo, ficou deliberado que o Sindiserpum encaminhará ofício solicitando audiência com o prefeito, com o objetivo de enxugar esse prazo, diminuir, porque é inaceitável dezoito meses para receber um décimo terceiro do ano passado”, afirmou ao JORNAL DE FATO a diretora financeira do sindicato, Eliete Vieira.

Se o oficio não for respondido no prazo de 10 dias corridos, os servidores irão realizar uma parada de advertência no dia 8 de março. “Se ele não sentar, não rediscutir esse cronograma, no dia 8 de março haverá uma parada de advertência. Além da parada, os servidores de Mossoró estarão, a partir de agora, promovendo uma movimentação nas redes sociais com a hashtag #queremosvalorização18mesesnão. É uma forma de mostrar nas redes sociais o quanto esse cronograma de pagamento foi ruim, frustrante, nós esperávamos uma melhor valorização”, pontuou Eliete.

Conforme o cronograma apresentado no último dia 22, o pagamento dos atrasados só será concluído em junho de 2022, ou seja, 18 meses após o início da atual gestão, quando receberão o 13º salário variável de dezembro de 2020 os servidores que ganham acima de R$ 5,5 mil.

De acordo com o Município, o pagamento das pendências salariais beneficia cerca de 1.400 servidores, que terminaram 2020 sem receber 13º salário, horas extras, diárias, insalubridade e outros direitos. A dívida soma R$ 11 milhões e 700 mil.

Segundo a gestão do prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade), para diminuir o impacto nas contas públicas e garantir o pagamento em dia do salário do mês, a Prefeitura distribuiu o montante por faixas salariais, natureza do serviço e categoria do benefício, a partir de março: insalubridade (40%), 13º salário integral, insalubridade (20%), diárias operacionais, intrajornada, horas extras e 13º salário variável.

Conforme o calendário, em março receberão os servidores que têm direito à insalubridade de 40% (recursos Covid); em abril será pago o 13º para quem ganha até R$ 3,5 mil; em maio o pagamento contempla o 13º de quem ganha entre R$ 3.500,01 até R$ 4 mil. O cronograma segue em junho, com pagamento do 13º para quem recebe entre R$ 4.000,01 e R$ 4.250,00, e assim sucessivamente. Confira no box ao fim da matéria o calendário completo.

Sobre os salários atrasados de servidores terceirizados, também referentes a dezembro, o Município não apresentou qualquer previsão de pagamento.

Deixe seu comentário

Centrais do Cidadão suspendem atendimento presencial a partir de 1º de março

26 Fev2021

Por Jbelmont às 15h51

A Secretaria de Estado da Administração (Sead), por meio da Coordenadoria de Atendimento ao Servidor e Cidadão (Codaci), suspenderá, a partir da próxima segunda-feira (1), o atendimento presencial ao público externo em todas as Centrais do Cidadão no Rio Grande do Norte. A decisão foi motivada para fins de prevenção da transmissão do coronavírus, em razão do recente aumento no número de casos da Covid-19.

O coordenador da Codaci, Luis Renato Nogueira, ressalta que o momento atual é de cautela e salvaguarda da saúde da população. “Devido ao agravamento da situação da pandemia no Estado, bem como a ocupação crítica de leitos de UTI para tratamento da doença, a prioridade do Executivo Estadual é preservar a vida e evitar quaisquer possibilidades de contágio”, disse.

A suspensão do atendimento ao público está justificada pela Portaria Conjunta Nº 01/2021 – SESAP/SEAD, publicada nesta sexta (26) no Diário Oficial do Estado, a qual recomenda que os atendimentos presenciais nos órgãos públicos da administração direta e indireta sejam temporariamente suspensos, em virtude do alastramento da Covid-19.

O retorno das atividades nas Centrais do Cidadão ficará condicionado aos indicadores constantes na portaria. Ou seja, os atendimentos presenciais somente voltarão a ser realizados quando a taxa de ocupação dos leitos estiver abaixo dos 80%. Atualmente, este índice encontra-se elevado em todas as regiões do RN.

