Duas pessoas foram mortas e uma baleada na tarde de hoje em Mossoró

JBelmont

02Nov2017

Por Belmont às 17h16

No inicio da tarde de hoje, 02 de novembro, duas pessoas foram mortas e uma ferida gravemente na cabeça por disparos de arma de fogo, na cidade de Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

Primeira Morte - 196ª

O primeiro crime aconteceu no bairro Belo Horizonte. O corpo de Richardson Diego Duarte de Oliveira, “Dieguinho” de 20 anos de idade foi encontrado embaixo da conhecida Ponte do Genésio, sobre o Rio Mossoró, na BR 304.

Populares que localizaram o corpo por volta de 13h30min comunicaram a ocorrência a Central de Operações da Policia Militar. Segundo informações da equipe do Itep que realizou os procedimentos no local, “sem a presença do perito criminal”, Dieguinho foi alvejado e morto com disparos na cabeça e na região abdominal e morreu no local.

Segundo informações de familiares, ele cumpriu pena num dos presídios de Mossoró acusado pelo crime de assalto com utilização de arma de fogo e já havia sofrido outro atentado a balas.

Segunda Morte - 197ª

 

O segundo crime de homicídio com utilização de uma faca peixeira aconteceu na Rua Francisco Peregrino, o conhecido Beco das Frutas, no centro da cidade de Mossoró. Um desentendimento envolvendo dois flanelinhas terminou com um deles, “Pepeu” sendo esfaqueado pelo o outro que foi detido na hora que ia ser realizada a pericia no local do crime.

 

A Policia Militar recebeu informações de populares, que durante a discussão, a vitima, “Pepeu” deu um tapa no peito do acusado conhecido apenas como “Bracinho” que teria dita que não ia ficar daquele jeito. Momentos depois, a vitima apareceu ferido dentro de uma churrascaria ao lado do mercado central, onde morreu, cerca de 300 metros do local da confusão.

 

Enquanto a guarnição da Policia Militar fazia o isolamento do local, aguardando a equipe do Itep para os procedimentos, “Bracinho”, apontado como autor do crime apareceu para assistir a pericia. Ele foi detido e conduzido para a Delegacia de Plantão.

 

Antônio Carlos Tavares Dantas,

 

Taxista baleado dentro de Bar no Belo Horizonte:

Um taxista, Antônio Carlos Tavares Dantas, “Toinho”, de 41 anos de idade, residente na Rua Hermano Mota, no bairro  Boa Vista, foi vítima de um atentado a bala em um bar, localizado na Rua Pedro Gomes de Oliveira, nas proximidades da Praça Vilma Maia, no bairro Belo Horizonte.

Segundo testemunhas, a vítima estava sentada numa cadeira quando foi surpreendido por dois homens que já chegaram atirando. Toinho taxista foi atingido na cabeça, perdeu muito sangue no local, mas segundo informações, foi socorrido ainda com vida para o Hospital regional Tarcísio Maia. Ninguém foi preso.

 

Do Câmera

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.