Câmara apoia reivindicações da Polícia Civil

JBelmont

26Out2017

Por Belmont às 16h12

 

A Câmara Municipal de Mossoró realizou audiência pública para discutir a situação de precariedade enfrentada pela Polícia Civil em Mossoró e região. A audiência aconteceu na manhã desta quinta-feira (26), no plenário do Poder Legislativo.

 

O vereador Alex Moacir (PMDB) foi o propositor da audiência, que  teve apoio de todos os 21 vereadores da Casa. O parlamentar destacou a importância de apoiar causas como a da Polícia Civil.  “A Câmara Municipal não tem o poder de executar ações, mas temos o papel de cobrar, nos associar, apoiar, unir forças para conquistar melhorias para nossa cidade. Essa audiência faz parte de um trabalho integrado da categoria para que possamos fortalecer a voz dos profissionais da área de segurança e fazer com que o governador do Estado escute.”, disse o vereador.

 

Clorisa Linhares, vereadora da cidade de Grossos, esteve na audiência para apoiar a causa e unir forças com a Câmara de Mossoró. “A classe política tem que se unir para buscar soluções. Ou damos nossas mãos e lutamos por melhorias ou vamos perder essa guerra.”, destacou.  A vereadora leu uma carta detalhando a situação precária de trabalho dos policiais e demais profissionais que garantem a segurança do Rio Grande do Norte.

 

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (SINPOL/RN), Nilton Cesar, cobrou melhores condições de trabalho para a realização efetiva do trabalho pela Polícia Civil. “Para darmos a resposta que a sociedade merece, precisamos ter condições de trabalho. Muitos policiais estão adoecendo pela falta de condições de trabalho. Não temos efetivo suficiente e falta estrutura física.”.

 

O delegado Rafael Câmara, diretor da Associação dos Delegados da Polícia Civil do RN (Adepol/RN), ressaltou que a segurança pública não tem sido prioridade para o Estado nos últimos anos e também destacou a união entre as três categorias da Polícia Civil em busca de melhorias. “Eu vejo com muita esperança a nova configuração da Polícia Civil. Vejo as três categorias aqui, hoje, unidas em prol das mesmas causas.”.  

 

Para o secretário municipal de segurança, general Eliéser Girão, a mudança tem que vir de cima. “Eu acredito que já passou da hora de organizarmos a segurança pública de uma forma mais macro. A mudança precisa ser nacional. Em Mossoró, já ultrapassamos o limite que nos cabe em relação à segurança.”.

 

Após a audiência, um documento com as reivindicações da categoria foi montando para ser encaminhado ao governador do estado, Robinson Faria, e às autoridades competentes. Os vereadores da Câmara Municipal de Mossoró se colocaram à disposição dos policiais civis para lutar em busca de melhorias para a categoria e garantir o bom serviço aos cidadãos do município.

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.