Durante o tempo em que os atendimentos estiverem suspensos, a Codaci e os órgãos que compõem o Programa das Centrais do Cidadão, de forma conjunta, farão um diagnóstico da situação de cada unidade, a fim de planejar novas tomadas de decisão e propor melhorias para quando estas forem reabertas. “Pretendemos expandir os equipamentos de proteção disponíveis nas Centrais e redobrar as medidas de higienização nas Centrais. Além disso, articular outras possibilidades para garantir mais segurança tanto para os servidores quanto para os cidadãos”, adiantou Luis Renato Nogueira.

Deixe seu comentário

Portaria recomenda teletrabalho aos servidores públicos e suspensão de atendimentos presenciais nos órgãos do RN

26 Fev2021

Por Jbelmont às 13h52

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio das secretarias estaduais da Saúde Pública (Sesap) e da Administração (Sead), publicou nesta sexta-feira (26) portaria na qual recomenda a suspensão do atendimento presencial externo nos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta. A medida tem como objetivo prevenir a transmissão do novo coronavírus, em razão do recente aumento no número de casos da Covid-19 no RN.

Os órgãos públicos estaduais também deverão priorizar, até disposição em contrário, o regime de teletrabalho aos servidores públicos, desde que não prejudique o desenvolvimento das suas atividades. “Estamos vivenciando um período crítico da pandemia no nosso Estado. O Governo vem trabalhando com base em orientações da ciência, daí as recomendações de isolamento social enquanto o RN não atinge um nível seguro de imunização. A prioridade é resguardar vidas e conter o alastramento da doença”, destacou a Secretária da Administração, Virgínia Ferreira.

A Portaria Conjunta Nº 01/2021 – SESAP/SEAD, publicada no Diário Oficial do Estado, sugere que os atendimentos presenciais externos nos órgãos somente voltem a ser realizados mediante a taxa de ocupação dos leitos estar abaixo de 80%. Atualmente, o índice encontra-se atualmente acima desse percentual, sobretudo, na Região Metropolitana do RN.

O documento prioriza ainda que os atendimentos ao público sejam realizados de forma remota, pelos meios tecnológicos disponíveis ou por telefone. Em caso de impossibilidades, os atendimentos presenciais prestados pelo funcionalismo público estadual devem seguir rigorosamente os protocolos sanitários definidos na Portaria Conjunta nº 03 – SESAP/SEAD, de 07 de agosto de 2020.

Entre as medidas a serem seguidas, estão o cumprimento do distanciamento social entre os servidores e cidadãos; aferição de temperatura na entrada dos espaços; uso obrigatório de máscara por todos os ocupantes do órgão público; e higienização das mãos com água e sabão ou álcool 70%. “Para exercermos nossas atividades no trabalho de maneira segura e responsável contra a Covid-19, devemos continuar respeitando todos os protocolos e não relaxar nas medidas de prevenção”, reforçou Virgínia Ferreira.

Os serviços públicos assistenciais essenciais dos sistemas de saúde e de segurança pública não estão abarcados pela recomendação da Portaria Nº 01/2021. No entanto, os gestores das respectivas pastas, em seus setores administrativos, podem autorizar a utilização das alternativas tecnológicas disponíveis para atender às suas demandas.

BG

Deixe seu comentário

‘DILÚVIO’: Prefeitura aciona Defesa Civil após chuva alagar ruas e casas em Baía Formosa

26 Fev2021

Por Jbelmont às 13h36

Foto: Cedida

O portal G1-RN noticia que uma chuva torrencial que caiu entre a madrugada e a manhã desta sexta-feira (26) alagou ruas e casas no centro do município de Baía Formosa, no Litoral Sul potiguar. A cidade também registrou queda de energia.



A prefeitura ainda faz levantamento de prejuízos na região, mas a secretária de Meio Ambiente e coordenadora da Defesa Civil municipal, Bernadete Leite, afirmou que pelo menos 50 casas foram alagadas em ruas de uma área conhecida como “Lavanderia”.

Detalhes aqui em reportagem completa.

