ELEIÇÃO 2016 EM MOSSORÓ

JBelmont

22Out2016

Por Berlene às 18h36

RESULTADO DAS ELEIÇÕESVereadores de Mossoró - RN

APURAÇÃO
100%
 

Candidatos / Vereadores Eleitos de Mossoró

Vagas para Vereador: 21
Ze Peixeiro 36666
ELEITO
2.08%
2,802 VOTOS
 
Izabel Montenegro 15456
ELEITO
1.83%
2,465 VOTOS
 
Tony Cabelos 55444
ELEITO
1.76%
2,375 VOTOS
 
Alex Moacir 15155
ELEITO
1.70%
2,291 VOTOS
 
Ricardo de Dodoca 90000
ELEITO
1.61%
2,171 VOTOS
 
Sandra Rosado 40120
ELEITO
1.58%
2,129 VOTOS
 
Genilson Alves 33222
ELEITO
1.56%
2,104 VOTOS
 
Maria das Malhas 55700
ELEITO
1.51%
2,041 VOTOS
 
Professor Francisco Carlos 11111
ELEITO
1.51%
2,041 VOTOS
 
10°
Alex do Frango 35555
ELEITO
1.51%
2,040 VOTOS
 
11°
Flavinho 54013
ELEITO
1.51%
2,032 VOTOS
 
12°
João Gentil 43333
ELEITO
1.48%
1,991 VOTOS
 
13°
Emílio de Dr.Ferreira 55111
ELEITO
1.44%
1,947 VOTOS
 
14°
Manoel Bezerra 28615
ELEITO
1.43%
1,925 VOTOS
 
15°
Isolda Dantas 13123
ELEITO
1.38%
1,861 VOTOS
 
16°
Petras 25800
ELEITO
1.18%
1,585 VOTOS
 
17°
Ozaniel Mesquita 22333
ELEITO
1.17%
1,574 VOTOS
 
18°
Raerio Cabeção 10111
ELEITO
1.06%
1,431 VOTOS
 
19°
Rondinelli Carlos 33111
ELEITO
1.03%
1,385 VOTOS
 
20°
Didi de Arnor 10210
ELEITO
0.76%
1,021 VOTOS
 
21°
Aline Couto 31700
ELEITO
0.68%
916 VOTOS
 
22°
Genivan Vale 12580
1.48%
1,993 VOTOS
 
23°
Jorio Nogueira 55555
1.44%
1,941 VOTOS
 
24°
Tia Cicera 55222
1.36%
1,836 VOTOS
 
25°
Claudionor 51111
1.34%
1,812 VOTOS
 
26°
Wellington do Samu 35192
1.18%
1,593 VOTOS
 
27°
Benjamim Machado 22444
1.10%
1,477 VOTOS
 
28°
Lamarque 19777
1.09%
1,471 VOTOS
 
29°
Genildo da Barrinha 35222
1.01%
1,362 VOTOS
 
30°
Costinha 33000
0.99%
1,329 VOTOS
 
31°
Tomaz Neto 12666
0.98%
1,321 VOTOS
 
32°
Mimiu 20000
0.96%
1,290 VOTOS
 
33°
Daniel Gomes 55678
0.95%
1,281 VOTOS
 
34°
Soldado Jadson 77190
0.91%
1,222 VOTOS
 
35°
Naldo Feitosa 43777
0.89%
1,199 VOTOS
 
36°
Nacizio 22222
0.82%
1,107 VOTOS
 
37°
Chico da Prefeitura 11616
0.80%
1,081 VOTOS
 
38°
Alcivan Moura 55680
0.77%
1,036 VOTOS
 
39°
Celso Lanches 20400
0.74%
996 VOTOS
 
40°
Helito Honorato 19000
0.73%
981 VOTOS
 
41°
Omar Nogueira 22111
0.71%
954 VOTOS
 
42°
Gilson Cardoso 10123
0.70%
944 VOTOS
 
43°
Genario Marques 20100
0.70%
943 VOTOS
 
44°
Fabio Bento L. 55000
0.67%
904 VOTOS
 
45°
Gilberto Diogenes 13613
0.67%
899 VOTOS
 
46°
Adílio, O Filho de Pedro Jorge 31010
0.66%
887 VOTOS
 
47°
Luiz Carlos 13611
0.64%
866 VOTOS
 
48°
Gilvan Carlos 55554
0.63%
843 VOTOS
 
49°
Carlinhos Silveira 31633
0.61%
820 VOTOS
 
50°
Prof. Almir 10321
0.60%
811 VOTOS
 
51°
Nico Fernandes 33333
0.60%
807 VOTOS
 
52°
Bião 55556
0.58%
782 VOTOS
 
53°
Fernando Martins 55666
0.57%
