Tião Couto critica bancada do RN que silencia enquanto Petrobras reduz investimentos no estado

JBelmont

27Out2017

Por Belmont às 00h00

O empresário Tião Couto (PSDB) participou, no Rio de Janeiro, da Conferência da OTC Brasil, evento que reúne empresas de produção de petróleo de todo o mundo.

 

O empresário, que estuda disputar um mandato ainda a ser definido no próximo ano, criticou a desunião da classe política do Rio Grande do Norte que, segundo entendimento de Tião, assiste inerte a redução dos investimentos da Petrobras no Estado.

 

“Estados como Bahia e Sergipe, que produzem bem menos petróleo que o Rio Grande do Norte, estão hoje com 26 sondas de produção em atividade, enquanto o RN, que já teve 23 sondas, hoje só conta com 5”, criticou Tião.

 

“Lá eles brigaram, criaram barreiras para impedir que a Petrobras reduzisse os investimentos, mas aqui todos assistiram calados”, denunciou o ex-candidato a prefeito de Mossoró.

 

“O que aconteceu aqui no RN é que a Petrobras simplesmente foi indo embora, e deixando para trás milhares de empregos e de empresas que ficaram a ver navios. O que deveria ter ocorrido era a transição: à medida que a Petrobras fosse reduzindo seus investimentos, fosse também negociando a transferência dos campos de produção para outros grupos privados, com condições de manter a atividade. Só assim nossa economia não seria tão abalada”, relatou Tião Couto.

 

Thaisa Galvão

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.