Deixe seu comentário

RN contabiliza 09 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 04 dentro do dia; novos casos são 1.535

26 Fev2021

Por Jbelmont às 13h34

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (26). Foram mais 1.535 casos confirmados, totalizando 165.050. Até quinta-feira (25) eram 163.515 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.562 no total, sendo 04 (quatro) mortes registradas nas últimas 24h, em Natal, Caicó, Senador Georgino Avelino e Mossoró.

A Sesap ainda registrou 05 óbitos ocorridos em dias ou semanas anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até quinta-feira (25), eram contabilizados 3.553 mortos. Óbitos em investigação são 718.

Casos suspeitos somam 85.883 e descartados 361.297. Recuperados são 118.035.

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 86,8%; Grande Natal tem 88,3%

26 Fev2021

Por Jbelmont às 13h31

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 86,8%, registrada no fim da manhã desta sexta-feira (26). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 474.

Até o momento desta publicação são 37 leitos críticos (UTI) disponíveis e 244 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 56 disponíveis e 230 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 88,3% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 85,7% e a Região Oeste tem 84,5%

Deixe seu comentário

Município do RN perde 90 doses de vacina contra Covid-19 após queda de energia

26 Fev2021

Por Jbelmont às 09h59

Caso aconteceu em Jardim de Angicos, região Central potiguar, no último fim de semana. Ampolas da CoronaVac seriam para segunda dose em profissionais de saúde da linha de frente.

Segundo prefeitura de Jardim de Angicos, refrigerador quebrou após queda de energia. — Foto: Divulgação

Com uma população de aproximadamente 2,6 mil pessoas, o município de Jardim de Angicos perdeu 90 doses da vacina CoronaVac contra Covid-19 após uma queda de energia que aconteceu no último fim de semana. As vacinas eram destinadas à segunda dose de profissionais de saúde da linha de frente.

A informação foi confirmada pela prefeitura do município da região Central potiguar, que agora busca receber doses extras mantidas pelo estado em uma "reserva técnica".

Segundo o secretário de Saúde, Jociel Andrade, a queda de energia elétrica aconteceu no sábado (20) e danificou a câmara fria da unidade básica de saúde do centro da cidade, onde eram armazenada as doses.

No entanto, o problema só foi constatado na segunda-feira (22), quando os servidores chegaram ao local para trabalhar.

"Nós temos um outro refrigerador como plano B, mas como o problema aconteceu no fim de semana, só foi percebido dois dias depois. Com a queda de energia, a bateria do refrigerados não suportou", afirmou.

Uma empresa foi acionada para fazer um laudo técnico que constatou o problema no equipamento. Segundo o município, o laudo será enviado para a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte para justificar a solicitação de novas doses da reserva técnica.


Segundo o secretário, também haverá mudança logística para evitar que o mesmo problema se repita. "Designamos servidores para irem durante o fim de semana verificar a sala de vacinação", disse.

Isolado em casa após ter testado para a Covid-19, o prefeito do município, Carlos Bezerra (DEM), mais conhecido como Carlinhos, afirmou que as providências já estão sendo tomadas para substituição do equipamento. "Infelizmente, foi um problema técnico. É uma perda, mas vamos garantir a vacinação de todos", disse.

A prefeitura informou que vai receber um refrigerador de um programa da companhia energética do estado, que começou a distribuir equipamentos para conservação de vacinas a municípios potiguares.

O município recebeu mais 180 doses da vacina de Oxford nesta quinta-feira (25) para continuar a vacinação de idosos e dar início também à vacinação de indígenas.

Até o dia 18 de fevereiro, a Secretaria Estadual de Saúde registrava perda de 10 doses e investigava a situação de outras 61 por variação de temperatura

g1rn.

Deixe seu comentário

Título do Brasileirão rende ao Flamengo premiação de R$ 33 milhões

26 Fev2021

Por Jbelmont às 00h19

Verba ajuda a atenuar a queda de receita da temporada 2020 por causa da pandemia da Covid

Resumão
O Morumbi terminou com festa em dobro nesta quinta-feira, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O São Paulo venceu por 2 a 1, garantiu sua vaga na fase de grupos da Libertadores, mas a comemoração no gramado ficou por conta do Flamengo, campeão brasileiro de 2020, repetindo a conquista de 2019, mas desta vez com muito mais sufoco. Os jogadores do clube carioca acompanharam por telefones celulares os minutos finais do empate entre Internacional e Corinthians em 0 a 0 em Porto Alegre e explodiram ao serem informados do fim do jogo.