772 VOTOS
 
54°
Chico do Sindicato 33999
0.56%
756 VOTOS
 
55°
Gerson Nobrega 10000
0.55%
740 VOTOS
 
56°
Tarcisinho Rosado 19222
0.54%
724 VOTOS
 
57°
Franciedo Barros 11112
0.48%
641 VOTOS
 
58°
Aldo Arrais 43123
0.47%
640 VOTOS
 
59°
Italo Mikael 11222
0.47%
635 VOTOS
 
60°
Adriana 33456
0.45%
612 VOTOS
 
61°
Aluisio Feitoza 12222
0.45%
603 VOTOS
 
62°
Pedro Eugênio 43555
0.44%
591 VOTOS
 
63°
Ugmar Nogueira 13333
0.44%
588 VOTOS
 
64°
Lindomar Bezerra 31555
0.43%
582 VOTOS
 
65°
Naelson Araújo 43456
0.43%
579 VOTOS
 
66°
Fabinho do Skininha 10999
0.42%
573 VOTOS
 
67°
Sonia do Bh 43222
0.42%
564 VOTOS
 
68°
Geovany 33444
0.41%
549 VOTOS
 
69°
Tonny da Master 10110
0.41%
547 VOTOS
 
70°
Joao Barrão 33700
0.40%
544 VOTOS
 
71°
Sargento Osnildo 31190
0.40%
539 VOTOS
 
72°
Marcondes Silva 55321
0.39%
523 VOTOS
 
73°
Sanrraio 31200
0.37%
502 VOTOS
 
74°
Marlucia 10220
0.36%
483 VOTOS
 
75°
Denilson dos Filois 33777
0.35%
467 VOTOS
 
76°
Rosinha da Maísa 33123
0.34%
462 VOTOS
 
77°
João Paulo 43444
0.34%
456 VOTOS
 
78°
Niô 31789
0.33%
450 VOTOS
 
79°
Adriano da Saude 10444
0.33%
450 VOTOS
 
80°
Bruninho 10100
0.33%
450 VOTOS
 
81°
Neto Vale 65131
0.32%
426 VOTOS
 
82°
Nilson Vianna 65444
0.31%
424 VOTOS
 
83°
Lazin 31321
0.31%
419 VOTOS
 
84°
Assunçao 65222
0.30%
411 VOTOS
 
85°
Professor Nando 55055
0.30%
410 VOTOS
 
86°
Ricardo Lima 43458
0.29%
393 VOTOS
 
87°
Átillas 10456
0.29%
390 VOTOS
 
88°
Mocinha de Barrocas 55200
0.28%
382 VOTOS
 
89°
Alano Linhares 31111
0.28%
374 VOTOS
 
90°
Roberto Barreto 23123
0.27%
370 VOTOS
 
91°
Paulo Fernandes 31567
0.27%
369 VOTOS
 
92°
Neguinho da Agua 10588
0.26%
354 VOTOS
 
93°
Investigador Ailson 10222
0.26%
344 VOTOS
 
94°
Raimundino Galego do Jucuri 40000
0.25%
339 VOTOS
 
95°
Carlos Nascimento 25555
0.25%
335 VOTOS
 
96°
Moura Gas 19444
0.24%
327 VOTOS
 
97°
Guto Firmino 43111
0.23%
315 VOTOS
 
98°
Jose Joaquim 43200
0.22%
303 VOTOS
 
99°
Fábio Trigueiro 31311
0.22%
297 VOTOS
 
100°
Mária Lima 10466
0.22%
293 VOTOS
 
101°
Gilberto Pedro 31456
0.22%
291 VOTOS
 
102°
Marcos Paulo 13113
0.22%
290 VOTOS
 
103°
Alex Guimaraes 33321
0.21%
285 VOTOS
 
104°
Juca de Baia 31444
0.21%
277 VOTOS
 
105°
Kinkin 43211
0.20%
275 VOTOS
 
106°
Fabricio das Tapiocas 11123
0.19%
259 VOTOS
 

MCJ

JBelmont

27Jun2015

Por Berlene às 15h10

Empresa recolhe banheiros químicos do Mossoró Cidade Junina por falta de pagamento 

 

 

O Mossoró Cidade Junina de 2015 realmente está marcado pela desorganização. O evento que já foi referência no país não pode continuar assim. 

Neste momento, a empresa Locaban recolhe os banheiros químicos do evento por falta de pagamento. 

