Sobe para 276 número de mortos em atentado com caminhões-bomba na Somália

JBelmont

15Out2017

Por Belmont às 23h48

Ataque próximo a hotel e mercado é o pior já ocorrido na história do país.

O atentado com dois caminhões-bomba cometido neste sábado (14) em Mogadíscio, na capital da Somália, matou pelo menos 276 pessoas e deixou mais de 300 feridas, segundo informações da agência de notícias Associated Press.

 

O ataque é o pior já ocorrido na história da Somália, considerando o número de mortos, que ainda pode aumentar. A explosão foi próxima ao Safari Hotel e a um movimentado mercado da cidade. Os hospitais estão superlotados de feridos e há falta de medicamentos e bolsas de sangue.

 

Segundo a Agência Efe, a imprensa local e analistas creem que o grupo jihadista Al Shabab, ligado à Al-Qaeda, está por trás do atentado. O grupo não se manifestou.

 

O presidente da Somália, Mohamed Abdullahi Mohamed, decretou três dias de luto nacional.

 


Atentado é considerado o pior da história do país (Foto: Associated PressAP)

 

De acordo com a imprensa somali, a maioria dos mortos eram civis, principalmente vendedores ambulantes.

 

O diretor do Hospital Madina, Mohamed Yusuf Hassan, disse que ficou chocado com a escala do ataque. "Setenta e dois feridos foram internados no hospital e 25 deles estão em condições muito graves. Outros perderam as mãos e as pernas na cena", afirmou.

 

"O que aconteceu ontem foi impressionante, eu nunca algo assim antes. Inúmeras pessoas perderam suas vidas."

 

VER MAIS CLIQUE AQUI

Deixe seu comentário
Insira os caracteres conforme a imagem acima.