O começo do drama
O Flamengo entrou em campo com a missão de conquistar uma vitória para não depender de outros resultados na busca pelo título. O São Paulo também precisava vencer para se garantir na fase de grupos da Libertadores. O domínio do Flamengo no primeiro tempo não foi suficiente para criar chances claras. Em sua única finalização nos 45 minutos iniciais, o São Paulo fez 2 a 1, em cobrança de falta de Luciano, que contou com a colaboração de Hugo Souza.
Em Porto Alegre, no primeiro tempo, a arbitragem já havia anulado um pênalti e um gol do Internacional com o auxílio do VAR, deixando o Flamengo ainda na primeira colocação.



Em campo, Ceni viu o goleiro do seu time falhar novamente contra o São Paulo. Hugo Souza já havia sido protagonista de uma falha ao tentar driblar Brenner dentro da pequena área. Desta vez, o jovem falhou ao se posicionar mal na cobrança de falta de Luciano e chutar mal uma bola recuada por Gustavo Henrique, que originou o segundo gol do São Paulo.

A conquista do título, no entanto, será capaz de amenizar, pelo menos, momentaneamente a situação do jovem goleiro. Diego Alves, machucado, ficou fora da reta final da competição, mas foi a campo levantar a taça ao lado de Diego e Everton Ribeiro.

Covid-19
A última rodada do Campeonato Brasileiro de 2020 foi realizada no mesmo dia em que o Brasil teve o maior número de mortes diárias registradas por Covid-19 desde o início da pandemia no começo de 2020: 1.582.



Verba ajuda a atenuar a queda de receita da temporada 2020 por causa da pandemia da Covid
Por Redação do ge — Rio de Janeiro

Deixe seu comentário

Brasil bate recorde de mortes por Covid-19 registradas nas últimas 24 horas: 1.582

25 Fev2021

Por Jbelmont às 20h22

País contabilizou 10.393.886 casos e 251.661 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Média móvel chegou a 1.150 mortes por dia, segundo recorde seguido no índice.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quinta-feira (25).

O país registrou 1.582 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, a maior marca anotada até aqui, chegando ao total de 251.661 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.150. É o segundo recorde seguido registrado nessa média. A variação foi de +8% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

O recorde anterior de número de mortes em 24 horas foi registrado em 29 de julho do ano passado, quando chegou a 1.554. Na ocasião, o número foi puxado por acúmulo devido à não divulgação de dados de SP e PA na véspera -- diferente do boletim desta quinta. Quanto à média móvel de óbitos, seis das sete maiores marcas foram registradas nas últimas duas semanas.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.393.886 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 67.878 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 52.177 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +15% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.

A média de casos voltou a ficar acima da marca de 50 mil por dia após pouco mais de três semanas, e a tendência está no limite da estabilidade; acima de 15% configura alta.

Doze estados estão com alta nas mortes: PR, RS, SC, RJ, AC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN.

Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados
Brasil, 25 de fevereiro
Total de mortes: 251.661
Registro de mortes em 24 horas: 1.582
Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.150 (variação em 14 dias: +8%)
Total de casos confirmados: 10.393.886
Registro de casos confirmados em 24 horas: 67.878
Média de novos casos nos últimos 7 dias: 52.177 por dia (variação em 14 dias: +15%)
Estados
Subindo (12 estados): PR, RS, SC, RJ, AC, PA, BA, CE, MA, PB, PI e RN
Em estabilidade (10 estados e o Distrito Federal): ES, MG, SP, DF, GO, MT, RO, TO, AL, PE e SE
Em queda (4 estados): MS, AM, AP e RR
Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação
Balanço da vacinação contra Covid-19 desta quinta-feira (25) aponta que 6.338.137 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 2,99% da população brasileira.