Fotos: Leitores do Blog

Fotos da Festa de Helena e concluintes de Direito da UERN

JBelmont

24Maio2015

Por Berlene às 22h03

Fotos

JBelmont

22Maio2015

Por Berlene às 11h58

Menina de 18 anos se prepara para casar com seu próprio pai após dois anos de namoro

JBelmont

19Jan2015

Por Berlene às 01h04

 

Depois de 12 anos afastados, a jovem americana e seu pai se conheceram e passaram uma semana juntos - tempo suficiente para, segundo ela, se apaixonarem e terem a sua primeira relação sexual. Quase dois anos depois, eles planejam se casar e ter filhos biológicos


Na década de 80, Barbara Gonyo, fundadora de um grupo de apoio a crianças adotadas que tiveram a chance de conhecer os pais biológicos, cunhou o termo “Atração Sexual Genética” (GSA - sigla em inglês). Segundo ela, ele diz respeito aos intensos sentimentos amorosos e sexuais observados nas reuniões de reaproximação. Em entrevista ao The Guardian, contou que este sentimento tabu ocorre em 50% dos casos em que parentes afastados se reencontram na fase adulta. É exatamente esta a realidade vivida por uma garota americana de 18 anos.

Em entrevista à The New York Magazine, a jovem da região dos Grandes Lagos, nos Estados Unidos, deu todos os detalhes do relacionamento de dois anos com o seu pai biológico, que ela conheceu 12 anos depois de completo afastamento. Um relato bastante perturbador.

Os pais da menina se conheceram no colégio, aos 18 anos, e a conceberam na noite da festa de formatura. Eles tinham um relacionamento sério há seis meses, mas romperam durante a gravidez. “Eu acho que os problemas psicológicos da minha mãe contribuíram para que a relação não funcionasse. Ela sofre de bipolaridade e outros problemas mentais”, disse. “Eles não eram felizes e não mantiveram o contato depois do meu nascimento.”

Nos dois primeiros anos de vida, ela foi criada pelos avós por conta do descontrole da progenitora e teve um breve contato com seu pai entre os 3 e 5 anos de idade.Mas os encontros eram sempre conturbados e marcados por discussões do ex-casal. Logo, as visitas cessaram.

“Quando eu tinha uns 15 anos, ele escreveu para a minha mãe dizendo que gostaria de me ver. Eu disse que sentia falta dele e não me importaria em encontrá-lo. Ela me perguntou como eu poderia sentir saudades de alguém que eu mal conhecia, que eu não via há muito tempo. Mas a minha carência era de uma figura paterna.” Sua mãe sempre se relacionou com os caras errados e ela nunca conseguiu se sentir próxima dos padrastos.

Até que aos 17 anos, ela teve a chance de reencontrar o pai biológico. “Minha mãe era muito controladora. Ela tinha a senha do meu Facebook, desde a criação da conta. Um dia, depois de recuperar os meus privilégios de acessar a rede social, ele me adicionou como amigo. A princípio, pensei que fosse o meu avô, por causa do nome similar. Só depois me dei conta de que se tratava do meu pai. Eu disse que achava que ele estava morto e perguntei por que ele demorou para entrar em contato. Ele disse que sempre tentava me adicionar, mas eu sempre rejeitava o convite. Era a minha mãe controlando o meu perfil.”

O contato seguiu via internet e eles descobriram vários gostos em comum. Se encontraram uma semana depois. Passaram o dia todo abraçados. “Descobrimos que somos muito parecidos.” Foi aí que a menina pediu para passar uma semana com ele, que vivia há 30 minutos de distância da sua casa. “Acho que minha mãe sabia que eu iria me mudar. Chegamos a um ponto onde eu precisava escapar, ela era muito controladora.”

Os dois passaram cinco dias juntos. “Ele estava morando com a namorada. Na primeira noite, dormiu no sofá e eu no chão, só para ter a certeza de que estava tudo bem. Dormir em lugares diferentes me deixava ansiosa e eu pedi para que ele ficasse comigo, caso eu tivesse pesadelo durante a noite. Na segunda noite, ele dormiu no sofá novamente. E no terceiro dia, eu me vi dormindo com ele no chão, deitada em seu peito, nos braços. A quarta noite passamos no chão de novo. Desta vez, nós realmente nos abraçamos. Quando acordamos, estávamos de conchinha. Eu não soube disso na hora, mas depois que nos declaramos, ele confessou ter tido uma ejaculação. [Não senti nada]. Eu estava dormindo e ele foi discretamente ao banheiro.”