A segunda dose já foi aplicada em 1.750.781 pessoas (0,83% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal. No total, 8.088.918 doses foram aplicadas em todo o país.

g1

Deixe seu comentário

Mossoró já recebeu cinco pacientes com COVID-19 vindos da capital

25 Fev2021

Por Jbelmont às 16h43

Paciente chegando ao Aeropoto

Paciente chegando ao Hospital Rafael Fernandes - Mossoró

 

COVID-19: Mais dois pacientes vindos de Natal, chegando ao Hospital Rafael Fernandes em Mossoró neste momento. Já são 4 que o hospital nossoroense recebe. O São Luiz, também recebeu um paciente da capital, total de cinco até o momento. Com informação do Dr Leonardo Meneses diretor do Hospital.

 

 NOTA

“A SESAP esclarece que o Hospital São Luís tem hoje quarenta (40) leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais dez (10) leitos críticos, totalizando 50 leitos críticos de UTI. Além disso, o estado expande, nesse momento, mais dez (10) leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, ambos referências Covid na região.

É importante ressaltar que somente na cidade de Mossoró, o estado já expandiu em dezembro dez (10) leitos de Leitos críticos de UTI no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é a transferência de pacientes da região metropolitana do estado para a cidade de Mossoró, devido à disponibilidade atual de leitos”, encerra a nota.

Deixe seu comentário

Vacina de Oxford: veja como fica o cronograma de vacinação no RN com a chegada das 35 mil doses

25 Fev2021

Por Jbelmont às 16h34

Foto: Reprodução/Sesap

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) elaborou um cronograma de vacinação em cima da chegada das 35 mil doses da Astrazeneca/Oxford – Fiocruz, visando orientar os municípios. Cada frasco contém um total de dez doses e depois de abertos, precisam ser utilizadas num prazo de seis horas. A imunização das pessoas acamadas com 75 anos ou mais e aquelas com 90 anos ou mais devem ser vacinadas até o dia 02 de março. A vacinação das pessoas que têm entre 85 e 89 anos começa no dia 1ª de março e vai até o dia 05. Já os idosos que têm entre 80 e 84 anos, devem receber as doses da vacina contra a covid-19 entre os dias 08 e 16 de março.

Caso sobrem doses da vacina, após finalizar essa etapa de imunização das pessoas entre 80 e 84 anos, os municípios devem começar a vacinação das pessoas entre 75 e 79 anos. Um detalhe é que cada cidade pode ter um número maior ou menor de idosos, o que implica na necessidade de mais ou menos dias para vacinação, cada município tem autonomia para elaborar seu próprio calendário, desde que respeite a ordem decrescente de idade.

A retomada da vacinação dos demais trabalhadores da saúde que não estão na “linha de frente” e que ainda não foram vacinados, ocorrerá após a finalização da vacinação do grupo de pessoas de 75 anos ou mais, e diante da disponibilidade de doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

No caso de sobras ao final do prazo, a Secretaria aponta quais medidas devem ser adotadas:

“Ainda se houver doses residuais em frasco aberto no fim do expediente da sala de vacinação, mesmo com a realização do planejamento descrito anteriormente, a equipe deverá administrar tais doses em indivíduos que atendam aos critérios dos grupos prioritários estabelecidos nesta fase 1 de vacinação. Entende-se que as doses devem ser administradas nos grupos previstos no cronograma acima, e diante da realização da dose em indivíduo que não atenda ao cronograma previsto, mas que esteja no grupo prioritária da fase 1, deve ser registrada observação no ato do registro da vacinação no sistema RN+VACINA justificando tal aplicação. É inadmissível por parte deste programa estadual de imunização uma eventual perda de dose por não aplicação, em caso de frasco aberto, como também vacinação de indivíduos que não atendam aos critérios dos grupos prioritários desta fase em curso”, traz um trecho do documento.

Vacinação de indígenas

A vacinação dos indígenas é fruto do diálogo e insistência do governo do Rio Grande do Norte através de ofícios e pedidos do secretário de estado da saúde pública, Cipriano Maia. Foi encaminhado ofício à Secretaria de Vigilância em Saúde e ao Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde solicitando a inclusão dos povos indígenas do RN na Campanha de Vacinação contra a Covid-19 no estado, tendo em vista que vivem em agrupamentos e são considerados como prioridades para ações relacionadas ao enfrentamento de emergências epidêmicas e pandêmicas.

De acordo com os dados da Sesap, o Rio Grande do Norte possui 6.067 indígenas em nosso território estadual, das etnias: potiguara, tapuia e tapuia paiacú. Estão distribuídos em 15 comunidades nos municípios de: Baía Formosa, Canguaretama, Goianinha, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Natal, Jardim de Angicos, João Câmara, Assu e Apodi.

 

Via BG

Deixe seu comentário

Sesap emite nota sobre leitos de UTI em Mossoró e região

25 Fev2021

Por Jbelmont às 13h17

O Governo do Estado entrou em contato com o Blog na manhã desta quinta-feira(25) para responder ao post “ACREDITE SE QUISER: Governo do Estado pede encerramento de contrato de 10 leitos em hospital em Mossoró”. Em nota, diz que a informação que o Governo do Estado pede encerramento de contrato de 10 leitos em hospital de Mossoró não procede.

“A SESAP esclarece que o Hospital São Luís tem hoje quarenta (40) leitos de UTI contratados pelo estado e está em fase de expansão de mais dez (10) leitos críticos, totalizando 50 leitos críticos de UTI. Além disso, o estado expande, nesse momento, mais dez (10) leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, ambos referências Covid na região.

É importante ressaltar que somente na cidade de Mossoró, o estado já expandiu em dezembro dez (10) leitos de Leitos críticos de UTI no Hospital Rafael Fernandes.

Prova disso é a transferência de pacientes da região metropolitana do estado para a cidade de Mossoró, devido à disponibilidade atual de leitos”, encerra a nota.

Deixe seu comentário

FOTOS: PM garante distribuição das vacinas contra a covid-19 no RN

25 Fev2021

Por Jbelmont às 13h13

Fotos: PM/ASSECOM – Cb Ricardo

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte continua trabalhando em conjunto com o GoveRNo do Estado em mais uma etapa de distribuição de vacinas contra o novo coronavírus (COVID-19). Na última quarta-feira (24), a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) recebeu 35 mil doses da Astrazeneca/Oxford e distribuiu na manhã desta quinta-feira (25).

Das 35 mil doses, 21.927 foram destinadas aos idosos com idade de 85 a 89 anos. Com essas doses, será possível vacinar 100% dos idosos dessa faixa etária. Já 8.996 são destinadas a trabalhadores da saúde e 2.920 aos indígenas do estado.

As regionais que receberam as doses no RN são: Mossoró, Pau dos Ferros, Caicó, Santa Cruz e João Câmara. A partir das centrais, as vacinas serão distribuídas para os demais municípios do estado. Na Região Metropolitana, além de Natal, também receberam parte dos imunizantes os municípios de Parnamirim, Macaíba, São José de Mipibu, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.

O Subcomandante do Comando do Policiamento do Interior (CPI), Tenente Coronel PM Elton, ressaltou que a PM não só está realizando a escolta das vacinas, dando suporte ao Corpo de Bombeiros Militar, como também está realizando a segurança 24h por dia nos locais onde as doses estão armazenadas.

 

VIa BG

Deixe seu comentário

RN contabiliza 14 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 05 dentro do dia; novos casos são 1.280

25 Fev2021

Por Jbelmont às 13h07

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 90,5%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (25). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 468.

Até o momento desta publicação são 26 leitos críticos (UTI) disponíveis e 248 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 58 disponíveis e 220 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,5% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 94,3% e a Região Oeste tem 83,3%

Deixe seu comentário

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 90,5%; Grande Natal tem 93,5%

25 Fev2021

Por Jbelmont às 13h05

Foto: (Reprodução/Regula/Sesap)

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 90,5%, registrada no fim da manhã desta quinta-feira (25). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 468.

Até o momento desta publicação são 26 leitos críticos (UTI) disponíveis e 248 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 58 disponíveis e 220 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 93,5% dos leitos críticos ocupados, a região Seridó tem 94,3% e a Região Oeste tem 83,3%

Deixe seu comentário

Perfil do Blogueiro

JBelmont
José J Belmont Natural de São José de Campestre RN Radialista, ex vereador de Mossoró e ex deputado estad…
Leia +