Na noite seguinte, enquanto brincavam de lutinha, antes de se deitarem, ela o mordeu. “Eu pude vê-lo arrepiado dos dedos dos pés aos ombros. Em seguida, ele beliscou minha coxa e eu me arrepiei toda. Paramos e dissemos que não sabíamos o que estava acontecendo, mas admitimos que sentíamos algo forte um pelo outro. Discutimos se isso era certo e nos beijamos. Depois, fizemos amor pela primeira vez. Foi quando eu perdi a virgindade.”


Ela nunca teve vida social, namorou um garoto durante dois anos, mas foi traída. Em seguida, se relacionou com uma garota, mas ela era muito religiosa e o namoro não vingou.

“Há uma razão para eu ter perdido a virgindade com ele - eu nunca me senti confortável com outro homem. Foi incrivelmente sensual. Nós dois tivermos orgasmos”, relatou. E disse que em nenhum momento foi coagida ou sentiu estranheza. “Foi natural. Não foi um tabu. Senti como se estivesse fazendo amor com um homem com que eu estava junto há anos.”

Em depoimento, ela confirmou que eles se sentiram completamente apaixonados, sentimento que causou o fim do namoro do pai, na época. A mãe e a família materna os veem como pai e filha; já a família paterna os aceitam como um casal e “estão ansiosos para que tenhamos filhos”.

Quase dois anos depois do início do relacionamento, eles planejam se casar. “Quero um casamento completo, mas não legalmente registrado. Não acredito que um pedaço de papel prove que você deseja ficar com a pessoa que ama.” Para isso, pretendem se mudar para New Jersey, onde podem se sentir seguros perante a lei. “O incesto entre adultos não é considerado ilegal por lá. E assim que estivermos lá, vou contar a todo mundo.”

O desejo do casal é também ter filhos biológicos. Eles não temem risco algum. “Eu não correria o risco de ter um filho, se eu soubesse que seria prejudicial. Eu pesquisei sobre isso. Todo mundo pensa que as crianças nascidas em relações incestuosas, certamente, terão problemas genéticos, mas isso não é verdade. Isso acontece quando há anos de consanguinidade, como com a família real.”

Mas ela garante que, às vezes, o procura como filha. “Quando eu preciso do meu pai, eu digo, ‘Ei, pai, preciso de você’. E nessa hora, ele não é meu noivo ou namorado, mas meu pai.”

Hoje, ela está com 18 anos e ele com 37, mas garantem que a diferença de idade não faz a menor diferença. “Eu nunca me senti dessa forma com ninguém.”

Quanto aos julgamentos, ela diz: “Eu não entendo por que estou sendo julgada por ser feliz. Somos dois adultos que salvaram um ao outro. As pessoas precisam pesquisar mais sobre incesto e GSA, porque eles não sabem do que se trata e não entendem como acontece. Quando você tem 18 anos, você sabe o que quer. Você é adulto diante da lei. Eu posso cuidar de mim mesma. Não preciso se proteção. Se eu estivesse em uma situação da qual eu tivesse que sair, eu sairia. Não tenho medo de me defender.”


Marie Claire

ROSY DE SOUSA

JBelmont

22Dez2014

Por Berlene às 23h14

Rosy de Sousa toma posse como Deputada Federal

Rosy de Sousa, deputada federal pelo PV (Foto: Reprodução/Twitter)

 

Diante de um plenário vazio, a Câmara dos Deputados empossou nesta segunda-feira (22/12) a deputada federal no último dia de trabalho antes do início do recesso parlamentar. A nova deputada pelo PV, a administradora de empresas Rosy de Sousa, será deputada por 41 dias, com direito a receber no período cerca de R$ 35 mil em salários, além de verba para nomeação de assessores para o gabinete, auxílio-moradia e recursos para despesas com passagens, telefone, consultoria, transporte e auxílio alimentação.

Oficialmente, o Congresso realiza hoje sua última sessão legislativa, mesmo sem ter aprovado até o momento o Orçamento de 2015, uma das exigências para os parlamentares entrarem em férias. A Casa Legislativa só retornará aos trabalhos em fevereiro, já com a nova composição da Câmara e de parte do Senado.

A nova deputada assumiu a cadeira aberta pelo seu colega de partido Paulo Vagner, aposentado por invalidez com salário integral de R$ 26.723,13 até morrer. No rápido discurso de posse, Rosy de Sousa destacou a coincidência de assumir o mandato exatamente 16 anos depois que seu pai, Carlos Alberto (PSDB-PV), morreu sem completar o mandato de deputado federal.

A parlamentar – que não concorreu a cargo eletivo em outubro – afirmou que pretende aproveitar sua passagem pela Câmara para fazer pedidos em defesa de portadores de necessidades especiais. Ela disse que quer apresentar sugestões de projetos nessa área para serem encampados por colegas do partido na próxima legislatura.

Agência Estado